Teste de psicologia para medir a ansiedade (ISRA)

janeiro 14, 2020
O inventário de situações e respostas de ansiedade (ISRA) é um instrumento que pode proporcionar informações muito valiosas quando avaliamos um problema de ansiedade. Além disso, não apenas facilita um possível diagnóstico, mas também orienta a intervenção.

A ansiedade, em suas diversas formas de manifestação, é um dos problemas de saúde mental mais importantes. Contar com instrumentos para detectar a sua presença é imprescindível para realizar um bom diagnóstico. O teste de psicologia para medir a ansiedade (ISRA), do qual vamos falar neste artigo, conta com algumas vantagens diferenciais.

Devido a suas características estruturais, permite obter informações muito detalhadas e completas. Isso é extremamente útil em diferentes momentos do processo de psicoterapia.

No início, facilita a realização do diagnóstico e da análise funcional do problema. Posteriormente, constitui uma boa medida para avaliar o progresso e a efetividade do tratamento.

Homem com ansiedade

Teste de psicologia para medir a ansiedade (ISRA)

Situações e respostas

O teste de psicologia para medir a ansiedade (ISRA) constitui um instrumento confiável para medir a ansiedade. Sua principal característica distintiva é seu formato, focado em situações e respostas de ansiedade.

Nele, são descritas situações específicas que podem ser produtoras de ansiedade e, para cada uma delas, são apresentadas várias respostas que podem ser desencadeadas na pessoa.

Dessa forma, a tarefa do indivíduo avaliado consiste em se imaginar em cada uma das situações apresentadas e pensar em como reagiria se estivesse passando por elas. Em seguida, ele deve assinalar a frequência com que emite cada uma das respostas na situação apresentada. Por exemplo:

  • Situação: “diante de uma prova importante ou entrevista de emprego para trabalhar com algo que gosto muito”.
  • Possíveis respostas: “penso que as pessoas vão perceber meus problemas ou a falta de jeito das minhas ações”, “dou muitas voltas nas coisas sem conseguir tomar uma decisão”.

A tarefa da pessoa será anotar com qual frequência (de 0 a 4) ela reage perante uma prova ou uma entrevista de emprego pensando que os outros vão perceber sua falta de jeito ou dando muitas voltas no assunto.

Como podemos perceber, tanto as situações quanto as respostas são expostas de uma forma muito prática e específica, o que facilita a aplicação do teste.

Fatores de ansiedade avaliados

O teste de psicologia para medir a ansiedade (ISRA) permite identificar os fatores de ansiedade que são problemáticos para a pessoa. Ele mede, especificamente, quatro fatores para os quais são apresentadas situações possíveis muito específicas.

Vamos ver a seguir quais são os fatores avaliados e alguns exemplos dos itens aos quais correspondem:

  • Ansiedade de avaliação, medo de ser julgado: quando tenho que falar em público.
  • Situações sexuais e de interação social: quando uma pessoa do outro sexo está muito próximo de mim, me tocando.
  • Ansiedade em situações fóbicas: quando tenho que viajar de avião ou de barco.
  • Situações comuns da vida cotidiana: quando vou me atrasar para um encontro.

Com esse teste, é muito mais fácil compreender qual tipo de transtorno de ansiedade a pessoa apresenta e quais são as situações específicas que a disparam.

Além disso, exploramos seus modos mais frequentes de responder diante de situações específicas que provocam a ansiedade, o que nos ajuda a projetar uma intervenção personalizada.

Os três níveis de manifestação da ansiedade

Por fim, outra das vantagens comparativas do teste de psicologia para medir a ansiedade (ISRA) em relação a outros testes é que ele permite avaliar os três componentes da ansiedade separadamente. Ela se manifesta tanto no âmbito cognitivo (pensamentos), quanto no fisiológico (sintomas físicos) e motor (comportamentos).

O aspecto mais curioso e relevante disso é que, muitas vezes, esses três níveis não estão associados. Uma pessoa pode manifestar uma elevada ansiedade fisiológica e poucos comportamentos de ansiedade.

O ISRA proporciona opções de resposta próprias de cada um dos níveis para que a pessoa possa indicar com qual frequência eles se fazem presentes:

  • Cognitivo: “tenho pensamentos negativos sobre mim, como a ideia de que sou desajeitado”.
  • Fisiológico: “minhas mãos suam”, “sinto dores no estômago”.
  • Motor: “fico paralisado”, “gaguejo”.
Mulher ansiosa

Vantagens do teste de psicologia para medir a ansiedade (ISRA)

Esse teste é um instrumento muito completo que, por meio de seu sistema de interação entre situação e resposta, nos permite conhecer as reações próprias da pessoa diante de determinadas situações.

Ele nos proporciona uma medida geral da ansiedade e, além disso, um diagnóstico diferencial sobre qual dos quatro fatores de ansiedade é problemático para a pessoa.

Além disso, permite detectar o nível de manifestação da ansiedade em cada um de seus âmbitos. Tudo isso nos fornece uma ampla gama de informações sobre a pessoa em questão e seu problema. Assim, utilizando esses dados, é mais simples adaptar as técnicas de intervenção à sua problemática específica.

Miguel Tobal, J., & Cano Vindel, A. (2002). ISRA Inventario de situaciones y respuestas de ansiedad. TEA ediciones.

Cano-Vindel, A., & Miguel-Tobal, J. J. (1999). Evaluación de la ansiedad desde un enfoque interactivo y multidimensional: el inventario de Situaciones y Respuestas de Ansiedad (ISRA). Psicología Contemporánea6(1), 14-21.