As redes sociais podem nos afetar?

As redes sociais podem nos afetar?

Última atualização: 18 fevereiro, 2022

A tecnologia busca nos aproximar daquelas pessoas que estão a quilômetros de distância de nós. No entanto, nem tudo é tão positivo. Em alguns casos, essas mesmas redes sociais podem nos afetar muito. Quais são os diferentes problemas que podem surgir do uso excessivo das redes sociais?

Sentimentos de inferioridade

Todos nós tendemos a nos comparar com aqueles ao nosso redor e tendemos a mostrar apenas o que nos deixa orgulhosos. Isso nos leva a um grande problema: cada vez que visitamos nosso Facebook ou Twitter, veremos 70% das postagens em que nossos amigos falam sobre seus triunfos, as imagens no Instagram onde comemoram sua nova promoção ou no Foursquare, os lugares que visitam na companhia de seu parceiro e outros amigos.

Isso nos leva a comparar imediatamente nossas posses, relacionamentos, sucessos ou nível econômico com o que supomos que eles tenham. Esse sentimento não é necessariamente negativo se permanecermos conscientes de que cada um tem sua realidade e conquistas. Pode até ser um incentivo para melhorar e estabelecer novas metas.

Por outro lado, se nos concentrarmos em minimizar o que temos, pensando que nunca teremos o mesmo que eles, estaremos caindo no círculo vicioso da infelicidade que é difícil de deixar.

Vício em redes sociais

Já existem muitos vícios na vida cotidiana e pode até parecer que não há nada de errado em checar constantemente nosso Facebook para ver novas postagens de nossos amigos ou Pinterest para “fixar” mil imagens em um minuto. Mas se estivermos constantemente fazendo essas atividades, podemos cair em um vício tão perigoso quanto qualquer outro.

Se percebermos que passamos mais tempo em nossas redes sociais do que fazendo nossas atividades diárias, seria uma boa ideia impor um horário para elas e não exagerar.

Solidão

Ironicamente, as redes sociais estão criando pessoas solitárias quando um de seus objetivos é ser uma forma de elo entre aqueles que estão separados por grandes distâncias. A causa disso é que paramos de interagir com as pessoas ao nosso redor para atualizar nosso status ou para que outras pessoas saibam o que estamos fazendo.

Isso pode fazer com que nossas relações interpessoais sejam afetadas, e assim acabamos nos distanciando totalmente daqueles que nos são mais próximos. Podemos evitar a solidão criada pelas redes sociais se, em vez de passar tanto tempo compartilhando status no Facebook, nos encontrarmos com nossa família e amigos para nos divertirmos.

Como evitar que as redes sociais nos afetem?

As redes sociais existem para nos ajudar a entrar em contato com nossos entes queridos que estão longe, facilitar nossa vida profissional e relaxar. Para evitar que elas nos afetem, apenas lembre-se do propósito delas e não dê a elas mais importância do que elas têm.

Assim, quando vemos que alguém está tendo mais sucesso do que nós, podemos pensar em tudo que essa pessoa teve que trabalhar para alcançar e estabelecer metas que nos farão alcançar nossos objetivos.

Pode interessar a você...
A Lei de Wilcox-McCandlish e os debates nas redes sociais
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
A Lei de Wilcox-McCandlish e os debates nas redes sociais

A lei Wilcox-McCandlish fala sobre a lógica, ou a falta de lógica, que prevalece nos debates que acontecem nas redes sociais. Saiba mais!