Cada pessoa é uma planta que precisa ser cuidada

02 Agosto, 2020
Cada pessoa é como uma planta, pois precisa de condições específicas para crescer. Fora dessas condições, a pessoa murcha, mas dentro delas floresce.
 

Cada pessoa é uma planta que precisa ser cuidada e tratada como o que é: algo único. Não há duas plantas idênticas, assim como não há duas pessoas iguais. Para comprovar isso, basta fazer um exercício simples: desenhe uma planta, que não será uma planta qualquer, será a SUA planta. Se você pedir a várias pessoas para desenharem uma planta, vai perceber que ninguém faz um desenho exatamente igual.

É provável que cada pessoa escolha uma planta diferente, pois existem muitos tipos, como flores, arbustos e árvores. E se duas pessoas chegarem a escolher uma do mesmo tipo, por exemplo, um girassol ou um simples pinheiro, os desenhos não serão idênticos.

A posição no papel, o tamanho e as cores serão diferentes. Mas, acima de tudo, o que vai mudar será a descrição que a pessoa fará sobre as necessidades de suas plantas. Muitas delas serão comuns, outras não, e sempre haverá nuances.

Isso acontece porque nem todas as plantas precisam da mesma quantidade de água, luz e terra. Da mesma forma, cada pessoa é uma planta que precisa ser cuidada por si mesma e pelos outros.

“As cerejas são cerejas, e as ameixas são ameixas! Cada indivíduo é uma entidade preciosa e nobre! Avance pelo caminho de sua missão única, que é exclusivamente sua!”

-Daisaku Ikeda-

Cada pessoa é uma planta que deve ser cuidada
 

As necessidades

Sempre pensei que pessoas e plantas têm muito em comum, embora à primeira vista não pareça. Para começar, ambas são seres vivos que precisam de determinados cuidados para crescer e sobreviver.

Precisamos respirar, ter contato com a luz do sol, beber água, ter boas raízes e espaço para crescer e nos desenvolver. É por isso que digo que cada pessoa é uma planta que precisa ser cuidada.

“A arte é o prazer de um espírito que penetra na natureza e descobre que também tem uma alma”.

-Auguste Rodin-

Embora eu não seja especialista em jardinagem, por algum motivo sou boa cuidando de plantas. Compro a maioria das plantas em promoção, algumas bem pequenas e por um valor bem baixo. Com carinho, eu as rego, coloco terra nova e retiro a antiga, troco-as para um vaso maior quando parecem estar presas em seus vasos de flores pequenos e às vezes até converso com elas.

Ainda assim, nem todas as minhas plantas sobrevivem, já ocorreu de um cacto morrer sob meus cuidados. Isso porque o excesso de água, como qualquer coisa em excesso, pode ser perigoso, chegando a afogar.

As necessidades das plantas não são tão diferentes das necessidades das pessoas. Elas precisam encontrar um local adequado onde recebam luz suficiente e possam respirar. Pouco a pouco, crescem e vão precisando de mais espaço, e de tempos em tempos precisam ter seu solo renovado.

E o mais importante, e que mais me lembra um ser humano, é que os vegetais precisam descartar o velho e o desnecessário para dar espaço ao novo. É preciso limpar as folhas que não são mais úteis, que ficam amarelas e caem, para dar lugar a novas.

 

O budismo ensina o seguinte princípio: “a cereja, a ameixa, o pêssego e o damasco”, que elucida a diversidade e a beleza únicas de todas as entidades vivas.

Cada pessoa é única e tem suas necessidades. Assim como não podemos cuidar de todas as plantas da mesma maneira, cada ser humano precisa de cuidados específicos

Cada pessoa é uma planta que deve ser cuidada

Para crescer, tanto os vegetais como os humanos precisam começar de novo, começar praticamente do zero. Isso aconteceu com uma planta especial para mim, uma planta que dois bons amigos me deram no dia do casamento deles.

No meu antigo apartamento, essa planta não conseguiu encontrar seu lugar. Apesar dos meus esforços, pouco a pouco ela foi perdendo luz. Com isso, tive que podá-la praticamente inteira em várias ocasiões. Mas agora, em meu novo apartamento, ela parece ter encontrado seu lugar para crescer. Pouco a pouco ela está se recuperando, evoluindo e, embora ainda não tenha florescido, tenho certeza de que florescerá.

O mesmo acontece com as pessoas. Às vezes, precisamos nos renovar e começar do zero, a fim de encontrar nosso lugar e voltar a crescer, florescer e dar frutos.

Cada pessoa é única e tem suas necessidades. Assim como não podemos cuidar de todas as plantas da mesma maneira, cada ser humano precisa de cuidados específicos. Não podemos cuidar de uma planta de aloe vera da mesma forma que cuidamos de uma roseira. Não podemos esperar que uma macieira dê ameixas e nem que uma pereira dê morangos.

 

Sabemos que alguns vegetais florescem, que outros simplesmente têm folhas bonitas e que algumas árvores nos oferecem frutos. Todas são plantas, mas cada uma é única. Da mesma forma, não devemos esquecer que cada pessoa é uma planta que precisa ser cuidada e respeitada.