O que revelam as nossas pupilas? – A mente é maravilhosa

O que revelam as nossas pupilas?

julho 26, 2015 em Curiosidades 55 Compartilhados
pupilas

Dizem que os olhos são o espelho da alma, mas alguns poderiam discordar; cientificamente sabemos que os olhos são uma janela para o cérebro, a única parte visível do nosso sistema nervoso. Eles podem revelar muito sobre nós; o tamanho das pupilas pode dizer se estamos entusiasmados, desgostosos ou com outras sensações.

Os olhos e principalmente as nossas pupilas não apenas nos ajudam a ver; eles também indicam o que está se passando na mente.

Neste artigo, falaremos sobre uma lista obtida através de uma pesquisa psicológica, que mostra como as mudanças no tamanho das pupilas dos olhos revelam muitos aspectos do nosso pensamento.

1. Se estamos mentindo ou não

Uma pesquisa mostrou que quanto mais o cérebro trabalha e está comprometido, mais as pupilas de dilatam.

Se você tiver que dar uma resposta simples, as pupilas não mudam. Quando uma resposta é mais difícil para você, as pupilas se dilatam. Assim, podemos entender se uma pessoa está tendo dificuldade para responder a uma determinada pergunta e, ainda mais interessante, se está mentindo ou não.

2. Se o cérebro está sobrecarregado ou não

Se você olhar bem os olhos de uma pessoa enquanto estiver resolvendo contas de multiplicação “impossíveis”, como 1345 x 2022 e insiste em buscar a resposta, as suas pupilas reagem por meio da dilatação.

Quando as mentes das pessoas estão sobrecarregadas até 125% da sua capacidade, as pupilas se dilatam e deixam o problema sem solução ou se rendem.

3. Se o cérebro está danificado

Quando os médicos ou enfermeiras colocam uma luz piscando nos olhos dos pacientes para ver se seus cérebros estão funcionando corretamente, as pupilas de um cérebro saudável devem ser iguais, redondas e reativas à luz. Em inglês, esta simples comprovação das pupilas se chama PERRL.

Se o cérebro sofreu um trama porque teve uma batida forte, provavelmente o PERRL não ocorre.

4. Se o que ouvimos é interessante

O tamanho das pupilas também pode indicar se a pessoa está interessada no que está dizendo.

Em uma pesquisa, estudantes ouviram 3 resumos de livros:  um era erótico, outro sobre uma mutilação sangrenta, e o terceiro sobre um tema neutro.

No início, as pupilas estavam dilatadas nos 3 temas, mas a dilatação só continuou durante os resumos dos livros de erotismo e mutilação, enquanto no neutro elas voltaram a se contrair.

As pupilas mostram como a mente é suscetível a tudo o que é novo em um primeiro momento. Contudo, as pupilas permanecem dilatadas se a novidade não desvanece.

5. Se estamos excitados ou não

Quando estamos entusiasmados sexualmente as pupilas dos homens e das mulheres se dilatam.

Contudo, nem todo mundo concorda com o fato de que quanto mais dilatadas estiverem as pupilas, maior a excitação sexual. Outros psicólogos argumentam que a mente está realmente interessada na nudez em vez de apresentando uma verdadeira emoção.

6. Se estamos desgostosos

Do mesmo jeito que as pupilas aumentam o seu tamanho quando estamos interessados em alguma coisa, elas se encolhem quando estamos desgostosos.

Hess, utilizando a pupilometria em 1972, experimentou em algumas pessoas as reações que imagens de crianças feridas causaram em suas pupilas. Indicou que, no primeiro olhar das imagens, as pupilas cresceram de tamanho devido à comoção e logo se encolheram, querendo evitar as imagens inquietantes.

7. A inclinação política

Se você levar fotos dos políticos para mostrar às pessoas, você poderia ser capaz de entender a sua inclinação política observando a dilatação das suas pupilas.

Barlow (1969) fez uma pesquisa curiosa selecionando pessoas politicamente conservadoras e liberais nos Estados Unidos. Quando viam os políticos liberais, os partidários da mesma linha ficavam com pupilas dilatadas, enquanto os olhos dos políticos conservadores se contraíram. Este comportamento, obviamente, se registrou também no caso contrário.

8. Se experimentamos dor ou não

Alguns pesquisadores um pouco sádicos como Chapman (1999), davam pequenas descargas elétricas nas mãos de alguns pobres voluntários e mediam como se dilatavam as pupilas. Na máxima intensidade de dor, as pupilas se dilatam em aproximadamente 0,2 milímetros.

9. Se está sob a influência de drogas ou álcool

Algumas drogas como o álcool provocam uma contração das pupilas. Outras, como a anfetamina, a cocaína, o LSD e a mescalina fazem com  que as pupilas se dilatem.

Observe as pupilas e você saberá revelar e descobrir informações de cada pessoa.

Recomendados para você