Como melhorar a autoestima depois de uma separação?

· agosto 16, 2018

Um divórcio é uma das situações mais estressantes que podemos viver, já que ele implica uma readaptação a um novo estilo de vida sem o companheiro sentimental. Diante disso, muitos podem se perguntar: como melhorar a autoestima depois de uma separação?

É importante ficar atento à forma como percebemos a nós mesmos para não acabarmos nos descrevendo de uma forma negativa, comparando-nos com os outros, convencendo-nos de que somos infelizes por estarmos sozinhos, ou permitindo que a desesperança nos atinja.

Dessa forma, uma separação implica assumir que o projeto de vida que tínhamos deixou de existir e que, portanto, temos que enfrentar uma nova realidade. Uma realidade na qual devemos levar as rédeas para empreender um novo caminho, no qual a força se transformará em nosso pilar fundamental para avançar.

Devido a isso, queremos recomendar alguns conselhos para que você saiba como melhorar a autoestima depois de uma separação. Deste modo, o processo de recuperação e reconstrução será mais ameno e positivo.

A importância de melhorar a autoestima depois de uma separação

Depois de uma separação é normal continuar pensando no outro, especialmente se falamos de uma relação que contou com anos de convivência. Além disso, apesar da separação ter sido uma mudança para a melhor, não deixa de ser um processo de luto que nós temos que atravessar em todas as suas fases. No entanto, uma vez que ela é superada, nós podemos começar a pensar nas atividades comuns, nos momentos compartilhados, e nos aspectos positivos do antigo companheiro sentimental.

Mulher com problemas de autoestima

Após as primeiras semanas, é muito comum que a nossa memória nos engane e comecemos a lembrar dos detalhes mais positivos da relação. Deste modo, aparecerão dúvidas sobre ter tomado a melhor decisão ou não. Neste ponto, é fundamental sermos capazes de seguir adiante, porque para melhorar a autoestima, devemos ser capazes de nos desvincular do passado.

Fechar essa etapa vai ajudá-lo a melhorar a autoestima porque vai lhe permitir pensar no futuro, em seus projetos pessoais, nos aspectos que você deseja melhorar em si mesmo e, especialmente, vai ajudá-lo a valorizar a sua personalidade.

Se você puder deixar a relação para trás, em vez de dedicar seu tempo e suas emoções a pensar no que deu errado, poderá pensar no que você quer ter na vida de agora em diante. Esta sensação de empoderamento é uma overdose de autoestima.

Volte a se conectar consigo mesmo

Outro dos passos necessários para melhorar a autoestima depois de uma separação é voltar a se conectar consigo mesmo, ou seja, prestar atenção, escutar e atender as suas necessidades pessoais. Para isso, em primeiro lugar, você tem que fazer um exercício de autoconhecimento que lhe permita identificar como você se define e como vê a si mesmo.

Seguir adiante vai ajudá-lo a melhorar a autoestima depois de uma separação porque vai lhe permitir pensar no futuro, em projetos pessoais, e em aspectos que você gostaria de melhorar em si mesmo.

Por exemplo, você pode pegar um papel e uma caneta para escrever quais são os adjetivos que lhe veem à cabeça quando pensa em si mesmo. Se é difícil pensar em palavras para se definir, você pode utilizar uma lista com adjetivos de características pessoais e escolher 5 positivas e 5 negativas que o definam.

Não se trata de ver somente o lado positivo que existe em sua personalidade e tentar se enganar, dizendo que não tem nenhum defeito. Também é preciso aceitar os aspectos negativos e pensar em quais deles você quer mudar.

Outra ideia para melhorar a autoestima é pensar em 3 habilidades nas quais você tenha mais facilidade do que os outros. Com certeza você se destaca em algo, por menor que seja: escreva em um papel e lembre-se disso a cada dia, ao se levantar pelas manhãs. Desta forma, você vai fazer um exercício de associação entre o momento de se levantar e a lembrança das suas qualidades e capacidades.

Cuide da sua saúde, aparência e rotina

Outro dos aspectos fundamentais para melhorar a autoestima depois de uma separação é o cuidado pessoal, tanto físico quanto psicológico. Neste sentido, o primeiro passo é cuidar da sua saúde. Se pela separação, ou pelo estresse prévio a esta situação, você não teve tempo de fazer um exame médico completo, agora é o momento perfeito.

Cuidar da sua saúde é uma tarefa necessária para valorizar quem você é. Não nos esqueçamos de que quando gostamos muito de “alguma coisa”, nos preocupamos para que tenha todos os cuidados necessários, e isso também vale para si mesmo.

Pessoa segurando coração de papel

Outro ponto de destaque é o cuidado da sua aparência. Para melhorar a sua autoestima depois de uma separação, você tem que ver no espelho a pessoa que você quer ser, ou seja, ter um reforço positivo quando se olhar. Por isso, dedicar  alguns minutos durante o dia ao cuidado da sua aparência é muito importante. Considere que a autoestima também depende de como vemos a nós mesmos; em outras palavras, se gostamos de nós ou não.

Por outro lado, é muito importante que você crie uma nova rotina e que coloque a sua vida em ordem, já que a autoestima pode ser danificada pelo caos resultante do processo de adaptação à nova situação após o término. Saber que você leva uma vida organizada vai fazê-lo se sentir melhor, e lhe devolverá a sensação de ser uma pessoa competente e independente.

Para melhorar a autoestima depois de uma separação, você tem que descobrir a pessoa que quer ser.

Finalmente, é preciso confiar no poder de recuperar a sua autoestima, melhorar as suas qualidades pessoais, e ter claro que você é uma de suas prioridades mais importantes.

Muitas vezes as separações trazem problemas adicionais, como a custódia dos filhos, as mudanças, as alterações de horários e as rotinas, e as pessoas mergulham em tudo isso pelo bem da família. Esta forma de funcionar não é ruim, mas deve ser feita sem descuidar de si mesmo.

Afinal, se você dedicar todos os esforços a aqueles que o rodeiam, deixa de se dedicar a si mesmo e, em algum momento, suas forças irão diminuir, e pode ser que não estejam mais disponíveis quando os outros precisarem de você.

No entanto, se a situação ficar complicada e você sentir que é incapaz de se recuperar, um psicólogo pode ajudá-lo tanto a melhorar a sua autoestima quanto a recuperá-la. Peça ajuda se você achar que é necessário, e confie porque tudo é possível com dedicação e esforço.