5 ações significativas para enfrentar a pandemia de coronavírus

maio 22, 2020
Existem ações significativas que estão ao alcance da maioria das pessoas e constituem uma maneira de enriquecer a nós mesmos e de nos prepararmos para enfrentar as consequências da pandemia.

A crise causada pela pandemia do coronavírus tem uma infinidade de implicações e envolve inúmeras mudanças na vida de todos nós. São muitas as pessoas que querem ajudar, mas que não sabem como ou acham que não têm uma possibilidade real de fazer isso. No entanto, existem ações significativas com as quais qualquer um de nós pode contribuir.

Para grande parte da humanidade, está claro que é hora de mostrar solidariedade, apesar da necessidade de nos mantermos fisicamente distantes uns dos outros. Todos nós seremos afetados por essa situação, em maior ou menor medida, e é por isso que a ajuda mútua se torna relevante, especialmente entre as pessoas que não têm poder ou grandes recursos.

Em princípio, o objetivo comum é cuidar uns dos outros e atingir os objetivos da quarentena, em particular ajudar a reduzir o índice de contaminação. Mesmo mantendo o confinamento, podemos realizar ações significativas para conseguir lidar com tudo isso mais facilmente. De quais ações estamos falando? Vamos apresentar cinco delas a seguir.

“Um a um, todos somos mortais. Juntos, somos eternos”.
-Apuleio-

Mulher em quarentena

1. Lide com a sua angústia

Um dos aspectos mais difíceis de suportar nessa crise é a incerteza. Ninguém sabe ao certo como tudo isso vai terminar, quais serão as consequências e qual será o impacto em cada um de nós. De fato, ninguém sabe se vai se contaminar, se vai conseguir contar com a ajuda médica necessária ou se vai ser capaz de vencer a infecção.

Tudo isso é suficiente para gerar um acúmulo significativo de ansiedade. Algumas pessoas vão ser afetadas mais gravemente, enquanto outras vão conseguir superar mais facilmente a infecção, mas a verdade é que todos nós carregamos o peso da angústia. Portanto, uma das ações significativas nesse momento é cuidar com atenção desse excesso emocional.

Isso significa aumentar nossa capacidade de processar aqueles momentos de ansiedade pelos quais passamos. Além disso, não devemos descarregar essa angústia nos outros, na forma de agressividade, intolerância ou irritabilidade.

Se nos dedicamos a isso, com certeza seremos capazes de encontrar maneiras de relaxar ou de nos distanciarmos se estivermos nos sentindo mal. Também podemos procurar ajuda, pedir para que nos ouçam, de uma maneira madura e amigável.

2. Evite o conflito

Um dos efeitos da ansiedade mal administrada é o desejo de provocar conflitos. Estamos tensos e uma boa discussão ajuda a liberar uma pouco dessa angústia que está no nosso interior. No entanto, isso pode acabar sendo pior, porque esses conflitos também deixam marcas e alimentam sentimentos e atitudes negativas nos outros.

Definitivamente, não podemos nos comportar o tempo todo como se fôssemos inatingíveis. É claro que quase todos nós, de alguma maneira, vamos ter algum conflito com os outros durante o confinamento. O importante é prestar atenção para que isso não se torne uma dinâmica habitual. Outra ação significativa é evitar o conflito, especialmente por razões que não valem a pena.

3. Mantenha-se ocupado

Você não precisa usar a quarentena para fazer a maior obra da sua vida, como alguns andam sugerindo. Cada um deve decidir como se sente mais à vontade com o seu tempo. Alguns vão priorizar o descanso, especialmente se fizer muito tempo que não têm essa possibilidade ou se estiverem se sentindo muito sobrecarregados com a situação.

Nesse sentido, ocupar parte do seu tempo com alguma coisa que faça você se sentir útil pode melhorar o seu humor e a sua disposição. Ao encontrar atividades com as quais nos sentimos bem, a própria evolução no trabalho proposto é o que vai despertar a nossa atenção.

4. Ligue para os seus amigos

Esse é um momento propício para tirar o pó da agenda de amigos e conhecidos. Por que não ligar para saber como eles estão e sentir a presença de alguma companhia? De fato, essa também é uma maneira de encontrar novos estímulos e transcender o espaço reduzido que as paredes da sua casa representam.

Uma das ações significativas no momento que estamos vivendo é cultivar e enriquecer a amizade. Saber que não estamos sozinhos, ficando juntos mesmo que à distância, nos dá força moral. Pense especialmente nas pessoas que estão passando pela quarentena sozinhas e naquelas para as quais o contato de um amigo tem um grande valor.

Compartilhar momentos com a família

5. Compartilhar é uma das ações mais significativas

Uma das lições que vamos levar dessa crise é aprender a compartilhar mais. Se uma atmosfera de união e ajuda mútua prevalecer, será mais fácil para todo mundo lidar com a situação e superá-la.

Todos nós embarcamos na mesma aventura e a sorte coletiva depende, em grande parte, das ações individuais. Que todos esses momentos difíceis nos façam lembrar que fazemos parte da mesma espécie e que dependemos uns dos outros.

O simples fato de pensar em como ajudar já é uma das ações significativas, pois pressupõe a adoção de uma atitude construtiva. Pensar nos outros e procurar maneiras de ajudar é algo que, na maioria dos casos, faz a gente se sentir mais forte e otimista.