Como reconhecer e tratar o complexo de super-homem?

· novembro 30, 2018

Para muitos, o trabalho é uma parte importante de suas vidas. Inclusive, pode ser tudo. Há quem viva para trabalhar. Algumas dessas pessoas que podem ser consideradas viciadas em trabalho podem sofrer de complexo de super-homem.

O complexo de super-homem se caracteriza pela excessiva autossuficiência, determinação, exigência e rapidez de ação de algumas pessoas ao realizar qualquer atividade. Esse complexo é muito mais comum dentro do ambiente profissional, embora possa aparecer em qualquer momento e lugar: em casa, nos encontros de amigos, em jogos, etc.

Foi o empresário Max Carey que cunhou o termo complexo de super-homem. Ele sofria desse complexo e foi a primeira pessoa a fazer um retrato do mesmo. Segundo ele, as pessoas que sofrem do complexo de super-homem são aquelas que consideram que devem fazer tudo por conta própria.

Além disso, não só realizam uma grande quantidade de atividades, mas também se cobram para realizá-las muito melhor do que os outros.

Agora que sabemos o que é o complexo de super-homem, vamos ver como reconhecê-lo e como tratá-lo.

Complexo de super-homem

Como reconhecer e tratar o complexo de super-homem?

Dentro do ambiente profissional, são desenvolvidas várias relações entre os trabalhadores. Cada um deles se desenvolve de maneira diferente. Sempre existe o falante, o preguiçoso, o introvertido e, inclusive, aquele que mais trabalha em comparação com o resto. O esforço no trabalho não é uma atitude negativa, desde que não seja excessivo. Caso contrário, é possível chegar a desenvolver o vício em trabalho ou o complexo de super-homem.

Por isso é importante reconhecer quando se está na presença de alguém que pode sofrer de complexo de super-homem. Este será o primeiro passo para que você possa ajudar. Estas são algumas possíveis características:

  • Está excessivamente sobrecarregado. Ou seja, se encarrega de tudo por conta própria, sem pedir ajuda a ninguém, embora precise. Consequentemente, não delega nada, independentemente da dificuldade ou do tamanho da atividade.
  • Tem o ego e o orgulho muito grandes. Portanto, nunca reconhece que precisa de ajuda. Além disso, nunca demonstra seus pontos fracos ou suas fragilidades e faz todo o possível para ocultar qualquer sinal de vulnerabilidade.
  • Considera-se o melhor em tudo. Por isso, os outros podem pensar que é a única pessoa competente para realizar determinada tarefa.
  • É uma pessoa solitária, já que não confia em ninguém e ninguém tolera conviver com ela. Isso acontece porque a pessoa com complexo de super-homem é extremamente competitiva e exigente com os demais.

Efeitos físicos e sociais do complexo de super-homem

Quem sofre de complexo de super-homem costuma se ferir. Principalmente as costas, o pescoço, o quadril e os joelhos. Isso acontece porque trabalham muitas horas por dia e tentam realizar todo tipo de atividade da melhor maneira possível. Isso inclui atividades que implicam exercer força ou carregar objetos muito pesados.

As pessoas que sofrem do complexo de super-homem também costumam ferir de maneira indireta suas relações sociais. Elas se desconectam de suas vidas privadas e isso inclui as relações, tanto familiares quanto os relacionamentos e as amizades.

Em caso de ter filhos, praticamente os abandonam para chegar ao nível que querem atingir em seus trabalhos. Tudo isso porque, para a pessoas com complexo de super-homem, o trabalho é muito mais importante do que a família e os amigos.

Homem cansado no trabalho

Como tratar o complexo de super-homem?

O primeiro passo para solucionar o caso é reconhecer a existência do problema. Em seguida, pedir ajuda e, é claro, canalizar a ajuda que os demais oferecem, mesmo sem pedir. Também será importante aprender a delegar tarefas quando necessário. Afinal de contas, muitos trabalhos dão melhores resultados quando realizados em equipe.

Por fim, fazer um exercício de humildade e reconhecer que os demais podem conseguir um rendimento similar e, inclusive, superior. Quando a pessoa sofre de complexo de super-homem, é difícil dar esse último passo. O próprio Max Carey recomenda se afastar por um tempo do trabalho. Além disso, se o problema se agravar, buscar ajuda profissional será a melhor decisão.