Aplique a abundância na sua vida!

Aplique a abundância na sua vida!

novembro 25, 2015 em Curiosidades 407 Compartilhados
Conheça o princípio da abundância

O que é ser abundante?

Ser abundante significa ter uma grande quantidade de algo, mas esse “algo” não se refere a termos financeiros, e sim ao sentido mais amplo da palavra.

Posso ser abundante porque viajo com minha família, porque ajudo os outros, porque me dedico ao que me apaixona…

Portanto, a abundância deve ser entendida em sentido amplo. Não pense unicamente em dinheiro, pense no que faz com que você se sinta bem e feliz.

A primeira pergunta que nos temos que fazer é:

Como nos sentimos: abundantes ou carentes?

A influência das crenças que nos limitam

Conforme sustenta o psicólogo Enric Corberá, existem diversas crenças limitadoras que temos arraigadas em nossa mente e que nos impedem de viver na abundância.

O trabalho ou a ideia que temos do trabalho é uma dessas crenças limitadoras, pois partimos do pressuposto de que para receber, temos que dar. Acreditamos que só merecemos as coisas pelo trabalho duro, o esforço e o sacrifício que realizamos para obtê-las.

Parece que se obtivermos abundância sem esforço, estamos fazendo algo mau.

 Conheça o princípio da abundância

Quando alguém nos ajuda sem pedir nada em troca, estamos acostumados a pensar: o que a pessoa quer? Por que me ajuda? O que espera de mim? Não conseguimos imaginar que nos ajuda porque quer fazê-lo, porque se sente bem ajudando, sem esperar nada.

Outra das crenças limitadoras que temos arraigadas é o apego ao que possuímos. Temos medo de perder o que possuímos. Medo de perder o nosso parceiro, de perder dinheiro, de perder o emprego.

Conheça o princípio da abundância

Mas a realidade é que, quando se tem, deve-se estar disposto a deixar ir para que entre o novo. Por exemplo, se eu tiver um parceiro que já não me quer ou não quer estar comigo, é melhor deixá-lo ir. Essa é a única forma que permitirá entrar alguém novo em minha vida, ou que não entre ninguém, mas que eu viva minha solidão com alegria e me descubra como pessoa.

Em muitas ocasiões, tendemos a perseguir dinheiro ou outros símbolos de riqueza como um relógio caro, um carro, etc. Uma pergunta essencial neste sentido é: por que eu quero isso?

Se a resposta for “para obter status”, o que nossa forma de perseguir o dinheiro ou os símbolos denota é que nossa autoestima não está bem, porque precisamos de algo que simbolize um status para a sociedade, e não para nós mesmos.

Se nos sentirmos pequenos e pouco merecedores, é isso receberemos, pois o inconsciente nos trará o que acredita que merecemos.
Compartilhar

Como obter a abundância em nossas vidas?

Se partirmos da base de que vivemos na abundância, simplesmente devemos melhorar alguns aspectos da nossa forma de pensar para nos sentirmos abundantes.

Melhorar nossa autoestima

Nossa autoestima ou a consideração que temos de nós mesmos é um aspecto que devemos melhorar para obter a abundância. Geralmente, a ideia que temos de nós mesmos depende do que os outros pensam de nós, e isso não deveria ser assi.

Walter Riso, psicólogo argentino, nos dá algumas chaves para melhorar a autoestima:

– Fomente o autoelogio. Não devemos nos castigarmos com palavras negativas sobre nós, e sim nos elogiarmos com palavras positivas. Faça isso, é excelente!

– Premie-se. Quando obtiver algo positivo em sua vida, premie-se. Não é necessário presentear-se com coisas caras; se você gosta de doces, coma alguns, se você gosta de cinema, vá de vez em quando.

– Elimine as crenças repressivas. Por exemplo, o autocontrole dos sentimentos. É certo que devemos impor certos limites, mas não devemos nos esquecer de aproveitar e de sentir, deixando de lado, às vezes, o racional.

– Não se envergonhe dos seus sucessos e seus esforços. Tente reconhecer as suas conquistas e não se recriminar.

“O importante, então, não é ser belo, e sim gostar de si mesmo.”

– Walter Riso –

A abundância e o amor

Mudar as crenças que nos limitam

Para conseguir viver na abundância, é fundamental superar as crenças limitadoras que temos programadas.

Para conseguir ter abundância sem esforço e sem sofrimento, devemos permitir que entrem coisas novas em nossas vidas, não devemos sentir apego pelo que possuímos e não devemos perseguir o dinheiro ou símbolos de riqueza.

Agradecer

É importante ser grato por todas as circunstâncias da nossa vida, pelas suas luzes e suas sombras. A gratidão é uma das atitudes mais transformadoras do ser humano.

Pratique o desapego

Se perder alguma coisa, pense que chegará algo melhor, e que esse vazio deixado pelo que se foi pode ser preenchido por outra coisa, outra pessoa, outra circunstância.

Texto original em espanhol de Arantxa Alvaro Fariñas.

Recomendados para você