As comparações continuam sendo odiosas

· junho 26, 2016

Vivemos rodeados por comparações contínuas que nada mais fazem do que aumentar nossa autoestima ou, por outro lado, afundá-la até limites insuspeitáveis.

Quando comparamos sempre há alguém que sai perdendo e alguém que sai ganhando. Isso não é positivo, nem para a pessoa que sai ganhando.

Não somos a cópia de ninguém, não podemos nos comparar a ninguém. Cada um é único e especial, e fazer comparações entre nós é uma forma inútil de esperar que sejamos melhores quando realmente o que somos é diferentes uns dos outros.

Não se compare a ninguém, mantenha a cabeça erguida e lembre-se: não é melhor e nem pior, simplesmente é você e isso ninguém pode superar.

Você é único no mundo!

mulher-com-máscara-azul-na-cabeça-e-cabelo-branco-sofrendo-comparações

Apesar de termos nascido aprendendo uma série determinada de coisas (como nos comportar, como falar…) e de podermos “copiar” formas de falar e de andar dos familiares que temos mais próximos de nós, a verdade é que ainda assim cada um é único neste mundo.

Nunca, mas nunca, haverá alguém maior que você. Ainda que você possa imaginar, é algo impossível. É por isso que as comparações são algo que não servem para absolutamente nada. As comparações nasceram no afã de motivar aqueles que saem favorecidos e impulsionar o outro para que se esforce para ser igual ao outro.

Isso é algo totalmente impossível. A pessoa que não sai favorecida na comparação, por mais que se esforce, nunca poderá ser como a outra pessoa. Isso só gerará frustração, porque jamais conseguirá o que os demais esperam, o que ele mesmo pretende quando começa a se comparar com o outro.

É importante que reflitamos sobre o tema de nos compararmos, desde dentro, com outras pessoas. Porque isso é um claro exemplo de inveja.

Quando invejamos o outro aspiramos ser como ele, alcançar o que ele conseguiu. Mas, você pretende ser como essa pessoa? Talvez ela não esteja percorrendo o mesmo caminho que você. Continue seu próprio caminho, não pretenda percorrer os caminhos que não lhe pertencem.

As comparações nunca são boas e menos ainda quando são feitas entre irmãos, já que propiciam a geração de rancor e fazem com que a relação entre ambos vá se desgastando com o tempo. Além disso, os filhos sentem que o carinho dos pais não é igual.

 – Anônimo –

Como podemos notar, as comparações não trazem nada de bom, apenas sentimentos negativos. Ainda que a comparação não nasça da inveja, talvez gere rancor.

Diga adeus às comparações

ilustração-mulher-branco-e-preto

Agora que você compreende que as comparações não trazem nada de bom, é importante que as elimine de sua vida. As pessoas que estão ao seu redor provavelmente tentarão continuar a fazer comparações, e inclusive seu “eu” interno pode ter essa tendência em algumas ocasiões.

No entanto, tanto se a comparação sai de você mesmo quanto se você a recebe de forma externa, é o momento de se esforçar para fazer ouvidos surdos diante de algo que nos desqualificará e nos impulsionará para trás, ao invés de para frente.

  • Não busque a aprovação dos demais: comparar-se aos demais faz com que nos preocupemos com como estão nos vendo, por isso sempre que podemos procuramos que os demais aprovem o que estamos fazendo. Além disso nos sentimos inseguros, não sabemos se estamos fazendo a coisa certa, não estamos seguindo nosso próprio caminho. Esteja seguro de si mesmo e siga seu próprio caminho. Nele, você também conseguirá grandes coisas!
  • Não espere ser admirado e nem admirar, já que isso alimenta seu ego. É melhor encontrar alguém que seja sua fonte de inspiração, que o ajude a conseguir alcançar suas próprias metas. Não espere admirar e ser como alguém.
  • Ninguém é perfeito: sem dúvidas olhamos para aquela pessoa com a qual nos comparamos (ou nos comparam) de uma forma perfeita, mas não é assim. Essa é uma realidade que sua mente quis criar. Ninguém é perfeito, muito menos você. E essa é a prova de perfeição mais bonita.

A personalidade começa onde as comparações terminam.

– Karl Lagerfeld –

Agora que você já sabe que deve fugir das comparações, é o momento de jogá-las fora, olhar para frente e começar a ser você mesmo. Você tem uma personalidade única e especial, basta descobri-la. Quando deixá-la fluir, se sentirá à vontade consigo mesmo e já não terá que se preocupar em se comparar ou ser comparado a alguém. Confie em você!

jovem-com-vestido-rosa-encolhida-pensando-em-dizer-adeus-às-comparações-Copy

Imagens oferecidas por June Leeloo