As 6 virtudes do caráter, segundo os índios Sioux

· maio 5, 2019
Os Sioux enfatizavam muito os valores. As grandes virtudes do caráter eram cultivadas em cada membro da comunidade, desde crianças. Os atuais descendentes permanecem ligados a essa filosofia.

Os índios Sioux foram vítimas de uma das colonizações mais sangrentas já conhecidas. Isso foi uma consequência da sua impressionante resistência mesmo depois de derrotados militarmente. Mesmo assim, eles decidiram manter os seus próprios costumes e valores. Entre eles, as virtudes de caráter que os identificavam.

Para os índios Sioux, essas virtudes de caráter são muito importantes. Cada uma delas constitui um pilar sobre o qual eles constroem a sua cultura. É por isso que, ainda hoje, continuam vigentes e são transmitidas de geração em geração.

“Generoso com o último bocado de comida, sem medo da fome, do sofrimento e da morte, ele foi, sem dúvida, uma espécie de herói. Não “ter”, mas “ser”, era o seu lema nacional”.
– Charles Alexander Eastman –

Talvez sejam precisamente essas virtudes de caráter que continuam a cultivar com tanto zelo, que lhes permitiram se preservar como cultura. Todas elas marcam um ideal de ser e são inequivocamente promovidas no processo de educação privada e coletiva. Assim, essas virtudes são as seguintes.

Os índios Sioux

1. O silêncio: uma fonte de iluminação

Os índios Sioux atribuem um grande valor à palavra. Eles não acreditam que a comunicação é algo que deve ser levado frivolamente. Fala-se para realmente dizer algo, não por simples capricho ou para desabafar a instabilidade interna.

Portanto, uma das virtudes de caráter que eles cultivam com cuidado é o silêncio. Calar a maior parte do tempo e falar apenas quando necessário.

Isso se aplica especialmente à comunicação com os idosos. Não falam com eles se não for estritamente indispensável. Você aprende com eles, ouvindo-os e observando-os agir.

2. Amor: uma das virtudes de caráter dos índios Sioux

Na cultura Sioux, o amor romântico é importante, mas o amor universal é ainda mais. Esse amor faz com que cada um deles se sinta parte da comunidade e esteja disposto a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para protegê-la.

A expressão mais evoluída do amor é a amizade. Isto porque é um sentimento desinteressado, que exige nobreza e lealdade.

Os Sioux afirmam que “a amizade é o mais severo teste de caráter”. O amigo é um irmão por quem podemos dar a vida, se necessário.

3. Reverência e a ordem do universo

A reverência para os Sioux é uma maneira de nomear duas grandes virtudes juntas: respeito e gratidão. Eles acreditam que tudo o que existe é habitado por um “Grande mistério”, isto é, que cada uma das coisas e seres existentes tem uma essência impossível de compreender.

Esse desconhecimento é a fonte do respeito. A natureza e todos os seres vivos merecem ser tratados com consideração. Tudo o que desfrutamos, como por exemplo os alimentos, não podem ser usados sem antes agradecermos pelo serviço que estão nos prestando.

4. Generosidade: porque somos todos um

Para esta comunidade maravilhosa, o apego às posses traz apenas tristeza e limitações. Portanto, promovem a generosidade em todas as suas formas. Eles acreditam que isso traz boa sorte e felicidade. Cada um deve tentar dar o melhor de si e do que tem.

Dessa forma, é muito comum que, em cerimônias de casamento ou similares, outros membros da comunidade deem aos homenageados tudo o que possuem.

Eles podem até ficar sem nada para dar ao outro. Isso é bem visto e celebrado. Da mesma forma, costumam fazer banquetes e convidam os idosos ou os mais necessitados.

5. Valores e coragem: necessários para seguir em frente

Um modelo para os Sioux é alguém que demonstra coragem em todas as provas da vida. Não importa se é homem, mulher ou criança. Se ele é corajoso, todos o admiram e querem ser como ele ou ela.

Desde crianças, os Sioux aprendem que a coragem é necessária para evoluir e manter a dignidade em todas as circunstâncias.

Uma das grandes virtudes do caráter para os Sioux é a coragem, e a principal característica dessa coragem é a capacidade de autocontrole. Para eles, o mais corajoso não é o mais agressivo, mas o mais estratégico: aquele que enfrenta os riscos com inteligência e tranquilidade.

As virtudes do caráter

6. Índios Sioux: a castidade e o valor da conquista

Para os ocidentais, a castidade não é mais uma virtude. Pelo contrário, é considerada uma limitação ou um defeito. No entanto, para a cultura Sioux, era uma das grandes virtudes do caráter, porque eles valorizavam o namoro e a conquista amorosa.

Os jovens tinham que provar a sua capacidade e coragem para serem escolhidos por uma garota. A castidade era um teste de caráter e autocontrole, porém não era reservada somente para as mulheres, mas também para os homens. Eles partiam do princípio de que a união sexual deveria gerar vínculos a longo prazo.

Como você pode ver, os Sioux têm toda uma filosofia de vida que certamente foi muito útil nos difíceis processos sociais pelos quais passaram. Talvez essas virtudes de caráter também possam contribuir para aqueles que vivem em uma realidade em que os grandes valores se tornaram cada vez mais obsoletos.

  • Parra González, J. (2014). No somos pieles rojas. Los sioux en la Historia y el Cine.