Para você, que ama os livros - A Mente é Maravilhosa

Para você, que ama os livros

outubro 1, 2015 em Livros 11 Compartilhados
Para você, que ama os livros

Para você, que ama os livros… que mergulha neles como se mergulhasse no mar, com a familiaridade de chegar a um lugar que já conhece e, ao mesmo tempo, com a sensação de aventura e mistério de não saber o que acontecerá a seguir.

Para você que conhece o prazer de se refugiar em um bom livro durante as tardes de chuva. Que se ajeita no sofá e sente que as horas passam voando. Que não entende que existem pessoas que se sentem entediadas, havendo tantas histórias por descobrir, tantas vidas por sonhar

Para você, que já viveu milhares de vidas, que conheceu centenas de mundos e que já viajou no tempo. Você que já se emocionou, riu e chorou através da palavra escrita. Que conhece a natureza humana porque se colocou na pele de um sem fim de personagens.

Com certeza você se lembra de livros que estabeleceram um antes e um depois na sua vida. Os primeiros contos que o maravilharam na infância, as leituras da adolescência que marcaram a sua personalidade, aqueles que você leu na idade adulta e lhe ajudaram a superar um mau momento.

É muito provável que você tenha o seu momento preferido para ler: talvez seja à noite, na cama, antes de dormir, ou talvez você prefira aproveitar o tempo que passa no transporte público, ou que você leia de tarde, em um algum momento de paz resgatado das obrigações cotidianas. Ou que você o deixe para o fim de semana como forma de recompensa.

Você sabe que ler pode ser uma evasão: você esquece os seus problemas e os pequenos dramas de cada dia para entrar em um mundo novo. É um tempo mágico no qual os pensamentos negativos não despencam, um tempo livre de estresse e de preocupações.

Contudo, ler é muito mais que a simples fuga. Porque pode servir para tomar distância, para aprender, para pensar de forma criativa ou para se fortalecer emocionalmente. Desta forma, a leitura pode servir para solucionar os problemas, ou pelo menos para ajudar a enfrentá-los melhor.

Os leitores sempre souberam destas vantagens, mas recentemente a ciência lhes deu a razão: você sabia que ler diminui o risco de padecer de demência? Aparentemente, a leitura, principalmente de histórias de ficção, melhora a reserva cognitiva e ajuda a chegar à velhice em melhores condições.

Além disso, em diferentes pesquisas, comprovou-se que a leitura aumenta a inteligência emocional e a empatia, essa capacidade humana maravilhosa de se colocar no lugar do outro e compreendê-lo. O filósofo Schopenhauer já havia alertado para isto quando afirmou que “Ler é pensar com o cérebro alheio em vez de fazê-lo como próprio”. A psicologia cognitiva e a neuropsicologia confirmaram a sua reflexão.

Essas são as conclusões mais importantes, mas se continuarmos pesquisando sobre o tema, encontraremos mais pesquisas que falam da melhoria na concentração, na memória, na capacidade de relacionar conceitos e muitos outros benefícios.

Tudo isso comprova que ler nunca é uma perda de tempo: sempre se ganha muito mais do que se perde.

Mas não nos enganemos: não é preciso conhecer esses benefícios nem enumerar essas vantagens para saber o que é o melhor da leitura. Ler é uma experiência inigualável, um maravilhoso vício sem efeitos negativos, e um prazer absoluto.

Para você que reconhece o seu vício pela leitura e que leu este artigo com um sorriso cúmplice, porque sabe do que estou falando. Para você, que como Borges, não consegue imaginar um mundo sem livros. Este artigo é para você, que ama os livros.

Recomendados para você