Como devemos respirar durante o parto?

· novembro 11, 2018

O parto é, provavelmente, a fase que mais causa medo durante a gestação, especialmente se a mulher estiver grávida pela primeira vez. Felizmente, existem cursos de formação e preparação que ensinam a respirar durante o parto para diminuir a dor, além de fornecer informação prática de tudo que pode acontecer.

Neste sentido, as técnicas de respiração são bastante benéficas para a mãe e o bebê. Foi demostrado que as técnicas de relaxamento, incluída a respiração, reduzem o estresse e a possibilidade de necessidade de um parto assistido. Além disso, elas garantem que o bebê tenha oxigênio suficiente durante o parto, por isso vale a pena praticá-las.

Muitos médicos e parteiras acreditam que os exercícios podem ajudar a fazer com que a ansiedade não aumente repentinamente, e permitir que o processo seja menos complicado e temido para as futuras mamães.

Os estudos confirmam que a respiração é uma base fundamental para toda futura mãe. Deste modo, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que as técnicas de respiração são uma ótima forma para que as mulheres sintam menos dor e diminuam a a tensão.

A respiração ritmada durante o trabalho de parto maximiza a quantidade de oxigênio disponível para a mãe e o bebê. As técnicas de respiração também podem ajudar a aguentar a dor das contrações.

Respirar pode parecer algo muito simples e lógico. Na verdade, é difícil acreditar que isso possa ter um grande impacto nas sensações inacreditáveis que acompanham o parto. Mas, supreendentemente, a respiração é fundamental para atenuar o impacto das contrações.

Técnicas para respirar durante o parto

As técnicas usadas para respirar durante o parto podem ajudá-la a controlar a dor ou, pelo menos, a diminuí-la. Primeiro, é preciso encontrar um padrão que funcione com você e treinar a respiração. Desta maneira, quando você estiver no trabalho de parto, vai ter a melhor preparação possível.

Mulher iniciando trabalho de parto

A seguir, vamos mostrar as nossas propostas de técnicas de respiração durante o parto:

Soprar uma vela

Ao sentir a contração, respire profundamente e, em seguida, dissipe a dor em respirações curtas. Visualize uma vela na sua frente, que você vai apagar com a sua respiração.

O fio dourado

Comece inspirando profundamente pelo nariz com o começo da contração. A seguir, respire de maneira suave através da boca, visualizando a saída do ar como se fosse um fio dourado que gira e se afasta enquanto é expirado, afastando a dor.

Contando a respiração

Enquanto você inspira, conte até 3. Depois, enquanto expira, conte até 5. O objetivo é regular a respiração e obter uma forma de se concentrar. As mulheres que precisarem de mais distração podem fazer isso em um idioma estrangeiro, ou contar de trás para frente.

“O instante do nascimento é o mais bonito da vida. Dor e alegria se unem durante um momento”.
– Madline Tiger –

Evite a hiperventilação

Respirar muito rápido, ou expulsar muito dióxido de carbono, pode fazer você se sentir tonta e provocar sensações de formigamento nos dedos das mãos e dos pés.

Algumas futuras mães tendem a respirar muito rápido durante os momentos de contrações intensas, e elas precisam ser lembradas cuidadosamente para relaxar a respiração. Se você começar a respirar rápido demais, inspire pelo nariz e expire pela boca o mais lentamente possível.

Mulher grávida sentindo contrações

A técnica relax

Este método funciona tanto a nível psicológico quanto físico. A palavra “relax”, que tem duas sílabas “re” e “lax”, deve ser repetida em sua mente conforme você respira. Quando inspirar, pense no “re” na sua mente, e quando expirar, pense no “lax”.

Deixe que a sua mente permaneça concentrada na segunda sílaba “lax” da expiração, e em prolongá-la mais do que ao inspirar. Estamos convencidos de que você vai sentir como o corpo e os músculos contraídos liberam essa tensão enquanto você expira com este método.

Conte com o apoio do seu companheiro

Neste momento tão especial, conte com a ajuda do seu companheiro (ou, na falta dele, de uma pessoa de confiança), para que ele ou ela ajude com as técnicas de respiração durante o parto.

Uma das missões mais importantes desta pessoa será pedir à mulher grávida que reduza a velocidade se começar a respirar muito rápido, respondendo a uma contração intensa. O ideal é conseguir executar respirações lentas e relaxadas.

Previamente, o melhor é que você comente com essa pessoa a respeito de como quer respirar durante o parto e de quais técnicas pretende utilizar. Ela será a responsável por lembrá-la do padrão de respiração cada vez que você sentir uma contração.