Um conto de amor no Natal - A Mente é Maravilhosa

Um conto de amor no Natal

Carolina Diamond dezembro 22, 2016 em Emoções 351 Compartilhados

Eu sabia que aquela noite seria especial, já tinha sentido e previsto que algo novo estava para marcar minha vida. Então, quando eu, de dentro da loja, vi seu olhar pela vitrine, eu soube que aquele Natal seria diferente de todos os outros. Não sei por que, meu coração parecia falar baixinho, quase um sussurro de que ele iria trazer um pouco de luz para minha vida.

Então ele entrou, sorriso meio de lado, olhar um pouco irônico quase me dizendo: não faz média, eu sei que você também me olhou – mas mesmo assim eu me fiz de desentendida. Mudei de seção e acho que mesmo sabendo que eu estava prestes a viver uma noite mágica, eu quis fugir, um pouco de medo dos fracassos de sempre, uma voz interna que gritava: cuidado!!!

De repente não o vi mais e os contraditórios que habitam meu ser começaram uma breve discussão: Como você é medrosa e boba, perdeu uma oportunidade e tanto! A outra voz dizia: foi melhor assim, ninguém merece mais uma história de dor e em pleno Natal então… Deixa ir!

amor-no-natal

Foi então que no meio da seção de hidratantes, eu escolhendo presentes, ele apareceu novamente e meu coração sentiu uma atração quase magnética, e ele perguntou: Você gostaria de ganhar esse? Eu quase não conseguia responder, mas o que tá acontecendo, me sinto quase uma adolescente. Então dei meio sorriso, sem graça e medroso e disse: é uma boa escolha!

Chegamos juntos ao caixa e ele me convidou para tomar um café logo ali na esquina, eu então derrubei os bloqueios, silenciei todas as frases prontas para me aprisionar ao medo de tentar novamente e fui, ou melhor, fomos. Nada daquilo parecia real, coisas assim não acontecem na vida real e principalmente na minha vida. Mas de alguma forma, era muito real.

Era noite de Natal, eu estava triste antes de entrar na perfumaria. Estava sozinha, não teria uma ceia e só entrei por aquela porta porque uma das vozes que moram em mim disse: compra algo pra te alegrar! E se a gente soubesse, antes de acontecer, que a felicidade muda de repente, que você entra por uma porta e muda todo o resto para sempre.

Se a gente pudesse lembrar o tempo todo que a vida surpreende

Naquela noite eu me sentia sozinha e a companhia dele encheu de vida o meu momento. Passamos do café para uma taça de vinho, depois uma garrafa, e tínhamos tanto para partilhar, estávamos os dois sozinhos, sem ceia, sem família por perto, dois estranhos no Natal, do café ao vinho, partilhando suas vidas como se fossem velhos e antigos conhecidos, e eu me pergunto se esse encontro aconteceu muito antes de agora.

O dia amanheceu, não houve beijo e nem amor. As risadas embriagadas ainda ressoavam pela cozinha enquanto ele dormia no sofá da sala. Olhei para ele por alguns segundos antes dele acordar, me olhar nos olhos e perguntar se eu queria passar o resto dos Natais ao lado dele. Ainda dou um sorriso bobo e apaixonado quando me lembro dessa história, mesmo que esse seja o décimo Natal depois daquele dia especial ao lado dele. Continuamos nossos Natais, agora com ceia e família na mesa. Aquela noite foi mágica, inesquecível, e transformou todas as outras noites e dias que vieram depois daquele primeiro dia do resto de nossas vidas.

natal em família

Um conto de amor em pleno natal e a vida sempre surpreende um coração disposto a amar, por isso, dê um lugar para o amor no meio de todo o seu medo e de toda a sua confusão. Deixe as surpresas que dobram a esquina alcançarem o seu passo, afinal, nunca sabemos em qual esquina os corações se esbarram. Aproveite e sorria para a sorte, ela te espera logo ali, na próxima esquina.

Carolina Diamond

Carol Daimond Instagram: @questaodesersite Fanpage: Questão de Ser http://www.questaodesersite.wordpress.com

Ver perfil »
Recomendados para você