A influência significativa da transgressão em uma relação amorosa

A influência da transgressão em uma relação amorosa

agosto 4, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
A influência da transgressão em uma relação amorosa

Estar bem em uma relação amorosa é um dos aspectos mais importantes para se sentir em paz. No entanto, apesar de muitas relações serem bastante satisfatórias e felizes, mesmo estas também estão cheias de situações de conflito e mal-estar. Alguns desses problemas surgem quando um dos membros do casal começa a realizar atos de transgressão em uma relação amorosa.

A transgressão em uma relação amorosa ocorre quando uma das partes envolvidas viola alguma norma específica do relacionamento, sendo que essas normas podem ser explícitas ou implícitas. Um relacionamento é uma circunstância muito ligada a um senso de compromisso, que é basicamente um contrato implícito presente nas relações. No entanto, muitas vezes as normas acabam assumindo um caráter assimétrico entre os membros de um casal, e o que é justo para uma pessoa pode não ser para a outra.

Casal enfrentando problemas

Tipos de transgressão em uma relação amorosa

Os autores Finkel e seus colegas desenvolveram, a partir de diversas pesquisas, uma tipologia baseada em 4 tipos de transgressões em relações amorosas:

  • Violação da monogamia: essas transgressões são caracterizadas pelos atos de infidelidade, sejam eles de caráter emocional ou sexual. Obviamente, esse tipo de transgressão se dá apenas nas relações monogâmicas e fechadas.
  • Transgressão das normas de dependência: nesse tipo entram aqueles comportamentos possessivos ou de ciúmes. Esses atos mostram uma falta de confiança no outro membro da relação.
  • Violação das normas de privacidade: qualquer tentativa de bisbilhotar os aspectos privados da vida de outra pessoa é uma ofensa ou um ataque. Por isso, se um membro do casal realiza algum comportamento do tipo, há uma transgressão.
  • Descumprimento das normas de decência: algo que se costuma esperar dentro de uma relação é o respeito pelas características, qualidades e defeitos de cada um. Nesse contexto de transgressões, estariam todos os tipos de falta de respeito com o outro. Exemplo disso podem ser as mentiras, as críticas não construtivas, comportamento que envergonhem o outro em público, etc.

Efeitos da transgressão em uma relação amorosa

Gravidade da transgressão

A gravidade percebida da transgressão é um dos fatores que vai determinar as consequências da mesma. Quanto maior a gravidade da transgressão, maior a possibilidade existente de uma separação. É importante lembrar que a gravidade é, muitas vezes, subjetiva, e que existem diferenças importantes na percepção de cada situação entre os gêneros.

Devido a uma educação imposta pela maioria das sociedades, os homens reprimem mais suas emoções, o que causa um ambiente de maior dor emocional e menos ferramentas para lidar com elas. Por isso, as mulheres geralmente têm um olhar diferenciado para o que é de maior gravidade quando falamos das transgressões nas relações amorosas. Por exemplo, as mulheres olham para uma infidelidade emocional como uma situação muito mais grave que a sexual, e os homens acreditam que uma infidelidade sexual é muito pior.

Compromisso e satisfação na relação

Um dos aspectos fundamentais na hora de estudar as relações amorosas é o laço de compromisso. Esse é um fator que faz parte das três dimensões da teoria do amor de Sternberg. O compromisso é a intenção de cada um dos membros do casal de manter a relação a longo prazo. Por isso, um compromisso maior é correlacionado com uma maior probabilidade de não romper a relação mesmo após a ocorrência de uma transgressão no casal.

Aqui entra em questão um aspecto curioso e uma certa medida paradoxal. Um compromisso é o que cria a base para a permanência de um casal, mas um compromisso mais firme sugere mais rigidez e mais regras. Desse fato, concluímos que existirão mais possibilidades de transgressões, pois há mais normas a serem quebradas. O interessante, então, é que o efeito do compromisso é, ao mesmo tempo, facilitador e protetor da transgressão nas relações amorosas.

Falando sobre a satisfação na relação, podemos mencionar o fato de que a transgressão tem um efeito direto sobre ela. Quando ocorre uma violação das normas do casal, um dos aspectos mais danosos é o que ocorre com o sentimento de confiança entre os membros. Com a diminuição deste sentimento, há também uma diminuição do grau de satisfação.

Isso é prejudicial porque manter uma satisfação alta pode funcionar como um fator de proteção. Se o membro “enganado” observa que a relação vale a pena e não vê outras alternativas satisfatórias a não ser o perdão, então estará motivado a perdoar. Por isso, o nível de satisfação é outro dos fatores que podem influenciar as consequências da transgressão na relação de casal.

Rompimento na relação

A gravidade da transgressão e o nível de satisfação com a relação vão determinar as consequências que o escorregão tem para o futuro do casal. Se falamos de uma gravidade muito alta, e de uma satisfação muito baixa ao mesmo tempo, o desenlace mais provável é o fim da relação. Isso ocorre quando a confiança e a paixão já foram tão afetadas que o compromisso não consegue se manter. Dessa forma, a relação chega ao seu fim.

Mulher observando o mar

Apesar da nossa tendência de tratar uma separação como algo terrível e que deve ser evitado a todo custo, em muitos casos pode ser a melhor solução, e a mais saudável, para ambos os membros do casal. Manter uma relação baseada em um compromisso já abatido não costuma ser a melhor opção, já que isso geralmente envolve uma história cheia de conflitos e altas doses de ansiedade por vir.

Então, apesar de toda a dor e de toda a tristeza que podem surgir quando deixamos algumas pessoas para trás, romper uma relação tóxica também pode ser um passo em direção ao nosso maior e melhor desenvolvimento pessoal.

Recomendados para você