5 tipos de maus amigos

5 tipos de maus amigos

outubro 24, 2015 em Emoções 0 Compartilhados
Tipos de maus amigos

Você já percebeu que, conforme vamos amadurecendo, a lista de amigos vai diminuindo? Pois não se preocupe, isto é normal e saudável.

É bom que você entenda que isto não acontece porque você é antissocial ou um amigo ruim. Esta experiência acontece porque as nossas prioridades e exigências mudam e variam com o amadurecimento. Talvez, por falta de tempo, você prefira investi-lo em pessoas que lhe interessam de verdade e contribuem para a sua vida com um aprendizado vital ou com algo positivo.

Falaremos dos 5 tipos de “maus amigos” para que você possa identificar se tem algum desses na sua vida. Se assim for, é possível que agora ele(a) não lhe traga muitos inconvenientes emocionais, mas acredite: com o passar do tempo você irá acabar cortando a relação.

Quais são os 5 tipos de maus amigos?

– O que é sempre melhor que você. O amigo que nunca lhe parabeniza ou se alegra por você.  Você pode passar por situações ou acontecimentos impressionantes e super motivadores: conseguir um trabalho, conseguir comprar a sua casa própria, ser super feliz com seu companheiro… Tudo isso dá na mesma, esta pessoa sempre terá algo para contar que será mais incrível ou melhor do que a sua experiência.

Também se caracterizam por não ouvir as suas preocupações. Tanto faz o que você estiver vivendo ou o que estiver passando; a vida dele será muitíssimo pior que a sua em qualquer situação. Este tipo de amigo tem origem em uma natureza competidora e insegura, por isso estar ao seu lado não faz você se sentir bem.

Um amigo de verdade sempre se sente feliz com as suas conquistas e escutará as suas preocupações com empatia. Ele o ajudará o máximo possível para melhorar e crescer.

– O que sempre tem problemas. Dá na mesma o quão incrível possa ser a sua vida, suas relações, sua situação econômica. Esta pessoa sempre estará apática e virá abaixo a qualquer momento. É um tipo de amigo que se sente triste, queixando-se de tudo constantemente, e isto faz você se sentir mal. Toda a sua vida é um drama.

São pessoas negativas que não lhe darão crédito se você disser que estão reagindo de forma exagerada. Seu modus operandi social consistirá em criar brigas constantemente em que a outra pessoa reafirme o tanto que se preocupa com ela.

Já temos drama suficiente na vida pessoal da cada um de nós para precisar ter ao nosso lado uma pessoa que esteja constantemente lhe fazendo se sentir mal. Só iremos ganhar ainda mais estresse.

– O que sempre lhe faz se sentir culpado. Este amigo se nega a crescer e a ter a sua própria vida, fazendo você se sentir mal por não querer entrar em qualquer situação que requeira um compromisso pessoal, mesmo que você não queira ou que não se sinta confortável.

O fato do seu amigo não ter vida pessoal própria não quer dizer que você não tenha o direito de se permitir viver a sua.

Não se sinta culpado. Qualquer pessoa que não queira compreender as suas necessidades pessoais não lhe compreende, e provavelmente essa barreira trará conflitos emocionais a longo prazo.

– O que nunca tem dinheiro. É bom ter em mente que esta pessoa não deve ser confundida com o amigo que trabalha muito e por alguns problemas pessoais/familiares não consegue ter uma boa situação econômica.

Mesmo passando por esta situação, se de verdade for seu amigo, não se importará em dividir uma cerveja com você, pelo menos uma vez por semana.

Este ponto é para aqueles amigos cuja escassez econômica sempre é culpa de alguém alheio a ele. Além disso, mesmo que não tenha dinheiro, não tenta nem faz nada a respeito para mudar a sua situação. O inconveniente de ter um amigo assim é que provavelmente você sempre terminará pagando por tudo.

Este tipo de amigo só gosta de você para usá-lo de forma egoísta, e sejamos sinceros, você não precisa alguém assim na sua vida para passar o tempo.

– O que não para de fofocar. São pessoas que se caracterizam por condenar e julgar a todas as pessoas que tenham ao seu redor. O mais impressionante é que suas críticas ressaltam as mesmas ações que eles mesmos realizaram no passado.

Se conversar com você, tenha certeza de que depois ele falará de você. Esta forma de ser surge tanto em mulheres quanto homens, de igual forma. Tudo que você contar a essa pessoa, ela irá transformar em uma fofoca para contar a alguém de forma mais mórbida.

Qualquer um de nós gosta de estar rodeado de pessoas com as quais possamos nos sentir seguros, e este tipo de amigo não é um bom exemplo. Talvez algum dos seus melhores e mais sinceros amigos tenham lhe contato alguma fofoca, mas alguém que constantemente está falando mal dos outros é uma pessoa sem personalidade e sem vontade de fazer o bem nesta vida.

É verdade que os amigos são medidos pela qualidade e não pela quantidade. Reveja a sua vida pessoal pelo menos uma vez na vida. Compartilhe com nossos leitores a experiência.

Recomendados para você