6 benefícios da terapia assistida por cavalos - A Mente é Maravilhosa

6 benefícios da terapia assistida por cavalos

julho 9, 2018 em Curiosidades 0 Compartilhados
Terapia assistida por cavalos

A equoterapia, ou terapia assistida por cavalos, é relativamente nova, ainda que em 460 a.C Hipócrates já falasse dos benefícios dos cavalos para solucionar problemas de saúde. Somente nos anos 60 ela realmente começou a ser usada como forma de reabilitação.

Ao montar um cavalo, o paciente começa a estimular áreas de seu corpo que nunca havia exercitado antes. Isso serve para melhorar o equilíbrio e a mobilidade, além de promover uma resposta comunicativa incrível nos cavaleiros.

Não há a necessidade de montá-los da forma convencional: às vezes eles podem montar sentados de costas, em pé ou em diferentes posturas que podem ser alternadas. O ritmo de trote do animal é semelhante aos movimentos da pelve ao andar, por isso a terapia assistida por cavalos é perfeita para as pessoas que tiveram sua mobilidade reduzida.

Também é muito recomendável para pessoas com autismo, síndrome de Down, esclerose, paralisia cerebral e muitas doenças associadas a traumas. É muito importante que tenhamos em conta que esta é uma alternativa que sempre deve caminhar acompanhada por um tratamento médico, caso contrário, será difícil notarmos progressos.

Benefícios da terapia assistida por cavalos

Pessoa acariciando cavalo

Função socializadora

Os animais costumam criar um laço especial com os seres humanos, especialmente os cavalos. A comunicação não verbal entre a pessoa e o equino reforça o vínculo afetivo que se cria: não é preciso usar palavras para que a coordenação seja perfeita. As emoções encontram espaço para fluir e a relação entre ambos acaba gerando um carinho e uma compreensão que muitas vezes é indescritível.

Cavalos no pasto

Exercício físico

A terapia assistida por cavalos implica o exercício ou uso de muitos músculos de nosso corpo. O equilíbrio, a força e a destreza (sempre acompanhados por uma pessoa que está atenta a todo momento) são fundamentais e favorecem a mobilidade das articulações, especificamente do abdômen, dos glúteos, das panturrilhas, dos braços, servindo muito bem para fortalecer a coluna vertebral.

A montaria por si só é um esporte muito completo e recomendável; se, além disso, adicionarmos a ela relaxamento causado pela temperatura corporal do cavalo, teremos uma desculpa perfeita para continuar conhecendo um pouquinho mais sobre esta modalidade.

“É nobre, forte, sensível, majestoso e perceptivo. O cavalo ensina quem souber observar.”
– Gabriel Oliverio –

Melhora da autoestima

Esta terapia consegue fazer com que as pessoas com qualquer tipo de deficiência se sintam úteis. Os animais não julgam, não caçoam e não criticam. De qualquer maneira, tratam aos humanos de forma igualitária e sem fazer distinções. Além disso, são os primeiros a agradecer qualquer gesto de carinho.

A terapia assistida por cavalos age como catalisadora de emoções mais complexas. O amor e a compreensão que um animal pode nos dar às vezes é muito mais enriquecedor do que os que algumas pessoas são capazes de dar, e isso é algo que qualquer pessoa que conviveu com um animal pode testemunhar.

Aumenta a capacidade de atenção

Melhora a concentração e a atenção, algo especialmente valioso em pessoas com TDAH. O paciente foca a relação com o cavalo, aumentando assim o domínio espaço-temporal, já que promove o pensamento pré-operativo.

De todos os pacientes com TDAH, é especialmente boa para as crianças. Neste sentido, treinar e aumentar sua capacidade de controlar e manter a atenção é importante, especialmente se, como parece, os efeitos conseguidos na terapia assistida por cavalos se generalizam ao contexto educativo. Por outro lado, a nível sensorial e cognitivo, aumentam os reflexos e a estabilidade.

Criança andando a cavalo

Relaxa e reduz o estresse

É um grande exercício para liberar a mente do estresse do dia a dia. Muitos psicólogos o recomendam para enfrentar problemas de ansiedade e estresse. Da mesma forma, também pode ser usado em alguns casos de anorexia e bulimia.

Também ajuda a se relacionar com outras pessoas que estão fora de nosso contexto habitual. Melhora o autocontrole das emoções e ensina os pacientes a expressar o que sentem de forma adequada.

Função ambiental

O paciente não sente que está em um lugar sério ou artificial, como pode ser um consultório médico. Fazer terapias com cavalos permite estar ao ar livre, um espaço muito mais natural onde nossos sentidos têm a oportunidade de se expandir, sendo mais fácil que aumente a sensação de bem-estar.

A natureza age de uma forma terapêutica, oferecendo a oportunidade única de envolver a pessoa e o animal em um mesmo contexto. Além disso, hoje em dia é uma prática que tem muitíssimos adeptos ao redor do mundo. É uma alternativa muito difundida graças aos seus incríveis benefícios em todos os níveis, ainda que seja certo que deve ser sempre acompanhada de um tratamento especializado.

Bibliografia recomendada

  • Zamarra San Joaquín, M.P.(2002). Terapia asistida por animales de compañía. Bienestar para el ser humano. Temas de hoy.
  • Barbados Sánchez, Alejandra. (2016). La eficacia de la terapia asistida con animales en personas con discapacidad. Instituto Universitario de integración en la comunidad. Salamanca.
Recomendados para você