De tudo que você está vestindo, a sua atitude é o mais importante

De tudo que você está vestindo, a sua atitude é o mais importante

24, fevereiro 2016 em Psicologia 3688 Compartilhados
Mulher com coruja demonstrando sua atitude

Para muitos, a vida como é carece de sentido. O dia a dia adquire o seu significado dependendo do jeito como vemos as coisas, as mensuramos e permitamos que nos impactem. Então, poderíamos dizer que nós, com a nossa atitude, damos forma a tudo o que acontece ao nosso redor.

Com certeza já aconteceu de você se encontrar com pessoas que estão sempre na defensiva, que sempre procuram os duplos sentidos e o lado mais negativo de toda moeda. São atitudes fechadas, pouco receptivas e inclusive imaturas. O seu mundo é pouco mais que um túnel sem saída.

A realidade adquire sentido através dos nossos pensamentos, nossos afetos e atribuições. Aquilo que você pensa, você cria. Por isso a sua atitude em relação à sua própria vida é tão importante.
Compartilhar

A relação entre atitude e personalidade

Atitude e personalidade estão sempre relacionadas. Contudo, enquanto a primeira pode ser mudada e reestruturada para um ótica mais aberta e positiva, a personalidade tem raízes muito profundas e ninguém pode nem irá mudar da noite para o dia.

Todos nós vivemos momentos obscuros, e o dia a dia sempre traz essas nuvens cinzas que não vão embora apenas com um sopro. Há situações em que em vez de lutar para ir contra algo, não há mais remédio que assumir, aceitar e manter sempre uma atitude positiva e construtiva.

A vida sempre tem dias cinzas e dias negros. Por isso, basta abrir o guarda-chuva e esperar que a chuva caia. Não há pressa, quando você menos esperar a tempestade terá se acalmado e o dia será ainda mais iluminado.
Compartilhar

A sua atitude e o jeito como você assume as coisas que lhe acontecem

Mulher com atitude na chuva

E você… de que jeito você encara as coisas que a vida gosta de lhe apresentar de vez em quando? Em primeiro lugar, cabe apontar que as atitudes se edificam através das nossas crenças, mas também através das nossas emoções, por isso, às vezes, e dependendo do nosso estado de ânimo, reagimos de um jeito ou de outro.

Lembre-se de que você sempre pode controlar a sua atitude perante às coisas. A diferença entre um bom dia e um mau dia dependerá não da roupa que você vestir, ou de como os outros lhe tratarem. Está na sua atitude e nessa força implícita que é capaz de enfrentar tudo.
Compartilhar

A psicologia social indica que as atitudes, na verdade, estão intimamente amarradas em três dimensões sobre as quais vale a pena refletir por alguns instantes:

Dimensão cognitiva

De que jeito você interpreta as coisas que lhe acontecem e experimenta? Como você as relaciona às suas experiências anteriores? Se tenho um encontro marcado e o meu parceiro não aparece, posso dizer, por exemplo, que tenho azar no amor, ou que “a minha mãe me dizia que eu nunca iria me casar”…

Isto é, criamos uma série de atribuições, crenças e representações internas que se transformam em uma atitude negativa. Com o nosso olhar construímos uma realidade que dá forma a esse negativismo.

Dimensão afetiva

Na hora de falar de emoções em matéria de atitudes, poderíamos dizer que existem três tipos de pessoas. Como você já deve intuir, existem as pessoas que mostram atribuições quase sempre negativas em relação a tudo o que as rodeia. E a origem estaria em determinadas experiências que não administraram de forma adequada.

Também existem aquelas pessoas com uma atitude geralmente positiva, e por último teríamos aquelas que optam por se deixar levar, por não tomar partido, não reagir e ser indiferente ao que acontece ao seu redor.

Dimensão comportamental

Neste caso é curioso observar como as pessoas têm uma predisposição bastante “regular” a reagir sempre do mesmo jeito frente às coisas. Há quem evite assumir responsabilidades, outros que adquirem as próprias e as alheias… Isto é, cada um, segundo as suas próprias atitudes, mostra um padrão comportamental determinado.

Mulher com balões e muita atitude

Na sua vulnerabilidade existe a força

Não é fácil, e nem se pode esperar que tenhamos uma atitude positiva todos os dias das nossas vidas. Todos temos momentos de queda, e não por isso somos mais ou menos fortes. Somos seres humanos e portanto vulneráveis, não obstante, nunca duvide: na sua vulnerabilidade também está a sua força.

Às vezes acabo chorando não porque sou frágil, e sim porque me canso de ser forte. Mas são apenas alguns segundos, logo após me extravasar, me visto novamente com a minha atitude de pessoa que pode com tudo, que obteve seu aprendizado da vida.
Compartilhar

Como manter uma atitude positiva frente à vida

A atitude positiva deve ser trabalhada a cada dia. É como uma vela para que o vento nos leve, e por isso é preciso manter o controle das três dimensões antes descritas: os pensamentos, as emoções e o nosso comportamento. Tenha então em mente estas simples dimensões.

  • A sua conotação emocional é importante: dependendo da emoção que você atribuir a uma determinada experiência, você terá uma atitude posterior positiva ou negativa.

Exemplo: não é porque fui rejeitado que irei mudar a minha atitude diante dos relacionamentos afetivos. Um “não” não me descarta como pessoa. Um “não” deve me impulsionar a encontrar alguém que se encaixe comigo.

  • Compreenda que você não pode controlar tudo: as pessoas têm limites e não podemos controlar tudo o que nos rodeia, e ainda, o mundo nem sempre pode ser como nós gostaríamos.

Exemplo: a situação econômica e social não vai bem, e por isso estou passando alguma dificuldade. Mas não por isso vou deixar de confiar nas instituições, no meu país e nas pessoas. Vou começar por confiar em mim mesmo, pois a sociedade é formada de pessoas, e eu sou parte da sociedade. Eu sou parte da mudança.

  • Aumente o seu amor próprio: se você não acreditar em você mesmo, se você não se valorizar e assumir que tem direito de errar, de aprender e de ser feliz, ninguém o fará por você. Você é o dono do seu destino, e a sua atitude é a bússola que irá lhe possibilitar subir montanhas, sempre e quando você mesmo o permitir e acreditar nisso.

Casal dançando com atitude

Imagens cortesia de Claudia Tremblay, Mariana Kalacheva

Recomendados para você