Seu cachorro entende quando você fala com ele, de acordo com um estudo

Você acha que seu cachorro entende quando você fala com ele? Descubra o que a ciência tem a dizer a respeito a seguir.
Seu cachorro entende quando você fala com ele, de acordo com um estudo

Última atualização: 27 Outubro, 2021

Será que seu cachorro o entende quando você fala com ele? Muitos são os pesquisadores que se aprofundaram nessa questão, pois há séculos há evidências do entendimento entre canídeos e humanos.

Existem muitos casos de pessoas que afirmam ter sido salvas por seus cães. O vínculo que se cria com um desses animais, dotado de uma grande empatia, pode durar a vida toda.

Uma das frases mais comuns ouvidas de donos de cães sobre seus animais é “só falta falar”. Porém, como é possível que um cachorro entenda o que um humano está dizendo? É uma mera questão de associação e reforço ou existe algo mais profundo? Descubra a seguir.

A capacidade dos cães de compreender palavras

Antes de falar sobre como um cachorro entende a linguagem humana, é aconselhável analisar um processo mais básico: o processamento lexical ou, em outras palavras, a capacidade de discriminar o que é uma palavra e o que não é. A isso se somam outros fatores, como a prosódia, que conferem emoção e intencionalidade à mensagem verbal.

Exposto assim, pode parecer que entender uma palavra pode estar fora do alcance cognitivo de um cão, mas nada mais longe da realidade. Como animais sociais domesticados, eles têm a capacidade de processar um amplo espectro de mensagens transmitidas por meio de gestos, sinais e expressões faciais.

Um estudo de 2016 publicado na revista Science analisou o processamento lexical em cães por meio de imagens de ressonância magnética funcional. Os resultados foram positivos: os cães foram capazes de distinguir palavras que eram significativas para eles, sem diferenças por meio da variação da entonação.

Quando não havia entonação, as áreas auditivas do cérebro canino eram ativadas, mas quando a palavra era acompanhada por prosódia, a atividade também era registrada nas áreas de recompensa.

Homem com cachorro

O estudo que indica que sim, seu cachorro o entende

Uma vez que os cães são capazes de distinguir uma palavra do resto dos sons vocais dos humanos, o próximo passo foi descobrir se eles eram capazes de dar significado a essas palavras. Quer dizer, algo que soa como a fala humana, mas não é, os confundiria?

Para descobrir, um grupo de cientistas projetou um experimento com uma dúzia de cães. O artigo, publicado na Frontiers in Neuroscience, conta como os cães foram treinados para pegar 2 brinquedos de uma pilha, diferenciados pela textura, dando-lhes um nome.

Cada vez que o cachorro pegava o brinquedo correto, era recompensado com parabéns e guloseimas. Essa dinâmica continuou até que o desempenho do animal fosse perfeito. O próximo passo foi fazer uma ressonância magnética funcional e submetê-los a um teste de discriminação auditiva.

Comparando a resposta neural às palavras treinadas com pseudopalavras que os cães nunca tinham ouvido, eles descobriram que as primeiras ativavam regiões específicas do córtex temporal esquerdo e amígdala, o núcleo caudado esquerdo e o tálamo.

Em contraste, as pseudopalavras ativavam o córtex parietotemporal em ambos os hemisférios em maior extensão, indicando que eles estavam tentando processar algo que parecia uma palavra, mas entendiam apenas a entonação. Essa é a prova de que a detecção de palavras em cães é uma realidade, já que, em seu cérebro, eles possuem regiões específicas para isso.

Mulher abraçando seu cachorro

Aplicações em psicologia comparada

Seu cachorro entende quando você fala com ele – pelo menos ele parece entender, em parte. Este fenômeno é possível graças à configuração do cérebro dos cães. Seu hemisfério esquerdo realiza uma análise da voz, do conteúdo emocional da mensagem, dos idiomas, sons e conteúdo fonético conhecidos por eles. Além disso, os cães usam o hemisfério direito para processar ritmos, linguagens e sons desconhecidos.

Esta forma de operação tem algumas semelhanças com o cérebro humano. Portanto, esse conhecimento não é útil apenas para aprofundar a relação homem-cão, mas também tem aplicações na psicologia comparada. Assim, podemos obter informações úteis para investigar as bases da aquisição da linguagem em humanos.

Pode interessar a você...
A empatia dos cachorros: um poder que cura
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
A empatia dos cachorros: um poder que cura

A ciência demonstrou o que muitas pessoas já sabiam: a empatia dos cachorros. Os cachorros se conectam com nosso estado emocional de maneira quase ...



  • Prichard, A., Cook, P. F., Spivak, M., Chhibber, R., & Berns, G. S. (2018). Awake fMRI reveals brain regions for novel word detection in dogs. Frontiers in neuroscience12, 737.
  • Andics, A., Gábor, A., Gácsi, M., Faragó, T., Szabó, D., & Miklósi, A. (2016). Neural mechanisms for lexical processing in dogs. Science353(6303), 1030-1032.
  • Gábor, A., Gácsi, M., Szabó, D., Miklósi, Á., Kubinyi, E., & Andics, A. (2020). Multilevel fMRI adaptation for spoken word processing in the awake dog brain. Scientific reports10(1), 1-11.