Ter um bom relacionamento é fácil se você souber como

Ter um bom relacionamento é fácil se você souber como

novembro 2, 2016 em Psicologia 0 Compartilhados
Ter um bom relacionamento é fácil se você souber como

Um relacionamento amoroso se baseia no amor, no respeito, na confiança e na reciprocidade. Até aqui, são coisas que todos sabemos. Mas então, por que é tão difícil manter um relacionamento amoroso ou ser feliz juntos?

A resposta a esta pergunta é que basicamente não sabemos conviver. Tempos atrás os casais duravam a vida toda, e embora seja verdade que a independência econômica que a mulher tem hoje em dia fez com que muitos casais se separassem, também é verdade que a tolerância – no bom sentido, sem se referir a nenhum tipo de maus-tratos – era maior.

Quando se está em um relacionamento amoroso, é preciso segurar um pouco o ego e aceitar o outro tal como ele é, já que por isso ele foi escolhido como companheiro de vida.
Compartilhar

O problema de hoje em dia é que nos tornamos tão exigentes que temos até a pretensão de mudar a outra pessoa, sua essência, e isto não faz o menor sentido.

Se você não gosta da pessoa com quem está, o melhor que você tem a fazer é não levá-la a perder mais tempo e separar seus caminhos, mas nunca tente mudá-la.

Primeiro porque dificilmente você conseguirá fazer isso: as pessoas não mudam da noite para o dia, e muito menos porque o outro quer. Em segundo lugar, porque então você não estará unido a alguém autentico e espontâneo, mas sim a alguém que atua de forma a satisfazer você, o que pode acarretar uma infinidade de mentiras e mal-entendidos, algo que evidentemente não fará com que o casal funcione melhor.

Características de um relacionamento infeliz

Os relacionamentos infelizes costumam agrupar uma série de características que são fáceis de detectar:

O casal é exigente

Como sempre, a exigência é a mãe do mal-estar emocional, e no terreno dos relacionamentos amorosos não é diferente. Os casais que não funcionam costumam ser exigentes, isto é, têm a pretensão de que o outro aja conforme os seus critérios. A única coisa que isto faz é gerar discussões para tentar que o outro se comporte de forma diferente, assim como batalhas para ver quem tem razão.

O casal, no fim das contas, não chega a nenhuma conclusão coerente, mas sim ao desgaste de ambos os membros e à revolta.
Compartilhar

discussoes-relacionamento

Os membros do casal não toleram ou toleram demais

Não tolerar, em um relacionamento, vai de mãos dadas com ser exigente, já que a pessoa não é capaz de aceitar certos erros – ou coisas que considera como erros – do seu parceiro. A pessoa às vezes prefere criar guerras por motivos muito pequenos em vez de tolerar e até de apreciar as imperfeições de quem supostamente ama.

No outro extremo estão aqueles que toleram demais. Isto também não é aconselhável, muito menos quando o parceiro está nitidamente prejudicando o outro.
Compartilhar

Uma coisa é aceitar que o outro não é perfeito e que às vezes não age como gostaríamos, e outra totalmente diferente é tolerar insultos, falta de respeito, atitudes egoístas ou manipuladoras. Se você tolera tudo isto, então o problema está em você, seja por ter uma personalidade dependente, por pensar que o outro irá mudar, por ter medo da solidão ou de não encontrar outra pessoa que goste de você.

Os membros do casal culpam um ao outro pelo seu humor

Os casais precisam aprender que o seu estado emocional depende deles mesmos. Ninguém tem tanto poder nem controle sobre você, não é verdade?

Portanto, culpar o outro por como você se sente é criar um conflito no casal sem fundamento, já que o único que pode solucionar o seu mal-estar é você mesmo. O outro não provoca você, e também não tem o poder de fazer você feliz.

briga-relacionamento-amoroso

O casal não é um time

Os casais infelizes não são unidos, isto é, não são amigos. Não chegam a consensos sobre o seu presente e o seu futuro, são muito independentes em coisas que não deveriam ser, e às vezes exageradamente dependentes para outras.

Coisas como “hoje você lava porque eu lavei ontem” ou “hoje é sua vez de pagar” fazem com que o relacionamento amoroso não seja unido e, no fim das contas, o casal termina se afastando ainda mais.

Ser um time implica um “toca aqui” mentalmente, um “estou aqui para o que você precisar”.
Compartilhar

É lutar juntos contra as adversidades, assim como saborear a vida juntos. Serem parecidos e terem interesses comuns também é fundamental, já que é o motor para quererem compartilhar tempo juntos.

O casal discute sem procurar soluções

Os casais infelizes sempre discutem para ver quem tem razão, como se o outro fosse lhe dar a “vitória” por discutir mais ou menos ou por erguer mais a voz. Evidentemente isto não serve para nada, e o melhor é colocar o problema sobre a mesa e investigar juntos como ele pode ser solucionado e como cada um pode contribuir.

brigas-relacionamento

Ficar dando voltas sem fim, discutir, irritar-se ou faltar com o respeito não vai fazer com que o problema se solucione, mas criará um novo problema, que infelizmente termina sendo pior do que o inicial.

Recomendados para você