07 estratégias para ensinar as crianças a controlar os impulsos

07 estratégias para ensinar as crianças a controlar os impulsos

1, junho 2016 em Psicologia 452 Compartilhados
nsinar as crianças a controlar os impulsos

Muitos problemas do comportamento infantil são devido à falta de controle dos impulsos. No entanto, aprender a controlar os impulsos não é uma coisa fácil. As crianças ainda não têm o seu córtex pré-frontal completamente desenvolvido, que é a parte do nosso cérebro responsável pelos impulsos.

Se não é fácil para os adultos, por que seria para as crianças? O desenvolvimento do controle dos impulsos requer diferentes habilidades que você precisa começar a ensinar o mais rapidamente possível. São habilidades de controle que utilizamos desde as primeiras interações sociais.

A publicidade agressiva e onipresente, que visa impulsionar o consumo, torna mais difícil do que nunca ensinar as crianças a controlar os seus impulsos. Estamos acostumados a dar gratificações rapidamente e também gostamos de recebê-las. Na verdade, os estímulos que nos rodeiam nos convidam a agir rapidamente, tomar decisões sem pensar, simplesmente pelo fato de receber algo que nos trará prazer imediato e passageiro. 

O controle dos impulsos e o sucesso na escola

Embora o sucesso na escola não seja diretamente proporcional ao sucesso do futuro, o fato é que ele pode oferecer muitas oportunidades para a vida adulta. Inclusive pode facilitar muito a vida da criança, sua relação com os pais e favorece a convivência familiar.

criança-gritando-com-colegas-de-classe

O fato de uma criança aprender a controlar os seus impulsos pode ajudá-la a superar situações estressantes significativas: trabalhos de casa, testes, aprender a esperar a sua vez, aprender a ouvir e a pensar antes de agir.

Saber controlar seus impulsos também facilita a relação com outras crianças, com os professores e com os outros adultos com os quais se relaciona no âmbito educacional.
Compartilhar

Além disso, o controle dos impulsos ajuda a criança nos estudos; o autocontrole é muito mais importante do que a inteligência quando se trata de rendimento escolar, de acordo com os estudos dos neurocientistas Sandra Aamodt e Sam Wang, autores do livro “Bem-vindo ao cérebro do seu filho”.

As crianças que conseguem controlar seus impulsos são mais capazes de pensar sobre as suas respostas antes de escrever e têm mais habilidades de pensamento crítico para resolver problemas. Além disso, toleram mais frustração na resolução de problemas.

Estratégias para a criança aprender a controlar os seus impulsos

Felizmente, o controle dos impulsos pode ser aprendido e ensinado. De fato, não é algo inato. Podemos ajudar as crianças a se controlarem desde muito pequenos, de forma consciente e saudável. Mostramos aqui algumas estratégias que podemos utilizar.

Aprender a identificar os próprios sentimentos

Quando as crianças aprenderem a diferença entre sentimentos e comportamentos, conseguirão controlar seus impulsos. Por exemplo, quando a criança entender que é normal sentir raiva, mas que mesmo assim não pode “bater nos outros ou quebrar coisas”. Existem outras opções para lidar com os seus sentimentos sem reagir com violência.

Desenvolver habilidades para ouvir o outro

Muitas vezes as crianças se comportam impulsivamente porque não ouviram atentamente as instruções e agem antes de ouvir. É fundamental ensinar as crianças a ouvirem as instruções, pedir que repitam o que foi dito e que só ajam se tiverem certeza de que entenderam.

criança-ouvindo

Aprender a gerenciar e controlar a raiva

Uma baixa tolerância à frustração provoca uma série de problemas de comportamento. Por isso, você precisa ensinar as crianças a gerir e controlar a sua raiva, para que elas possam se acalmar quando estiverem chateadas. Mostre-lhes que é melhor esperar um pouco antes de agir quando estamos com raiva; isto nos dá um tempo para nos acalmarmos.

Mostre um modelo de comportamento adequado para a criança

As crianças aprendem mais pelo exemplo do que pelo que ouvem. Mostre um modelo adequado de conduta, explique como você age para controlar os seus impulsos quando tem um problema. Mostre através de um exemplo que a criança já tenha vivido ou no momento em que o fato acontece.

Mais algumas estratégias úteis

Finalmente, mais algumas estratégias que podem ajudar as crianças a controlar seus impulsos:

  • As crianças precisam aprender a resolver os seus problemas por si mesmas. Elas devem ser capazes de identificar os problemas que enfrentam, avaliar as suas opções e tomar decisões de uma forma lógica, pensada e consistente. Uma criança que não é capaz de analisar um problema e pensar nas suas opções reagirá de maneira impulsiva.

criança-pensando

  • Estabeleça regras claras que demonstrem o que você espera delas. Uma criança que sabe o que deve fazer consegue controlar os seus impulsos quando precisa tomar uma decisão, especialmente quando sabem quais são as consequências de quebrar as regras.
  • Incentive a atividade física do seu filho. Quando as crianças são fisicamente ativas, gerenciam seus impulsos com mais facilidade. Atividade física moderada ao ar livre, jogos ou esportes competitivos são especialmente úteis.

A competição é muito saudável, desde que seja de forma controlada e supervisionada por profissionais que defendem e trabalham para a não-violência no esporte, resolução de problemas e bom relacionamento entre os adversários.

Recomendados para você