Comportamento de um sociopata: quais são suas características?

Como é o comportamento de um sociopata?

Abril 17, 2018 em Psicologia 160 Compartilhados
Como é o comportamento de um sociopata?

Segundo Martha Stout, psicóloga de Harvard e da autora do livro ‘The Sociopath Next Door’, uma em cada 25 pessoas é sociopata. Isso pode representar um problema real para a sociedade de hoje. No entanto, será que realmente sabemos como é o comportamento de um sociopata?

A sociopatia é um transtorno incluído no Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais (DSM-5) como “transtorno de personalidade antissocial”. Esse distúrbio é definido como “uma condição mental na qual uma pessoa tem um padrão prolongado de manipulação, exploração ou violação dos direitos de outras pessoas”, segundo a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos.

O sociopata sofre de um transtorno de personalidade antissocial

A característica essencial desse distúrbio é um padrão geral de desprezo e violação dos direitos dos outros. Começa na infância ou no início da adolescência. O transtorno continua na idade adulta. Esse padrão também foi chamado de transtorno de psicopatia, sociopatia ou distúrbio de personalidade.

Para fazer o diagnóstico, a pessoa deve ter pelo menos 18 anos de idade. A pessoa também deve ter um histórico de alguns sintomas de transtorno de conduta antes dos 15 anos.

O transtorno de comportamento envolve um padrão repetitivo e persistente de comportamento em que os direitos básicos dos outros ou as principais normas sociais são violados. Os comportamentos característicos do transtorno de conduta são agrupados em quatro categorias: agressão contra pessoas e animais, destruição de propriedade, fraude ou roubo e violação grave das regras. Um sociopata não está em conformidade com as normas sociais e, em muitos casos, com a legalidade.

Mulher tirando sua máscara

Critérios diagnósticos para o transtorno de personalidade antissocial

De acordo com o Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais (DSM-5), as pessoas com transtorno de personalidade antissocial se caracterizam pelos seguintes critérios:

A. Padrão dominante de desatenção e violação dos direitos dos outros. Esse padrão ocorre antes dos 15 anos de idade e se manifesta por:

  • Incumprimento das normas sociais em relação ao comportamento legal. Ações repetidas que são motivos para detenção.
  • Enganação. É manifestado por mentiras repetidas. Também pelo uso de pseudônimos ou fraude para ganho ou prazer pessoal.
  • Impulsividade ou falha em planejar com antecedência.
  • Irritabilidade e agressividade. Manifesta-se através de brigas ou agressões físicas ou repetidas.
  • Negligência imprudente da própria segurança ou da dos outros.
  • Irresponsabilidade constante. Ela se manifesta pela incapacidade repetida de manter um comportamento de trabalho consistente ou cumprir obrigações financeiras.
  • Ausência de remorso. Manifesta-se com indiferença ou racionalização do fato de ter ferido, maltratado ou roubado alguém.

B. O indivíduo deve ter pelo menos 18 anos de idade.

C. Há evidências da presença de um transtorno de comportamento com início antes dos 15 anos de idade.

C. O comportamento antissocial não ocorre exclusivamente no curso da esquizofrenia ou transtorno bipolar.

Quais são as características do comportamento de um sociopata?

O sociopata muitas vezes carece de empatia e tende a ser o que poderíamos entender como uma pessoa cruel. É também cínico e depreciativo com os sentimentos, direitos e sofrimento dos outros.

A pessoa sociopata pode ter uma alta concepção de si mesmo e ser arrogante. Por exemplo, pode pensar que o trabalho comum não está à sua altura ou não tem uma preocupação realista com seus problemas atuais ou com seu futuro.

Um sociopata é uma pessoa excessivamente obstinada, segura de si mesma, a ponto de podermos qualificá-la como vaidosa. Além disso, emite um charme simplista e superficial, com capacidade verbal volúvel e artificial. Por exemplo, usa termos técnicos ou jargões que possam impressionar alguém que não esteja familiarizado com o assunto.

A falta de empatia, uma concepção de si mesmo elevada e o charme superficial são características que muitas vezes são incluídas na definição de um psicopata. Um sociopata também pode ser irresponsável e explorador em seus relacionamentos sexuais e de casal.

A pessoa geralmente iniciou muitos relacionamentos e nunca teve um relacionamento monogâmico. Essa irresponsabilidade se estende ao seu papel de pai. Isto é evidenciado pela desnutrição ou pelas condições resultantes da falta de uma higiene mínima com seus filhos.

Assim, um sociopata pode chegar a ser expulso das forças armadas. Também pode não se tornar autossuficiente, ficar pobre ou mesmo sem lar. Além disso, a pessoa pode passar muito tempo em instituições penitenciárias.

Laranja Mecânica

Um sociopata também sofre de estresse e outros transtornos mentais

A pessoa pode experimentar disforia, com dificuldade para suportar um nível mínimo de estresse ou uma incapacidade acentuada de tolerar o tédio; pois assim ela se perde, porque por si só dificilmente encontra entretenimento. Ela pode desenvolver ansiedade, transtornos depressivos, transtornos por uso de substâncias, transtorno por jogo (jogador patológico) e transtornos do controle dos impulsos.

Ela também costuma ter características de personalidade que a tornam propensa à Síndrome de Borderline, transtorno de personalidade histriônica e narcisista. A probabilidade de desenvolver um transtorno de personalidade antissocial na vida adulta aumenta quando um transtorno comportamental ou um transtorno de déficit de atenção começa na infância.

Abuso ou negligência infantil, paternidade instável ou irregular ou disciplina parental inconsistente aumentam a probabilidade de que o transtorno de conduta se torne um transtorno de personalidade antissocial. Ou seja, tais situações aumentam a probabilidade de que a pessoa se torne um sociopata.

Como podemos ver, os sociopatas são aquelas pessoas que não demonstram empatia pelos outros ou remorso por suas ações. A sociopatia, catalogada como um transtorno de personalidade, hoje é chamada de transtorno de personalidade antissocial. Então, se você encontrar uma pessoa assim, tenha cuidado!

Recomendados para você