5 conselhos para liderar grupos e equipes

· março 24, 2019
Você precisa liderar grupos e equipes? Descubra alguns conselhos que irão ajudá-lo a fazer isso com sucesso.

Liderar grupos e equipes não é uma tarefa fácil. Não importa quantas habilidades de liderança tenhamos, podemos cometer erros se negligenciarmos alguns aspectos essenciais. Por isso, hoje vamos descobrir 5 dicas para sermos bons líderes.

Ao contrário do que podemos acreditar, uma pessoa sem habilidades de liderança pode se tornar um líder. Apenas deve trabalhar esse aspecto e levar em conta tudo o que vamos destacar em seguida. Sem liderança, um grupo dificilmente saberá como alcançar o objetivo proposto.

Conselhos importantes para liderar grupos e equipes

1. Apostar em uma comunicação eficaz

Como apontado por José Antonio Viveros em seu livro Liderança, comunicação eficaz e resolução de conflitos, para comunicar de forma eficaz temos de observar o grupo que lideramos, saber gerenciar as emoções e escutar. Uma vez feito isso, devemos ser claros em nossas indicações.

Liderança no ambiente profissional

As indiretas ou duplos sentidos não são características de um bom líder. Um grupo de trabalho precisa de diretrizes claras e transparentes. Só assim saberão o que devem fazer. Caso contrário, os resultados não serão muito bons.

Quando comunicamos, não devemos apenas fixar o que dizemos através de palavras, mas também através de gestos. Lembre-se de que 70% é comunicação não verbal, enquanto a oralidade tem 30%.

2. Não apelar para a autoridade

Apelar para a autoridade é algo que vemos em nossa casa desde muito pequenos, com frases do tipo “porque eu sou seu pai” ou “porque eu disse, ponto final.” Este é um erro no qual não podemos cair quando lideramos grupos e equipes.

A razão é que o grupo não vê como líder quem exerce a liderança com base na autoridade. Essa posição deve ser conquistada porque não é apenas um rótulo. Apelar para a autoridade irá reduzir nossa credibilidade e isso afetará o grupo, bem como as metas e objetivos que propusermos.

3. Definir metas e objetivos periódicos

Quando somos líderes de um grupo, no momento em que não há metas ou objetivos, ele fica estagnado. Essa situação pode ser muito prejudicial, pois leva à perda de motivação, não saber para onde estamos indo e nos aproxima da nossa zona de conforto.

Se um grupo ou equipe não avança, nossa liderança está sendo malsucedida. Portanto, temos que ter um planejamento para estabelecer objetivos, desafios ou metas semanais ou mensais. Tudo vai depender do que queremos alcançar.

Como liderar grupos e equipes
4. Resolver conflitos

Para liderar grupos e equipes de forma eficaz, temos que resolver os conflitos que aparecem. É por isso que é importante não vê-los como algo negativo, mas sim como oportunidades para aprender e fazer as coisas de maneira diferente.

É importante levar em consideração que grupos e equipes são compostos de pessoas diferentes. Isso é enriquecedor, desde que seja bem administrado. A resolução de conflitos fortalecerá o grupo e permitirá que ele atinja os objetivos propostos.

Os conflitos sempre estarão presentes. Se não os resolvermos e administrarmos adequadamente, sairão no momento mais inesperado, destruindo tudo o que foi alcançado até agora.

5. Alterar funções e responsabilidades

Para evitar a zona de conforto, é importante que todas as pessoas que compõem uma equipe não façam sempre a mesma coisa. É claro que cada um deles terá algumas habilidades únicas muito importantes para o grupo, no entanto, é sempre bom explorar outros caminhos.

Se cada um dos membros de uma equipe sempre fizer o mesmo, no final será muito difícil para eles ficarem motivados. Rotinas geralmente acabam cansando. É por isso que, de tempos em tempos, será bom fazer mudanças nas funções e responsabilidades.

Mulheres no mundo corporativo

Como pudemos observar, liderar grupos e equipes não é fácil, mas com esforço e vontade, as dicas acima irão nos permitir levar o grupo a um bom resultado. O ideal é que, uma vez por mês, levando em conta os conselhos comentados, analisemos como está a situação.

Não estamos nos aproximando dos objetivos definidos? Várias pessoas da equipe estão desmotivadas? Existe um conflito não resolvido? Alguma coisa falha na comunicação? Responder essas e outras perguntas nos ajudará a melhorar nossa forma de liderar grupos e equipes.