5 dicas para superar o sentimento de culpa

19 Junho, 2020
A culpa é um poço emocional que, muitas vezes, nos impede de avançar. É o eco de um arrependimento que não conseguimos processar completamente. Uma barreira que nós mesmos construímos como forma de chamar a atenção e que acaba se tornando muito difícil de superar.
 

Você sente que o passado e os remorsos pesam no seu dia a dia? É possível que você precise superar o sentimento de culpa que o impede de continuar avançando. Estamos falando de um sentimento que pode aparecer a qualquer momento e de qualquer forma em função de diferentes variáveis. Em outras palavras, não há uma ação única que faça com que todos sintam remorso.

Para muitas pessoas, coisas simples como tomar um vinho com uma amiga ou amigo sem contar para o seu parceiro pode ser motivo de grande arrependimento. Para outras, isso pode não ter peso algum. O caso é que, seja algo que possa parecer mínimo ou qualquer outra situação, se provoca um sentimento de culpa, pode comprometer o nosso bem-estar e nos paralisar por bastante tempo.

O problema da culpabilidade

Superar o sentimento de culpa, como comentamos antes, é vital para um melhor desenvolvimento pessoal. Dito isso, a primeira coisa que temos que pensar é no que aconteceu e quais são as razões que nos levaram até essa situação. É fundamental fazer um exercício profundo de introspecção que nos ajude a saber de onde vem a culpa. O tempo é curto, não retrocede, e cada dia que passa pode ser um dia perdido.

Por isso, um bom gerenciamento do remorso é essencial para que ele não atue como um veneno para o nosso estado de espírito. É necessário recordar que tal paralisação pode levar a condições psicológicas graves, podendo inclusive facilitar o surgimento de uma depressão, por exemplo.

 

Por essa razão, por meio da introspecção podemos encontrar a face amável da emoção da culpa. Um profundo trabalho interior nos permitirá enfrentar esta situação e seus sintomas de forma consciente e responsável.

Homem se sentindo culpado

A culpa como forma de aprendizagem

Isso mesmo! Embora a culpa em si seja vista como uma emoção negativa, sempre que enfrentada de forma madura, ela pode ser um meio de melhoria e evolução, transformando-se em aprendizado. Por isso, não há ganho nenhum na sensação de culpa quando não a resolvemos.

Para realmente aprender, precisamos nos comportar com nobreza, enfrentando nossas responsabilidades para minimizar a frustração e a impotência. Mas também não precisamos carregar o peso da responsabilidade dos demais nem cair em humilhação. Portanto, adotar uma atitude prática pode ser uma boa opção para aprender com estas situações. Assim, descobriremos como não nos sobrecarregar com as responsabilidades dos outros, mas também não faremos com que os demais carreguem as nossas próprias responsabilidades.

“O homem pode suportar as desgraças que são acidentais e que vêm de fora. Mas sofrer suas próprias culpas… esse é um pesadelo da vida”.
– Oscar Wilde –

 

Como superar o sentimento de culpa?

Para superar o sentimento de culpa, existe uma série de dicas que, graças à coerência e aos valores pessoais, podem ser aplicadas em diversas situações. Vejamos quais opções podemos aproveitar.

Identifique os remorsos

Identificar as razões que causam o sentimento de culpa é o primeiro passo para a sua superação. O que devemos fazer em seguida é encontrar o que gerou este sentimento, ordenar nossos pensamentos e emoções e, então, visualizar o problema usando referências ou critérios próprios para chegar a conclusões que nos ofereçam a imagem real do que está acontecendo.

Avaliação de falhas

Uma segunda dica passa por avaliar a gravidade das falhas cometidas. Como seres errantes que somos, todos falhamos. O que nos diferencia é a forma como tratamos estes erros. Assim, a reparação consciente de qualquer dano passa pela identificação e aceitação desse dano.

Mulher se sentindo culpada

Valor do perdão

Para sermos capazes de perdoar os demais, precisamos começar praticando com nós mesmos. Essa habilidade vai nos livrar da culpa pouco a pouco, oferecendo um panorama de análise diferente. Assim, com o tempo, estaremos mais próximos de restaurar a nossa paz interior.

 

Transformação da culpa

A reparação pode aliviar a culpa, e se um perdão verbal ou um arrependimento sincero não for suficiente, algum tipo de ato simbólico pode funcionar para as pessoas que se sentiram feridas, por exemplo.

Aprendizagem do erro

Sem dúvida, a melhor opção sempre é aprender com o erro. A culpa é uma chamada para que prestemos atenção a uma lição que vai permitir a nossa evolução e avanço. Sendo assim, superar o sentimento de culpa é possível se ele for enfrentado com sinceridade, buscando uma solução que vá além das tentativas de ignorar e silenciar antes de ouvir sua mensagem por completo.

 
  • Rojas-Marcos, L. (2009). El sentimiento de culpa. Santillana Ediciones Generales, S.L. Madrid (España)