7 maravilhosos provérbios hindus - A Mente é Maravilhosa

7 maravilhosos provérbios hindus

Maio 5, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Provérbios hindus

Os provérbios hindus condensam a sabedoria desse povo milenar e extremamente rico em história e cultura. O misticismo e a espiritualidade sempre ocuparam um lugar de destaque nesse universo.

A cultura hindu é absolutamente fabulosa. Nela há uma mistura surpreendente de expressões resultantes de muitos povos diferentes. É por isso que a sua riqueza é imensa e se reflete em todas as suas manifestações culturais, incluindo os provérbios.

Na cultura hindu há influências árabes, budistas, inglesas e portuguesas, além das óbvias contribuições das culturas locais. É por isso que os provérbios hindus se tornaram uma amostra multicolorida de perspectivas sobre a vida. Neste artigo falaremos sobre sete deles.

“O que o cego consegue ver, mesmo que uma lâmpada seja colocada em sua mão?”
– Provérbio hindu –

1. A adversidade nos provérbios hindus

Um dos mais belos provérbios hindus fala sobre a adversidade. Diz: “Não há árvore que o vento não tenha balançado”. É uma linda metáfora para lembrar que nada nem ninguém escapa da adversidade. Isso é inevitável.

Deus hindu

Os maus momentos são como aquele vento que sacode os galhos da árvore e desafia a sua estabilidade. O que se destaca na mensagem é o fato de que, independentemente da vida que levamos, estamos sempre expostos a momentos de crise que não devem ser vistos como algo estranho, porque a adversidade faz parte da vida.

2. Um coração em paz

O tema da paz interior é um dos mais recorrentes nos provérbios hindus. As suas religiões e filosofias frequentemente se referem a um estado de equilíbrio no qual a tranquilidade é alcançada e a paz é selada consigo mesmo e com o mundo.

Assim, um dos provérbios hindus diz: “O coração em paz vê uma festa em todas as aldeias”. Isso significa que tudo começa dentro de cada um de nós. Se o espírito está em paz, tudo está bem no mundo exterior. Da mesma forma, as guerras internas nos levam a ver tudo de forma mais obscura.

3. A leitura e a ação

Em relação à leitura, um dos provérbios hindus diz o seguinte: “Os ignorantes são superados por aqueles que leem livros. São eles, aqueles que aprenderam com a leitura, que entenderam o que leram, que colocam as mãos à obra”.

A mensagem, neste caso, visa dar uma grande importância ao cultivo do intelecto e à ação baseada no conhecimento. Estabelece uma escala que começa com a leitura, continua com a assimilação do que foi lido e conclui com a ação baseada no conhecimento.

Sabedoria dos livros

4. Sobre a generosidade da alma

A maioria das filosofias concordam em defender a solidariedade e a fraternidade como valores supremos. Esses valores são o que nos tornam uma raça sujeita às mesmas vicissitudes e com um destino em comum.

É por isso que um dos provérbios hindus diz: “A árvore não nega a sua sombra, nem mesmo ao lenhador”. É uma afirmação poética para indicar que esta missão de servir aos outros abrange até mesmo aqueles que nos prejudicam. Mais do que uma troca, é uma missão de vida.

5. O caminho para a felicidade

Não existem muitos caminhos reais para alcançar a felicidade, mas um deles, sem dúvida, é realizar ações nobres para os outros. Isso é lembrado por um dos provérbios hindus que diz: “Se você quer ser feliz, deve desejar a felicidade dos outros também”.

A felicidade pessoal sempre influencia a felicidade dos outros. É muito mais fácil se sentir bem com a vida e o mundo quando os que nos rodeiam também estão felizes. Quem procura ferir os outros não consegue alcançar a felicidade.

Monge budista meditando

6. O plantio e a colheita

Todos os acontecimentos da vida estão entrelaçados. As coisas acontecem porque existe uma causa que as cria. No entanto, tendemos a ver os diferentes momentos como situações isoladas. Muitas vezes não notamos que estamos sempre semeando e também colhendo.

Com referência a isso, um dos provérbios hindus diz: “O bem que fizermos no dia anterior é aquele que nos trará felicidade pela manhã”. Tem a ver com a ideia de que a bondade para com os outros resulta em felicidade pessoal.

Flor de lótus

7. O oceano e a gota de água

O particular e o universal não são conceitos excludentes, e estão sempre intimamente ligados. Eles se correspondem e se determinam mutuamente. No universal, muitos elementos particulares estão presentes. E o particular também inclui um universo.

É exatamente isso que esse provérbio hindu diz: “Deus também está oculto no oceano e em uma gota de água”. Neste caso, a palavra “Deus” não deve ser tomada literalmente. Refere-se a essa ideia de “superior”, e não a uma divindade específica.

Todos esses provérbios hindus têm em comum a beleza e a profundidade. Essa cultura tem maneiras muito específicas de se manifestar, e isso fica muito claro nessas afirmações que fascinam e engrandecem o espírito.

Recomendados para você