Sonhar sem preguiça é fundamental - A Mente é Maravilhosa

Sem preguiça de sonhar

Bia Cantanti 27, abril 2016 em Emoções 0 Compartilhados
Sonhar sem ter preguiça

Meu desejo para você é que tenha seus sonhos sempre renovados e, especialmente, trabalhados com afinco, pois para sonhar não se pode ter preguiça.

Quem sonha trabalha muito, a cada dia constrói um pouco de seu sonhado patrimônio. Desgasta-se bastante, cai e levanta, muitas vezes sendo incompreendido, ignorado, ou até mesmo criticado negativamente. Porque as pessoas que sonham mexem com as outras. Inevitavelmente causam efeitos e sentimentos que, às vezes, cutucam e ferem.

Elas são autênticas por assumir sua vontade essencial e inegável, e esta característica pode trazer a inveja. Pode provocar ciúmes. A visão crítica do outro, geralmente, é o antídoto para acabar com os sonhos da gente. Eles podam a nossa força vital. Ervas daninhas que não gostam que os outros sonhem, porque isso as tira de sua zona de conforto. Frequentemente, não sabem como sonhar.

Por isso quem sonha não pode ter preguiça. Não pode esmorecer, se abalar, nem ter o luxo de ficar sentimental. Tem que ser durão, tem que ir fundo, pensamento reto, coração ereto. Tem que construir barreiras; se alguém determina que seus planos não darão certo, ou que não é a hora, que isso demora e que vai ser demais para você e, ainda, se não te apoiou, a sua resposta deve vir naturalmente, sem medo, sem a superficialidade do disfarce:

“Este é o meu sonho. Por si só, já deu certo dentro de mim. Já resolvi, começo agora. Demora? É difícil escalar esta montanha? É o Everest de todos os picos? Melhor ainda. Eu tenho tudo que preciso. Eu tenho o coração do aventureiro, do otimista. Eu tenho a minha própria filosofia”.
Compartilhar

sonhar e conquistar

Para sonhar, haja fôlego!

Você correrá atrás como nunca correu antes, lutará contra as marés do desânimo e as tempestades dos dias ruins, em que nada parecerá acontecer. Nenhum tijolo à vista na sua estimada construção. Você observará o tempo escoar por entre os dedos e sentirá que não conseguirá ir até o final. Faz parte, atletas também pensam em desistir, mas nunca chegam a concretizar esta triste façanha: são maiores que o pensamento da perda. A sua vontade é suprema, inigualável. São otimistas sonhadores.

Sonhar é exatamente como fazer musculação ou atividades aeróbicas: vai cansar, na última parte você estará acabado, o corpo todo dolorido, e terá a impressão de que não terminará a última sequência. Porém, a vida, sua suprema mestre e orientadora, lhe dará o impulso de que precisa. Ela lhe dirá, “só mais um pouco, vamos”, “você está quase lá”, “seu esforço será recompensado”. Ela sorrirá para você, seduzindo-o e impelindo-o a terminar o trabalho.

sonhar com objetivos

E o resultado, ah, este será magnífico, sublime e impressionantemente maior do que você jamais sonhou… Pode ser ainda maior que o próprio sonho!

Sendo assim, o maior conselho que quero lhe dar é: sonhe alto. Sonhar baixo é não sonhar, é apenas dormir. Desejo que tenha o mais resplandecente dos sonhos e que inspire os outros a saírem da sua caixa de preguiça e do seu piloto automático, para viverem os sonhos dos quais o mundo precisa.

Então vamos, sem preguiça! Quero muito vê-lo fazer as flexões necessárias para terminar a sua sequência tão sonhada, quero vê-lo tão cansado e entusiasticamente feliz por ter chegado lá, no pico do Everest, o seu Everest único, deslumbrante e maravilhosamente elaborado. O sonho pelo qual você não teve preguiça de sonhar.

Bia Cantanti

Graduada em Letras, atua como Secretária. Escritora, possui um blog e uma fanpage (http://muitomaisbiacantanti.blogspot.com.br/ https://www.facebook.com/letraemflor). Autora do eBook "Um Estranho Conhecido", sua primeira obra, uma história romântica e espiritual.

Ver perfil »
Recomendados para você