Segundas chances: opção válida apenas para alguns casais

Um dos primeiros pensamentos que aparecem depois de um rompimento é "e se eu der outra chance?" No entanto, essa decisão deve ser bem pensada antes de ser tomada, e aqui vamos dizer o porquê.
Segundas chances: opção válida apenas para alguns casais

Última atualização: 18 janeiro, 2022

Certamente você conhece aquele casal que se separou e voltou mais de uma vez. Eles tentam, mas no final, aquelas segundas chances que acontecem parecem não funcionar. Tanto assim, que a segunda chance passa a ser a terceira, a quarta, a quinta, até que acabam desistindo de tentar. Talvez tentar novamente não seja uma opção para eles.

Segundas chances não são uma alternativa que possa funcionar para todos os casais, pois contém, às vezes, muito ressentimento. Problemas não resolvidos ou outras circunstâncias que, por mais que tentemos, não seremos capazes de superar.

Se houver um compromisso com a mudança, uma segunda chance pode funcionar.

Muitas vezes, dar outra chance funciona muito bem, até melhora o relacionamento. Mas isso ocorre porque as duas pessoas no relacionamento foram capazes de aproveitar ao máximo o tempo que estiveram separados. Isso não é feito por todos os casais, por isso o mais comum é que depois a relação não funcione igualmente.

As segundas chances geralmente não funcionam

Por que uma segunda chance geralmente não funciona? Por um motivo simples, os casais voltam pelos motivos errados. Isso pode variar de necessidade ao vazio que sentem por terem passado tantos anos compartilhando sua vida com alguém. Tudo isso pode significar que sofrem de dependência emocional, um problema que afeta muitas pessoas hoje.

Casal zangado

Se você voltar para o seu parceiro pelos motivos errados, será impossível que seu relacionamento siga em frente. Você se deu outra chance porque se sentiu sozinho, porque se viu incapaz de continuar com sua vida depois de deixá-la, porque não conseguiu tolerar a tristeza ou superar a separação.

Você sente falta do seu parceiro porque não consegue ficar sozinho e isso é negativo. Os problemas que levaram ao rompimento ainda estarão lá, surgirão novamente e o mergulharão de volta em um relacionamento tóxico, onde você não será nada feliz.

Você precisa do seu companheiro porque tem medo da solidão e daquela sensação de vazio que se aproxima de você quando estende os braços na cama e não toca em ninguém, quando está carregando sacolas e ninguém está carregando, quando ninguém beija seus lábios.

“Depender da pessoa que você ama é uma forma de se enterrar na vida, um ato de automutilação psicológica onde o amor próprio, o respeito próprio e a essência de si mesmo são irracionalmente oferecidos e doados”

-Walter Riso-

Talvez você tenha cometido o grande erro de deixar toda a sua felicidade nas mãos do seu parceiro e agora isso está cobrando seu preço. Você não é capaz de começar sua vida sozinho, de ver além de seu relacionamento. Você pensa que sem essa pessoa sua vida não tem futuro e nenhuma esperança de seguir em frente. O que você não sabe é que pode ser feliz sozinho, além do mais, você tem que ficar um tempo sozinho.

Homem solitário olhando para o horizonte pensando em uma segunda chance

Se você aproveitar o tempo que está sem seu parceiro, poderá descobrir e ver seu relacionamento de outra forma, de diferentes perspectivas. Assim, você poderá verificar se você fez o correto, se merece uma segunda chance ou se o rompimento foi a coisa mais sensata para vocês dois.

A melhor metade não existe

Casais que se dão uma segunda chance e isso funciona ocorre porque puderam aproveitar todo aquele tempo que passaram sem o parceiro. Eles aproveitaram isso como uma oportunidade para refletir, para ver tudo de outro ângulo e para pensar sobre as coisas antes de tomar uma decisão errada.

Esse tipo de casal sabe que é parceiro para a vida, mas também é um ser individual e que sua felicidade não depende do outro, mas de si mesmo. Portanto, eles não têm medo de ficar sozinhos. Eles optam por compartilhar sua vida com a outra pessoa, não para que a outra pessoa seja o sopro de suas vidas.

Mas, em muitos relacionamentos, ainda existe a crença de que a outra metade existe e isso nos faz desejar estar em um relacionamento. Mas, não se engane, precisamos estar em um relacionamento, não nos apaixonar. São duas coisas muito diferentes que fazem com que, às vezes, acreditemos que estamos apaixonados quando na realidade o que queremos é apenas alguém ao nosso lado.

“Você já confundiu necessidade com amor?”

-Robert Fisher-

Casal feliz tomando café da manhã

Mas, as segundas chances também dependem dos problemas anteriores que nos levaram à separação. Vamos imaginar que seja uma infidelidade. Se a pessoa não consegue superar essa terrível decepção, tentar novamente seria uma perda de tempo. Sem querer, ela recriminaria certas coisas para seu parceiro, não confiaria nele e duvidaria de tudo. Isso não seria positivo para nenhum deles.

Portanto, antes de se dar outra chance, é importante que você resolva seus problemas. Perdas não acontecem só nos casais, mas também nos indivíduos. Desta forma, você pode reiniciar o relacionamento, sem ressentimentos e sabendo que são seres independentes e que não estão juntos porque não sabem estar só. Só assim as segundas chances serão bem-sucedidas.

This might interest you...
Falta de respeito entre o casal
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Falta de respeito entre o casal

O respeito entre o casal é um pilar fundamental, mas que às vezes está danificado. Se isso não for resolvido a tempo pode deteriorar a relação.