Cultivar a solidão melhora nossas relações – A mente é maravilhosa

Cultivar a solidão melhora nossas relações

6, fevereiro 2016 em Emoções 14 Compartilhados
Cultivar a solidão

Nós passamos o dia rodeados de gente, seja de forma física ou virtual. No trabalho, em casa, nas atividades de lazer… A verdade é que é pouco comum que façamos atividades sozinhos, seja ir ao cinema, tomar um café ou passear. E quando estamos sós, não demoramos muito para pegar nossos smartphones e conferir as últimas notícias ou atualizações de conhecidos.

A companhia é necessária e as relações são o que dá sentido a vida, mas o problema surge quando passamos tanto tempo acompanhados que já não somos capazes de estar sozinhos. Nos entediamos, nos incomodamos, ficamos nervosos… e temos que recorrer à companhia.

A solidão, em sua justa medida, cumpre funções muito benéficas para as pessoas. Não somente é necessário um certo grau de solidão para desempenhar algumas atividades, senão que, além disso, ela pode inclusive melhorar nossas relações sociais, já que nos dá espaço mental para nos desconectarmos dos demais e nos conectarmos com nós mesmos.

cultivar-a-solidão

A solidão permite que nos reencontremos com nós mesmos

Quando passamos todas as horas do dia em contato com outras pessoas, seja de forma física ou virtual, estamos constantemente expostos aos pensamentos, julgamentos e expectativas dos demais. Isso não é negativo; o ser humano é um ser social e é preciso conhecer e se integrar ao entorno, mas a verdade é que também é preciso reencontrar a nós mesmos.

Os momentos de solidão nos permitem refletir sobre os ambientes sociais nos quais estamos inseridos, as opiniões dos demais, as tendências, o que a sociedade espera de nós, etc., e precisamos destes momentos de solidão para conhecer nossa verdadeira opinião em relação ao grupo, sem a pressão que, às vezes, um olhar externo pode impor.

A solidão é um lugar para conhecer e explorar nossos gostos e passatempos

Outra coisa que costuma acontecer quando passamos todo o tempo acompanhados é que vamos de uma atividade à outra e, se por alguma circunstância ficamos sem plano, por exemplo, em um sábado à noite, pode ser que nos sintamos mal porque já não nos lembramos de como é ficar bem em solidão.

Ter momentos para nós mesmos de vez em quando nos permite explorar nossas formas de lazer particular. Podemos ver filmes ou séries dos quais só nós gostamos, ler livros, escrever, sair para passear pela cidade, cozinhar, tomar um banho relaxante… A verdade é que a quantidade de opções é infinita.

Passar um tempo de lazer com nós mesmos é uma forma de nos cuidarmos e de mandarmos a mensagem de que somos independentes; além disso, nestas atividades podemos encontrar ideias e recomendações que, então, poderemos compartilhar com os demais.

cultivar-a-solidão

A solidão nos dá espaço para a introspecção

Só em solidão podemos refletir sobre nossa vida, nossos valores e projetos, nossas virtudes e defeitos. A solidão é o espaço para a  introspecção, para pensar sobre nós e em nossas relações e procurar uma maneira de melhorar. Sem momentos para refletir, nunca poderíamos saber onde estamos e onde queremos ir.

Além disso, a vida social está cheia de conflitos, já que o conflito é uma parte indispensável das relações humanas. É importante falar com os demais para conhecer pontos de vista alheios e não nos perdermos em nossos próprios pensamentos, mas também é importante ter momentos de reflexão em solidão, quando podemos, com sinceridade, pensar em como agimos nesses casos e como podemos resolvê-los.

A solidão é o impulso da criatividade

Há atividades que só podem ser realizadas em grupo, e outras que só podem ser feitas a sós. As atividades criativas costumam se enquadrar dentro desta última categoria. Escrever, pintar, costurar, cozinhar… Existem milhões de formas de desenvolver essa parte do nosso cérebro que tem a ver com a intuição e com a arte.

Frequentemente passamos tanto tempo imersos em assuntos indispensáveis, como o trabalho e outras responsabilidades, que nos esquecemos de procurar um momento para desenvolver essa outra parte mais criativa da vida, que tanto bem-estar nos gera uma vez que estamos imersos nela.

O equilíbrio se encontra num ponto intermediário. Um excesso de solidão pode nos isolar e inclusive nos induzir a sentimentos de depressão, mas não saber estar em solidão pode fazer com que nos esqueçamos de quem realmente somos e com que não saibamos, quando necessário, passar um tempo sozinhos, cuidar de nós mesmos e nos divertirmos com a nossa própria companhia.

E você? Aproveita seu tempo em solidão? Como você faz isso?

Créditos das imagens: Christian Schloe