"Tique TikTok" a rara síndrome infantil que aparece em todo o mundo

Muitas crianças desenvolvem tiques estranhos depois de assistir a vídeos de pessoas com síndrome de Tourette por horas. Mas os especialistas alertam: há um problema subjacente que estamos negligenciando.
"Tique TikTok" a rara síndrome infantil que aparece em todo o mundo
Valeria Sabater

Escrito e verificado por o psicólogo Valeria Sabater.

Última atualização: 02 Dezembro, 2021

Piscar os olhos, movimentos repetitivos ou bruscos, sons indesejados, gestos estranhos… “Tique TikTok” se define um comportamento incomum evidenciado por centenas de crianças quando constantemente expostas a vídeos de pessoas com síndrome de Tourette. A notícia chegou à mídia em outubro porque espaços como o The Wall Street Journal falaram sobre esse fenômeno.

Hospitais pediátricos nos Estados Unidos, Canadá ou Austrália viram nos últimos dois anos casos de adolescentes que repentinamente apresentam tiques incomuns. Esse comportamento involuntário é especialmente marcante nas meninas.

A princípio, os médicos não conseguiram encontrar a causa, porque a verdade é que os sintomas não atendiam a todos os critérios diagnósticos da síndrome de Gilles de la Tourette. Não demorou muito para que os especialistas encontrassem um elemento em comum com todos os pacientes que apresentavam essa curiosa característica: a exposição contínua a vídeos de pessoas com síndrome de Tourette no TikTok.

Por trás do fenômeno TikTok está um problema óbvio que estamos negligenciando: a exposição excessiva de nossos jovens a esses recursos tecnológicos.

criança sofrendo do fenômeno Tik Tok tic

“Tique TikTok”: em que consiste?

O fenômeno Tique TikTok teve seu início em 2019 e se intensificou durante a pandemia. Muito possivelmente, e em decorrência dos confinamentos, muitas crianças e adolescentes aumentaram ainda mais o uso desse aplicativo. No entanto, só há alguns meses é que a opinião pública tomou conhecimento disso, depois que vários médicos falaram sobre o fato.

Não foi isolado. Foi um fenômeno geral: Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Canadá e até o Hospital Materno Infantil Sant Joan de Déu, em Barcelona, relataram casos de crianças com tiques estranhos. Entre todas essas vozes de especialistas, destaca-se a da Dra. Kirsten Müller-Vahl, professora de psiquiatria da Escola de Medicina de Hannover.

Como especialista em síndrome de Tourette, uma coisa que se destaca é que essa condição é mais freqüentemente diagnosticada em crianças e surge em pessoas muitos jovens, por volta dos seis anos. Da mesma forma, cada pessoa mostra seus próprios e distintos tipos de tiques.

Porém, os casos clínicos que lhes chegaram foram de meninas adolescentes e todas apresentavam o mesmo tipo de tique. Eles estavam diante de algo novo que eles tinham que entender.

Como isso se manifesta?

A principal característica do que eles chamaram de Tique TikTok é descobrir como crianças e adolescentes desenvolvem inesperadamente tiques muito marcantes. Ressalta-se que são inconscientes e involuntários, ou seja, esses jovens (quase sempre meninas) não têm controle sobre esses gestos e expressões.

  • Eles mostram pigarros repetitivos.
  • Também aparecem caretas e piscadas involuntárias.
  • Movimentos bruscos.
  • Também é comum que expressem palavras sem sentido e com sotaques diferentes do próprio idioma.

O elemento comum a todos esses comportamentos inesperados está em um fato muito específico: todos os pacientes assistem a vídeos de influenciadores com síndrome de Tourette por horas no TikTok.

menina sofrendo de Tik Tok tic

Qual é a causa desse fenômeno?

Para começar, algo que deve ficar claro é que a simples exposição a TikTok não desenvolve a síndrome de Tourette. A própria Dra. Kirsten R Müller-Vahl explicou isso em uma pesquisa publicada há poucos meses. Mesmo assim, há uma série de dados de interesse que o especialista enfatiza neste mesmo trabalho.

Tique TikTok e transtornos de ansiedade

Esses dados são interessantes e são muito ilustrativos. Muitas das crianças que sofrem do fenômeno conhecido como Tique TikTok  já haviam sido diagnosticadas previamente com ansiedade ou depressão. Essa sintomatologia foi ainda mais intensificada durante a pandemia. O problema básico não é outro senão a frágil saúde emocional de nossos jovens.

Doença massiva induzida por redes sociais

A Dra. Kirsten R Müller-Vahl introduziu o rótulo de “doença massiva induzida por redes sociais” para definir esta condição psicológica conhecida como Tique TikTok. Na realidade, não está descartado que nos próximos anos surjam outras manifestações que poderão ser recolhidas sob a mesma definição.

Vivemos em uma sociedade em que crianças e adolescentes entendem e ocupam suas vidas por meio das novas tecnologias. Isso não seria negativo se não houvesse sentimentos de base como solidão, baixa autoestima, má gestão emocional e desejo de se sentir integrado por meio desses canais. O uso indevido das mídias sociais está moldando novas psicopatologias marcantes.

Nos últimos anos, tornou-se moda assistir a vídeos no TikTok de jovens que sofrem de síndrome de Tourette. Os algoritmos também fazem chegar conteúdo do mesmo tipo. Isso deixa crianças e adolescentes expostos por horas a tiques, espasmos e verbalizações descontrolados que acabam imitando inconscientemente.

Os tiques desaparecem, mas você tem que tratar o problema subjacente

Sabemos que a exposição constante a esses vídeos faz com que algumas crianças acabem imitando inconscientemente todos aqueles gestos. Porém, basta parar de ver esses conteúdos para que esse fenômeno seja resolvido aos poucos. Agora, o mais importante nesse caso não  é fazer com que esses tiques parem de aparecer.

O essencial é tratar a angústia latente que está na cabeça de nossos jovens. Ansiedade, tristeza, solidão ou baixa autoestima são as verdadeiras raízes do problema, não tanto o TikTok. É hora de cuidar da saúde emocional de nossas crianças e adolescentes. Fique atento.

Pode interessar a você...
Como o metaverso afetará nossa saúde mental?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Como o metaverso afetará nossa saúde mental?

Estudos de várias universidades investigam desde diferentes perspectivas como o Metaverso afetará nossa saúde mental. Não perca!



  • Basch CH, Hillyer GC, Jaime C. COVID-19 on TikTok: harnessing an emerging social media platform to convey important public health messages. Int J Adolesc Med Health. 2020 Aug 10. doi: 10.1515/ijamh-2020-0111. Epub ahead of print. PMID: 32776899.
  • Kirsten R Müller-Vahl, Anna Pisarenko, Ewgeni Jakubovski, Carolin Fremer, Stop that! It’s not Tourette’s but a new type of mass sociogenic illness, Brain, 2021;, awab316,
  • Montag, C., Yang, H., & Elhai, J. D. (2021). On the Psychology of TikTok Use: A First Glimpse From Empirical Findings. Frontiers in public health9, 641673. https://doi.org/10.3389/fpubh.2021.641673