Soichiro Honda: Conheça sua extraordinária história

A extraordinária história de Soichiro Honda

Março 16, 2018 em Curiosidades 0 Compartilhados
A extraordinária história de Soichiro Honda

Talvez muitos não saibam quem é Soichiro Honda. Por outro lado, quando a marca “Honda” é mencionada, certamente há poucas pessoas no mundo que nunca ouviram falar dela. Soichiro é precisamente a pessoa que está por trás dessa famosa multinacional. Sua história, além de demonstrar que ele era um bom empresário, o revela como um excelente exemplo de luta e superação.

Soichiro Honda nasceu em uma família muito humilde, em uma pequena província do Japão chamada Komyo. O século XX estava apenas começando. Quando ainda era muito pequeno, um carro chegou à sua cidade pela primeira vez. Era um Ford e Soichiro ficou fascinado quando o viu. Para ele, parecia incrível tudo o que aquele artefato podia fazer. Então, ele começou a sonhar com a ideia de construir o seu próprio automóvel.

“Há um ditado japonês que diz: ‘Ice a vela com a sua mão mais forte’. Isso significa que, na vida, você deve seguir as oportunidades para as quais está melhor preparado”.
– Soichiro Honda –

Aos 15 anos, Soichiro Honda se mudou para Tóquio e conseguiu um emprego em uma oficina. Ele fez uma boa amizade com o seu chefe e mostrou uma enorme paixão pelo trabalho desde o primeiro dia. Por essa razão, um dia o dono da oficina lhe propôs que pegasse algumas partes de avião que estavam espalhadas por ali e que, com elas, construísse um carro de corrida.

Soichiro Honda

O início da história de Soichiro Honda

Construir um carro era o sonho dourado de Soichiro Honda. Por isso, quando o chefe lhe propôs, ele não hesitou por um segundo. Combinando técnicas industriais e artesanais, ele finalmente conseguiu construir o primeiro modelo. Ele próprio fabricou a maioria das peças: esculpiu os raios das rodas de madeira com as próprias mãos.

Foi assim que nasceu o modelo “Curtiss”, um carro extraordinário que foi imediatamente testado para corridas. Em 1924 ele ganhou o campeonato do Japão. Nessa época, Soichiro Honda tinha apenas 18 anos de idade.

Ele não se descobriu apenas como um mecânico apaixonado e perseverante, mas também se tornou um piloto de corridas. Nessa atividade, ele também alcançou uma performance notável. Estabeleceu uma marca quando conseguiu que o seu carro atingisse a velocidade de 120 km/h. Esta marca se manteve em vigor durante 20 anos no Japão.

Um caminho de perseverança

Quando Soichiro Honda tinha 21 anos, decidiu voltar para a sua cidade natal. Ele trabalhou durante 6 anos como empregado em uma oficina e estava pronto para dar o próximo passo. No ano seguinte, ele montou a sua primeira fábrica, a “Tokai Seiki Heavy Industries”. Essa fábrica fazia peças de automóveis e basicamente construía anéis de pistão.

Dizem que o desenvolvimento dessas peças lhe custou muito esforço. Mesmo assim, ele permaneceu motivado e conseguiu fabricá-las com excelente qualidade e vendê-las para a empresa Toyota. Esta atividade foi o que lhe permitiu sobreviver por muitos anos.

Durante a sua juventude, Soichiro Honda desprezou os estudos. Ele costumava dizer que “se a teoria promovesse a criatividade, todos os professores teriam sido inventores”. Com o passar dos anos, ele entendeu que o estudo era um caminho de crescimento. Por isso, ele decidiu se matricular na escola técnica de Hamamatsu. No entanto, Honda foi expulso dessa instituição porque se recusou a fazer o exame final por considerá-lo inútil.

Soichiro Honda

Um sobrevivente

Soichiro Honda testemunhou duas grandes guerras e também o conflito entre a China e o Japão. Após a Segunda Guerra Mundial, o país estava completamente devastado e desmoralizado. Honda perdeu tudo o que tinha construído devido aos bombardeios.

Ele então tomou uma decisão: tiraria um ano de folga. Ele montou uma destilaria de whisky na sua própria casa. Durante esse ano, ele não fez nada além de fabricar bebidas para si mesmo e para os seus amigos. Certamente também aproveitou esse tempo para definir a direção a seguir, depois de ter perdido tudo. As suas reflexões devem ter sido muito incisivas, já que depois disso, começou a sua fase de sucesso.

Soichiro Honda

Em 1946 Soichiro Honda fundou uma nova empresa chamada Honda Technical Research Institute. A frota automotiva do Japão era praticamente inexistente. Por isso, ele se dedicaria a fabricar motocicletas, um meio de transporte mais barato que poderia ser útil nas novas circunstâncias. Ele conseguiu construir um motor leve e menos barulhento do que o habitual e isso o levou a um triunfo sem precedentes.

Em 1973 Soichiro Honda deixou de trabalhar para a sua própria empresa. Ele criou a “Fundação Honda”, dedicada à proteção do meio ambiente. A partir desse ano, comprometeu todo o seu esforço e compromisso a esse trabalho. Ele morreu em agosto de 1991, tendo se consolidado como o maior fabricante de motocicletas do mundo.

Recomendados para você