Por que existem amigos que fazem ghosting?

O ghosting (abandonar alguém sem dar explicação) não ocorre apenas nos relacionamentos amorosos. Também é comum entre amigos, sendo igualmente doloroso.
Por que existem amigos que fazem ghosting?
Valeria213

Escrito e verificado por a psicóloga Valeria213 em 15 Novembro, 2021.

Última atualização: 15 Novembro, 2021

Existem amigos que fazem ghosting, uma forma de agressão muito destrutiva para quem a sofre. Há pessoas que desaparecem de um dia para o outro por vontade própria e sem dar qualquer explicação, deixando os que ficam se perguntando o que aconteceu, o que fizeram para receberem esse sumiço em troca.

Aquela pessoa que pensávamos conhecer e em quem depositamos toda a nossa confiança pode nos trair sem que saibamos por quê.

O termo ghosting, embora tenha uma denominação moderna, na verdade define uma prática antiga. Ele sempre aconteceu, tanto nas relações amorosas quanto em qualquer outro tipo de vínculo. Hoje em dia os mecanismos são diferentes e fazem com que o ghosting seja mais fácil: basta não atender ligações e ignorar o WhatsApp.

No entanto, embora estejamos diante de um fenômeno tão antigo quanto o das próprias relações humanas, existe um fato incontestável e frequente. Saltar de parceiro em parceiro ou de amizade em amizade é comum para algumas pessoas, mas em muitos casos isso é vivido de forma traumática por aqueles que sofrem aquela ausência significativa.

Cada vez mais pessoas vítimas de ghosting chegam aos consultórios dos psicólogos. Esta é uma experiência com um forte impacto na autoestima.

Menina chorando diante do celular

Ghosting entre amigos, uma experiência dolorosa

Dizem que a falta de resposta (ver a mensagem enviada sem a confirmação de leitura no WhatsApp) já é uma resposta óbvia de que alguém não está interessado em nós. No entanto, como aceitar isso? Como presumir que aquele amigo com quem tínhamos tanta ligação e em quem confiávamos não quer mais saber nada sobre nós?

Parece que às vezes os relacionamentos se dissolvem como alguém despejando uma aspirina em um copo d’água. Só que a dor, em vez de desaparecer, se intensifica. Embora seja verdade que nos últimos anos essa experiência está se tornando cada vez mais comum, a literatura científica sobre o assunto é bastante recente.

Um exemplo disso é o estudo realizado pelo Dartmouth College em Hanover e Roanoke College em Salem, que constitui uma primeira tentativa de entender por que há parceiros e amigos que encerram o relacionamento sem dar qualquer explicação.

Algo que parece ser evidente é que o ghosting é muito mais comum entre amigos do que nos relacionamentos amorosos. No entanto, este fato não o torna menos doloroso. Vamos analisar as possíveis causas que orquestram esse fenômeno.

A que se deve essa inexplicável ausência?

Os amigos que fazem ghosting são pessoas que, de repente, nos deixam no meio do deserto sem explicação. Não sabemos a que se deve esse comportamento, mas o que vivenciamos é a sensação de estarmos perdidos. Como chegamos a essa situação?

  • Primeiro, cortar um relacionamento sem explicação revela uma certa imaturidade pessoal. Obviamente, este não era o tipo de amigo que acreditávamos ter originalmente. Isso é algo que devemos assumir.
  • Suas prioridades são outras. É possível que, por um tempo, essa amizade tenha sido enriquecedora, mas pode chegar um momento em que os interesses e gostos daquela pessoa mudem completamente.
  • Outro fato óbvio é que há aspectos nossos dos quais ele não gostou. Talvez nossos ideais ou nossa personalidade fossem mais incômodos do que enriquecedores.
  • Outras amizades mais significativas aparecem. É bem simples. Às vezes, podemos conhecer pessoas com quem temos uma ligação maior e dispensamos nossos amigos “antigos”. O desconforto ou medo de ser honesto a esse respeito leva o amigo a escolher o ghosting.

Por outro lado, outro fator pode aparecer. Esse amigo pode ter problemas pessoais de qualquer tipo e sua resposta é se isolar e impor distância. Isso é algo que nunca podemos descartar.

Muitas pessoas que fazem ghosting sabem que a melhor coisa a fazer seria ser honesto e ter uma conversa. No entanto, a vergonha e o medo de como o outro pode reagir fazem com que optem pela estratégia mais simples: desaparecer e não responder às mensagens.

Homem triste olhando para o celular

Como lidar com o sumiço de um amigo?

O fenômeno dos amigos que fazem ghosting aumentou depois da pandemia. É como se, durante esse tempo de separação e isolamento, muitos tenham optado por reformular seus relacionamentos e seguir em frente. Esta decisão é totalmente permissível, mas deve ser tomada com honestidade, e não optando pelo silêncio e pela “não resposta”.

Agora, como podemos lidar com essas situações? Visto que é muito comum sofrer essa experiência, como agir diante dela? Estes conselhos podem ajudar:

  • Quando um amigo não responde às suas mensagens, é importante ter certeza de que está tudo bem. Converse com terceiros e fique de olho nas suas redes sociais (se você as tiver). O mais comum é descobrir que, embora não responda ao WhatsApp, ele continua a postar fotos no Instagram ou Facebook.
  • Assim que você perceber que a pessoa não quer responder ou fazer contato com você, desista. Exclua seu contato do celular e também das redes sociais. Este é um primeiro passo muito necessário e saudável.
  • Você também precisa lembrar que o mau comportamento de alguém não define o seu valor. A culpa não está em nós, está na pessoa que pratica o ghosting, em quem há uma evidente falta de maturidade e honestidade.

Além disso, há um ponto óbvio: é muito difícil lidar com algo doloroso quando nem sabemos o que é. Essa experiência estará sempre conosco.

Porém, na dúvida a respeito de por que aquele amigo nos deixou, só podemos responder algo muito simples: os verdadeiros amigos ficam, os falsos são como as folhas que caem das árvores. No final, o vento os leva embora.

Pode interessar a você...
Como lidar com um fim de relacionamento inexplicável (ghosting)
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Como lidar com um fim de relacionamento inexplicável (ghosting)

O que fazer diante de um fim de relacionamento inexplicável, quando de um dia para o outro a pessoa simplesmente desaparece?



  • Freedman G, Powell DN, Le B, Williams KD. Ghosting and destiny: Implicit theories of relationships predict beliefs about ghosting. Journal of Social and Personal Relationships. 2019;36(3):905-924. doi:10.1177/0265407517748791