O valor de iniciar mudanças – A mente é maravilhosa
O valor de iniciar mudanças

O valor de iniciar mudanças

Uma terrível tempestade. O vento atinge o oceano e levanta as suas ondas, transformando-as em formas ameaçadoras salpicadas de espuma do mar. Mas temos que ser fortes e içar velas; nossa força irá segurar o leme, vamos nos adaptar a esses movimentos das águas. Se você ficar em pânico neste momento, nós certamente iremos afundar…

Nós sabemos que as mudanças são difíceis. As mudanças, às vezes, magoam, mas são necessárias para a nossa evolução como indivíduos. Elas nos ajudam a encontrar não só a felicidade, mas também a tranquilidade e a nossa própria integridade.

É muito interessante saber que na cultura Oriental a palavra “mudança” é representada por dois ideogramas que ilustram dois termos: “perigo” e “oportunidade”. Um significado muito verdadeiro.

A necessidade do enfrentamento

Por que as mudanças nos causam medo ou incerteza? Tomemos um exemplo. Você deve mudar de cidade para encontrar um trabalho ou, simplesmente, para ter uma vida melhor. O medo de não saber se você vai ser tão bem-sucedido e a incerteza sobre o custo emocional e pessoal são, sem dúvida, os principais entraves para dar este primeiro passo que pode mudar a sua vida.

Outro exemplo. Você tem vários anos de relacionamento com uma pessoa, e você sente que não está feliz. Não é mais o que você esperava de uma relação e a cada dia que passa você está mais seguro disso. No entanto, você tem medo de deixar essa pessoa porque, ao mesmo tempo, não sabe como levar esta nova vida em solidão, ainda que não saiba como poderá continuar aguentando o seu parceiro. Não se engane: qualquer mudança gera incerteza e medo. Temos a sensação de que, por um momento, nós vamos perder o controle de nossas vidas. E poucas coisas podem ser mais angustiantes do que isso…

Sem saber como, as pessoas caem em uma realidade onde o que é conhecido é confortável, pois sabemos como devemos agir”. Ou seja, nós estamos em uma espécie de zona de conforto, onde apesar de não estarmos totalmente felizes, estamos seguros e não temos que enfrentar os perigos que há lá fora.

Toda mudança envolve uma grande quantidade de valores pessoais. Ela nos força a iniciar uma adaptação em um ambiente diferente, no qual temos que investir muito do nosso esforço físico e emocional, ao mesmo tempo em que arriscamos o nosso bem-estar e a nossa segurança.

A valentia pessoal

Para sermos capazes de embarcar nessa mudança que tanto almejamos, mas que não ousamos liderar, o primeiro passo é sermos realistas e conscientes da nossa situação atual. O que você sente agora? Acha que está realizado pessoalmente? A sua realidade é a que você quer ter, com as pessoas que você quer ao seu lado? Quando você olha no espelho, você pode dizer a si mesmo que está feliz?

É verdade que estas questões são muito importantes e difíceis de responder, mas elas podem nos ajudar a identificar a natureza dos nossos problemas, e a possível necessidade de mudança em alguns aspectos de nossas vidas, sejam elas grandes ou pequenas.

A mudança faz parte de nossa vida; ela não é um obstáculo intransponível que alguém coloca de propósito em nosso caminho. Em primeiro lugar devemos deixar de lado todos aqueles pensamentos negativos e possíveis antecipações de ameaças, que certamente servirão apenas como espinhos em nossa caminhada. Todo medo é um par de tesouras para cortar as nossas asas. E todos nós temos o direito de voar.

O principal a fazer é ir se expondo, pouco a pouco, a determinadas situações. Assim, podemos desenvolver estratégias de enfrentamento para a mudança e, ao mesmo tempo, aprender e crescer. Afinal, se não nos arriscarmos, nunca alcançaremos as aptidões necessárias para sermos corajosos e tomarmos o controle de nossas próprias vidas.

Perder o medo é apostar na felicidade. Tenho certeza de que você também deseja alcançá-la.