7 filmes sobre esquizofrenia

O cinema nos oferece grandes oportunidades de conhecer circunstâncias muito diferentes das nossas. Assim, tomando a sétima arte como referência, hoje falaremos um pouco sobre a esquizofrenia.
7 filmes sobre esquizofrenia

Última atualização: 10 janeiro, 2022

De todos os transtornos psicóticos a esquizofrenia é, em média, um dos mais limitantes. De fato, a gravidade dessa doença implica que cerca de 50% das pessoas afetadas ficam incapacitadas. Se você deseja saber como ela funciona e por que pode apresentar efeitos tão devastadores na qualidade de vida das pessoas, te convidamos a assistir a esses filmes sobre esquizofrenia que vão te fazer refletir bastante.

A vida desses personagens é uma manifestação clara de força, coragem e, acima de tudo, nos ajuda a compreendera realidade em que eles se encontram.

1. Benny & Joon, corações em conflito (1993)

Benny & Joon é um filme americano de 1993 estrelado por Johnny Depp e dirigido por Jeremiah S. Chechik.

Joon é uma jovem que após a morte dos pais começa a experimentar alucinações e delírios, vivendo em um universo totalmente imaginário. Então, seu irmão dedica todos os seus esforços para cuidar dela, embora a chegada de Sam faça com que os problemas e o amor se intensifiquem.

https://www.youtube.com/watch?v=6zpWoH9jkFY

2. Uma mente brilhante (2001)

Esse é um filme sobre esquizofrenia baseado em uma história real. Ele conta a vida de John Forbes Nash, um matemático com esquizofrenia paranoide que ganhou o Prêmio Nobel em 1994.

Conforme afirma um estudo realizado pela Universidad de la Frontera em 2016, esse filme mostra biograficamente como esse matemático americano:

  • Teve que enfrentar situações extravagantes e confusas até reconhecer que sofria de esquizofrenia.
  • Além disso, ele também teve que enfrentar problemas (tanto médicos quanto familiares) para controlar a própria doença e seguir em frente com sua vida e casa, além de realizar seu sonho de ser professor na Universidade de Princeton e, eventualmente, receber o Prêmio Nobel de Economia em 1994.

Resumindo, Uma mente brilhante mostra a evolução da doença de Nash e a importância da conscientização sobre a doença nesses casos.

3. Cisne negro (2010)

Darren Aronofsky dirige este filme fantástico. O roteiro segue os passos de uma dançarina (interpretada pela atriz Natalie Portman), que começa uma busca pela perfeição artística.

Porém, ao longo da trama de Cisne Negro acontecem eventos que fazem o espectador se perguntar o que realmente está acontecendo.

4. Diário íntimo de Adèle H. (1975)

Esse filme é um clássico. O filme Diário Íntimo de Adèle H. É baseado na vida de Adèle Hugo (uma das filhas de Victor Hugo).

Esse longa metragem nos mostra os problemas físicos e mentais desta personagem, principalmente os relacionados à maneira obsessiva que ela tinha de experimentar um amor não correspondido; uma sensação que acabou a consumindo.

5. Alguém para dividir os sonhos (1993)

Esta obra dirigida por Sergio Corbucci mostra a amizade entre um jovem com esquizofrenia e um veterano da Guerra do Vietnã. Essa relação começa quando eles se encontram em um abrigo para pessoas sem-teto.

De alguma forma os dois encontram o reflexo de si mesmos no outro, sentindo uma grande identificação.

6. Donnie Darko (2001)

Este é um dos filmes cult mais proeminentes até agora. Ele foi dirigido por Richard Kelly e mostra através de realidades paralelas e viagens no tempo a história de um adolescente com esquizofrenia e sonambulismo.

Graças a Frank, um estranho personagem vestido de coelho, Donnie é salvo da morte e um universo paralelo é criado, composto por uma realidade que não deveria acontecer. No entanto, Frank o avisa que em 28 dias será o fim do mundo, e a partir daí Donnie se esforça para evitar que isso aconteça, tentando voltar no tempo para se livrar de alguns acontecimentos trágicos. A questão é: eles são reais ou não?

7. K-Pax – O caminho da luz (2001)

K-Pax fala sobre a vida de Prot, um homem de quem nada se sabe que afirma vir de um planeta distante (K-Pax) para o qual ele deseja retornar em algum momento. As informações que ele fornece sobre este planeta são verdadeiras, embora elas sejam conhecidas apenas por alguns astrofísicos. No entanto, isso não significa que ele não tenha uma doença mental.

Prot é internado em um hospital psiquiátrico por suas crenças delirantes e revoluciona a vida do resto das pessoas no centro, bem como a visão do psiquiatra dele. Ao longo do filme a história de Prot se desenrola e as razões pelas quais a mente dele criou uma história paralela para protegê-lo do que aconteceu em 27 de abril.

Sem dúvida K-Pax é um filme que nos faz refletir e rompe muitos mitos sobre as doenças mentais.

É muito difícil para os personagens desses filmes diferenciar o que é real do que não é. Essas são histórias que nos permitem ter uma ideia das dificuldades que as pessoas com este transtorno precisam enfrentar.

Em todas as histórias existe uma parte ficcional, mas também uma relação honesta com a complexa realidade enfrentada diariamente por diversas pessoas reais.

This might interest you...
Dificuldades cotidianas das pessoas com esquizofrenia
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Dificuldades cotidianas das pessoas com esquizofrenia

As pessoas com esquizofrenia sentem que, além de ter que conviver com o transtorno, também têm que fazer isso com a incompreensão e a estigmatizaçã...