Stranger Things: como lidar com TEPT

· fevereiro 26, 2018

O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) é uma sequela muito comum em vítimas que passaram por situações traumáticas. Nesse sentido, a série popular de suspense e ficção Stranger Things nos apresenta alguns personagens muito interessantes para entender esse tipo de sequela.

Viver grandes aventuras e derrotar monstros do mal é mais difícil do que parece. Depois de um ano, durante a segunda temporada, os personagens de Stranger Things retornam para uma nova aventuraEssa segunda parte é cheia de suspense e mistério.

Leia mais para saber como o estresse pós-traumático afetou pessoas como Will, Eleven ou Joyce. Precisamos avisar que o artigo contém spoilers. Você decide se deve continuar ou não…

A série Stranger Things

Stranger Things, quando o sobrenatural espreita

Stranger Things é uma série criada pelos Duffer Brothers, em 2016. Lançada através da plataforma virtual Netflix, a série possui 17 capítulos divididos em duas temporadas. A segunda temporada foi lançada em 2017 e já foi confirmado que uma terceira temporada.

A série Stranger Things se desenrola na cidade fictícia de Hawkins, durante o ano de 1983. Nessa cidadezinha remota também fica o Laboratório Nacional de Hawkins, que lida com pesquisas sobre energia. No entanto, o verdadeiro propósito do Laboratório Nacional de Hawkins é secreto. Dentro de suas instalações, algumas investigações paranormais e sobrenaturais são desenvolvidas.

Foi lá que a pequena Eleven cresceu, uma menina com habilidades incomuns. Os cientistas do Laboratório de Hawkins queriam usar os poderes dela para fins políticos. No início da série, Eleven escapa do laboratório e, quando foge, conhece Mike e seus amigos.

Mike, Dustin e Lucas são o grupo de amigos de uma criança desaparecida, Will Byers. Embora ninguém saiba, Will foi sequestrado por um monstro de um mundo paralelo. Nesse segundo mundo, Will precisa se esconder do monstro terrível, passando fome e frio.

A série se desenvolve durante uma semana, enquanto a mãe de Will, Joyce, e o chefe da polícia, Hopper, estão procurando Will. Joyce e Hopper também descobrem a grande conspiração sobrenatural em que o governo está envolvido.

Eleven, personagem de Stranger Things

Estresse pós-traumático na segunda temporada

No final da primeira temporada, Will Byers é resgatado do outro mundo. É nesse ponto que começa a segunda temporada. Sua mãe Joyce e seu irmão tentam fazer Will retornar à vida normal. No entanto, Will Byers foi marcado por um evento profundamente traumático.

Lembre-se de que um trauma é uma situação que ameaça o bem-estar psicológico de uma pessoa. Dessa forma, um trauma leva a uma situação em que a pessoa percebe uma ameaça que gera um medo muito intenso. Como muitos sobreviventes de experiências traumáticas, Will começa a sofrer de estresse pós-traumático.

Esse distúrbio (chamado TEPT) pode se desenvolver inesperadamente a qualquer momento após uma situação traumática (não precisa ser imediato). Como os traumas, o TEPT é violento e inesperado para a pessoa que sofre e seus efeitos são muito variados, às vezes confundidos com os de outros  distúrbios. Por exemplo, em alguns casos, uma pessoa pode sofrer de depressão e TEPT ao mesmo tempo, o que complica o diagnóstico.

Will, o personagem de Stranger Things que sofre de TEPT

O efeito aniversário do estresse pós-traumático

Durante a segunda temporada da série, Will começa a ter ataques de pânico e dissociação. Além disso, Will começa a ter episódios em que imagina estar de volta ao mundo frio no qual ficou preso.

Na série, isso é explicado como o efeito aniversário. O efeito aniversário é um fenômeno que também foi observado em vários pacientes com TEPT, como soldados. Consiste em um agravamento dos sintomas e manifestações do estresse pós-traumático à medida que o aniversário do evento se aproxima.

Alguns especialistas explicam o efeito aniversário como uma peculiar configuração de fatores, sobretudo de natureza ambiental, que desencadeiam memórias e sensações desagradáveis. Além disso, esse efeito pode ser desencadeado por cheiros, cores ou até sabores e sons típicos de um determinado ambiente.

Muitas vezes, quando a data de aniversário do evento traumático passa, os sintomas do estresse pós-traumático diminuem quase que imediatamente.

Outras manifestações de TEPT

O TEPT pode se manifestar de várias maneiras. Will Byers, a principal vítima da série, sofre um estresse pós-traumático muito mais grave do que os outros personagens. No entanto, muitas pessoas podem ser afetadas ao redor de um evento traumático.

Os amigos e a família de Will também mostram sinais de TEPT de alguma forma. Joyce, a mãe de Will, tem ataques nervosos. Os amigos de Will têm pesadelos. A irmã mais velha de Mike, que confrontou a criatura do mal, sente culpa e remorso.

Cena de Stranger Things

Entre as manifestações mais comuns do estresse pós-traumático, há memórias recorrentes que geram uma grande angústia. Além disso, há sonhos que aludem à situação traumática. Uma pessoa com TEPT pode ficar irritada e agitada. Eles também podem ter uma certa preferência pelo isolamento social e até mesmo demonstrarem hostilidade.

Devemos lembrar que uma pessoa pode ter episódios tão intensos que podem representar um perigo potencial para sua própria saúde. Nesse sentido, alguns afetados pelo TEPT sentem náuseas, problemas de estômago e enxaquecas graves. Outros pacientes perdem interesse em atividades que uma vez lhes deram prazer.

Além disso, muitas pessoas com TEPT podem sentir culpa e solidão. Esses sintomas também podem estar associados a um transtorno depressivo. Por isso, é importante que, depois de uma situação traumática, um especialista seja consultado. Isso ajudará o paciente a tratar e superar os possíveis efeitos do TEPT. Não há nada de errado em receber ou pedir ajuda.

É importante que os afetados pelo TEPT não se sintam envergonhados por suas reações. O TEPT é um distúrbio mais comum do que pensamos. Ele também não é algo que afeta apenas pessoas com uma personalidade mais fraca. Entretanto, pode melhorar bastante com a avaliação e a intervenção corretas.

“Não faça as coisas apenas porque outras pessoas lhe dizem que você deveria fazê-las”.
-Stranger Things-