Como o humor influencia a saúde?

08 Junho, 2020
Quando estamos de bom humor, nos sentimos mais enérgicos, vivos e saudáveis. Por outro lado, quando estamos emocionalmente mal, também sentimos que algo está errado em nosso corpo. Por que isso acontece?
 

Passamos décadas imaginando se as doenças podem estar relacionadas às nossas emoções e sentimentos. No entanto, isso se tornou evidente recentemente, quando os pesquisadores dedicaram parte dos seus estudos para analisar como o humor influencia a saúde.

Sabe-se que a dor depende, em certa medida, da nossa percepção, bem como do nosso humor. Também existem doenças que, embora tenham uma base biológica, não são totalmente explicadas por esse meio. Por isso, muitos profissionais apontam para uma possível origem psicológica.

No entanto, ainda não se sabe ao certo quais são os mecanismos pelos quais o humor influencia a saúde. A dificuldade de esclarecer quais são esses mecanismos reside no fato de que uma ampla gama de fatores sociais, cognitivos, fisiológicos e comportamentais deve ser levada em consideração. Da mesma forma, pode haver mecanismos que afetam a situação direta ou indiretamente.

Mulher preocupada

Estado emocional e saúde fisiológica

As emoções podem afetar o funcionamento fisiológico. Existem muitas evidências de que as emoções negativas estão relacionadas com a vulnerabilidade, a duração das infecções e processos de cicatrização.

 

Isso pode ocorrer porque um humor positivo é acompanhado pela secreção de um anticorpo de primeira linha: a Imunoglobina A Secretora. Essa substância nos protege, por exemplo, do resfriado comum.

Portanto, o humor aumentaria ou diminuiria a resposta do sistema imunológico. Assim, verificou-se que pessoas que têm um estado mental negativo ou que enfrentam estresse prolongado são mais suscetíveis ao resfriado e menos resistentes a doenças mais graves.

Estado de saúde subjetivo

As emoções não apenas determinam diretamente os fatores fisiológicos, mas também condicionam os nossos pensamentos. Em outras palavras, um estado mental negativo aumentaria a quantidade de pensamentos negativos, reconhecendo e interpretando os sintomas físicos como um possível problema de saúde.

Analisando como o humor influencia a saúde, verificou-se em estudos de laboratório que, quando os participantes foram “inoculados” com tristeza, apresentaram sintomas mais graves da doença. Isso ocorre porque as pessoas com um humor negativo geralmente ficam mais alertas às suas sensações corporais. Assim, qualquer sensação notada, por menor que seja, será interpretada de maneira mais preocupante.

Buscando atendimento médico

Em relação ao exposto, alguém poderia pensar que as pessoas mais conscientes de seu corpo e saúde tendem a procurar um especialista mais cedo. No entanto, os estudos mostram o contrário.

Parece que as pessoas que se sentem pior emocionalmente são menos capazes de realizar comportamentos de assistência à saúde e vão menos ao médico. É como se pensassem que não podem fazer nada para se sentir melhor.

 

Além disso, elas podem relacionar os seus sintomas ao seu estado de ânimo e atrasar a busca pela ajuda profissional. Por outro lado, quando uma pessoa se sente melhor, ela fica mais motivada a se manter saudável e a cuidar de si mesma.

O humor e a busca por atendimento médico estão relacionados à capacidade de lidar com possíveis situações negativas. Ir ao médico é enfrentar uma ameaça, pois a pessoa pode receber uma notícia preocupante.

Quando o estado de ânimo é positivo, as informações recebidas podem ser melhor enfrentadas, pois teremos mais recursos para lidar com elas.

Como o bom humor pode influenciar a saúde?

Comportamentos saudáveis

O humor, além de afetar diretamente o nosso corpo e a percepção da doença, influencia quais comportamentos adotaremos.

Nesse sentido, quando estamos desanimados comemos mal, consumimos mais álcool, praticamos menos esportes, etc. No caso do uso do cigarro, a maioria dos fumantes diz que usa o tabaco para regular ou melhorar o seu humor, ou reduzir o estresse.

Em geral, esses comportamentos tendem a funcionar como reguladores, controlando de alguma forma a influência do humor sobre a saúde; para nos fazer sentir melhor ou para reduzir os sentimentos negativos. Não há dúvida de que esses comportamentos estão diretamente relacionados à saúde.

 

Portanto, se aumentarmos o repertório de comportamentos não saudáveis ​​devido ao humor, a saúde será afetada a curto e longo prazo.

A influência do humor sobre a saúde

Agora, sabendo tudo isso e com a consciência de que é inevitável experimentar emoções negativas, é importante estabelecer hábitos saudáveis.

Esses hábitos, embora às vezes obscurecidos pelo humor, compensarão alguns dos seus efeitos nocivos. Além disso, embora o estado de ânimo varie, se tivermos um amplo repertório de comportamentos de enfrentamento, os sofrimentos serão menores e os seus efeitos também.

 

Barra Almagiá, E. (2003). Influencia del estado de ánimo en la salud física. Terapia psicológica, 21(1), 55-60.