Cinco maneiras simples de aumentar sua autoestima

Cinco maneiras simples de aumentar sua autoestima

12, junho 2015 em Emoções 0 Compartilhados
aumentar sua autoestima

Como anda a sua autoestima? Aquela parte da sua personalidade que faz aflorarem seus sentimentos requer o mesmo cuidado que você tem consigo mesmo. No entanto, há vezes em que não percebemos tudo de bom que temos, pois nossos complexos, os sentimentos de culpa e os pensamentos negativos nos bloqueiam; eles controlam tudo o que somos, o que fazemos e o que deixamos de fazer.

Quer resgatar a sua autoestima da rua da amargura? Que tal se você começar a auto-motivar a si mesmo e agir diante das dicas que apresentamos a seguir?

1. Relembre seus êxitos e seus bons atributos para aumentar sua autoestima

Não se oprima relembrando como se comportou mal com seu irmão quando vocês eram pequenos. Também não se lembre de como se sentia feio quando usava aparelho aos 12 anos de idade. Melhor trazer à mente os comentários positivos por seu excelente desempenho no trabalho, por exemplo. Ou lembre-se do quanto é agradecido por seu irmão lhe ajudar a cuidar das crianças quando você tem uma reunião de trabalho.

Encontre todas as suas boas qualidades e lembre-se dos êxitos que conseguiu em sua vida, por menores que eles sejam. Ter estes bons pensamentos em mente te ajudará a valorizar e elevar sua autoestima.

2. Não se compare com os demais

Cada pessoa tem suas próprias qualidades e, é claro, você não é exceção. Não se preocupe pelos atributos que queria ter… semelhantes a aqueles das estrelas de cinema. Melhor pensar no quão sortudo você é por ter seus familiares e amigos por perto. Valorize o fato de ter saúde e de suas faculdades mentais fazerem de você uma pessoa inteligente. Lembre-se das boas oportunidades oferecidas em seu trabalho, no que você acrescenta aos demais, etc. Provavelmente, muitos invejariam tudo isso que você tem hoje e que, talvez, você não valorize o suficiente.

3. Encontre a raiz da sua falta de autoestima

Confira algumas dicas para aumentar sua autoestima

É possível que sua infância tenha sido complexa. Um período no qual você sentia que todos a sua volta eram elogiados, menos você. O apelido pelo qual você era conhecido na escola fazia você se sentir inferior aos demais? Você era muito alto ou muito baixo em comparação com as outras crianças da sua idade?

É preciso encontrar a raiz dos nossos sentimentos negativos. Quase todos nós temos algum aspecto do qual não gostamos em nossa personalidade, mas isso não significa que você deve se concentrar nesse aspecto, pois isso só fará você se sentir mal. Melhor tentar analisar de que maneira estes pensamentos se relacionam com a forma como você se sente. Analisar estes pensamentos, na medida certa, ajudará a aumentar sua autoestima.

4. Dê a si mesmo o valor que você merece

Isto tem a ver com a maneira através da qual você vê a si mesmo. Observe-se em frente a um espelho e enumere as qualidades que conseguir perceber. Se não puder detectar características positivas em si mesmo, aí está um indício de que, provavelmente, sua autoestima não anda bem.

Anotar os defeitos encontrados também pode ajudar muito. Ao ler esses defeitos um por um, você poderá analisar se são realmente defeitos, erros ou algo que deve ser mudado. Você pode até descobrir que, curiosamente, em alguns casos, o que você considera negativo em si mesmo é percebido como uma virtude para aqueles que te rodeiam.

Em todo caso, é você quem tem a última palavra; só você pode saber se um aspecto da sua personalidade lhe faz feliz ou não. No entanto, evite cair em extremos ao realizar esta análise; não se julgue nem se critique exageradamente… ambas as atitudes são igualmente prejudiciais. Mesmo sendo difícil, tente ser objetivo e justo consigo mesmo.

5. Não se prenda ao passado

Se você se envergonha de algo do seu passado, deixe isso ir embora. Todos nós cometemos erros na vida. Se o problema já foi resolvido e a parte afetada lhe perdoou, não insista em torturar sua autoestima pensando que você é a pior pessoa do mundo. Se você insistir em colocar o dedo na ferida, não estará fazendo nada além de subestimar a si mesmo.

Dê esse ânimo à sua autoestima! Não se esqueça da importância de cuidar e de amar a si mesmo.

Créditos da imagem: Metin Demiralay

Recomendados para você