3 sinais de falta de afeto em crianças

· julho 13, 2018

Tom Robbins diz que “Nunca é tarde demais para ter uma infância feliz”. No entanto, é importante que, se detectarmos sinais de falta de afeto em crianças, esses vazios sejam curados. Porque nenhuma criança merece conviver com uma falta constante do alimento que a nutre a nível emocional: o amor.

No entanto, que sinais temos que observar? Como sabemos que uma criança tem falta de afeto? A seguir, vamos descobrir algumas indicações que podem nos informar a respeito dessa situação tão pouco construtiva e desejada.

A necessidade de afeto infantil

O desenvolvimento psicológico adequado das crianças requer afeto. Ou seja, todo o carinho que é dado a uma criança em sua infância será refletido em um amadurecimento. Desta forma, ela terá clara a sua identidade e se sentirá segura de si mesma ao longo dos anos.

Bonequinho de criança

Porém, não confunda afeto com efusividade excessiva ou mimo. Estamos falando de carinho, da afinidade que se tem com os filhos, da abordagem sincera e, é claro, da intenção de criar um relacionamento saudável e pleno com eles.

Se a criança tiver o afeto necessário, consolidará sua personalidade. As experiências afetivas a ajudarão a se integrar, a encontrar referências e a aprender a agir em diferentes circunstâncias.

Por outro lado, devemos lembrar que, com o afeto que a criança recebe em seu ambiente íntimo, aprenderá o que pode esperar do mundo externo. Por isso dizemos que esta é a base para as crianças aprenderem a se conhecer e a se relacionar.

“A melhor maneira de tornar as crianças boas é torná-las felizes”.
-Oscar Wilde-

Sinais de falta de afeto em crianças

Os sinais de falta de carinho nas crianças geralmente nos mostram que algo não funciona bem na relação com seus pais. O problema tende a ser algo mais profundo: em geral, pode ser uma consequência do desconhecimento dos pais sobre o que o filho realmente necessita.

Isso pode provocar todos os tipos de problemas durante o desenvolvimento. Por exemplo, algumas crianças com falta de afeto desenvolvem comportamentos conflituosos ou agressivos ou, inclusive, um grande sentimento de insegurança ou desconfiança. Por isso é tão importante aprendermos a detectar os seguintes sinais de falta de afeto em crianças.

Falta de controle emocional

Este é um sinal fundamental, muito comum em crianças com feridas emocionais. Elas aprendem pouco a pouco a controlar suas emoções graças ao carinho e às relações interpessoais em seu círculo íntimo.

Assim, uma criança que tenha um ambiente afetivo pobre terá sérios problemas para reconhecer não apenas as emoções, mas também as normas sociais. Desta forma, logicamente, não saberá como se comportar corretamente com os outros.

Além disso, será incapaz de identificar as emoções das pessoas com as quais se relaciona, tanto negativas quanto positivas. Por esta razão, mostrará uma grande falta de empatia, o que pode causar todos os tipos de confrontos e descontentamentos.

Assim, esse tipo de criança é muito mais vulnerável, mesmo que não mostre. Este problema geralmente é mais presente em meninos do que em meninas. Eles tendem a ser educados para serem fortes e reprimir suas emoções. Por isso, se suspeitarmos de que nosso filho pode estar sofrendo desse problema, temos que nos concentrar em melhorar nossa comunicação com ele.

Isolamento e conflituosidade

Outro sinal de falta de afeto em crianças é encontrado nas relações que elas estabelecem com outras pessoas. Se costumam ser dominadas por conflitos ou as relações são inexistentes, fica claro que existe um problema.

É muito comum que uma criança com problemas emocionais demonstre pouca habilidade social. Isso as leva ao isolamento ou, diretamente, a estabelecer relações conflituosas por falta de conhecimento para estabelecer outros tipos de dinâmicas.

Por outro lado, as crianças com esses problemas demonstram pouco respeito pelas emoções dos outros. Isso agrava os problemas de frustração, falta de compreensão dos outros e descontentamento com o mundo.

Menino com carência afetiva

Insegurança

Por último, as crianças com carências afetivas geralmente demonstram um grande sentimento de insegurança. Isso ocorre porque não tiveram um desenvolvimento ideal para criar um conceito adequado de si mesmas.

Esta insegurança é demonstrada através de comportamentos muito específicos. Por exemplo, tendem à autodefesa, evitam enfrentar situações difíceis, se retraem e se isolam ou tratam de controlar ou criar conflito.

“Todos somos produto da nossa infância”.
Michael Jackson-

Como podemos ver, a falta de afeto na infância pode trazer diversos tipos de consequências negativas. Se você detectar que seu filho ou qualquer outra criança apresenta algum desses sintomas, é essencial que tente se conectar com seus sentimentos para fazê-los perceber que você se preocupa com o seu bem-estar.