Curiosidades sobre viajar

O mundo está cheio de pessoas que se mudam de um lugar para outro. Há aqueles que fazem isso para trabalhar, para conhecer alguém ou simplesmente pelo prazer de mergulhar em outra cultura. Sim, este artigo é sobre curiosidades de viagem.
Curiosidades sobre viajar
Sergio De Dios González

Revisado e aprovado por o psicólogo Sergio De Dios González.

Escrito por Edith Sánchez

Última atualização: 18 maio, 2023

Muitas das mais curiosas histórias de viagem ficarão guardadas na mala, mochila ou na memória de poucos. Falamos daquelas anedotas que vão servir para animar as refeições, provocar sorrisos partilhados e até aborrecer um pouco aquelas pessoas próximas que têm de as ouvir várias vezes. De uma forma ou de outra, são experiências vitais extraordinárias.

Quanto ao nosso interesse com as viagens, a verdade é que o ser humano foi um ser nómada desde primórdios da espécie humana. Apesar do tempo, a vontade intensa de pegar a estrada e ir longe persiste em muitos de nós. Alguns viajam para descansar, outros como estilo de vida. A maioria gosta dessas viagens que sempre trazem surpresas. Vamos conhecer algumas curiosidades sobre viagens.

“A pessoa inteligente viaja a fim de enriquecer sua vida nos dias sedentários, que são mais numerosos”.

-Enrique Larreta-

Homem com uma mochila no aeroporto
Viajar aumenta a dopamina e reduz os níveis de estresse.

O gene viajante

Aparentemente, todos os seres humanos têm o que poderia ser chamado de “gene viajante”, que de alguma forma chegou até nós de nosso passado nômade como espécie. Isso foi sugerido por um estudo publicado na revista Evolution and Human Behavior em 2015. A pesquisa indica que a variante genética DRD4-7r pode estar altamente associada ao desejo de viajar.

Parece que esse gene tem a ver diretamente com a busca por novidades, impulsividade e desejo de aventura. Por esta razão, muitos não hesitaram em batizá-lo como o “gene do desejo de viajar”. Estima-se que 20% da população tenha altos níveis do gene viajante em seu mapa genético.

No entanto, muitos pesquisadores têm apontado que o gosto por viajar não está relacionado a um único gene, mas que muitos fatores estão envolvidos, não só genéticos, mas também de personalidade e culturais. Seja como for, a hipótese do gene viajante ainda é interessante e merece ser mencionada entre as curiosidades sobre viagens.

As grandes vantagens de viajar

Viajar não é apenas mais uma atividade recreativa, mas traz grandes benefícios para quem se deixa seduzir pelo chamado da estrada. Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Jyväskylän, na Finlândia, descobriu que idosos que viajam vivem mais. É porque as viagens rompem com o sedentarismo, física e mentalmente. Se vale para os mais velhos, valerá muito mais para os jovens.

Outro estudo, liderado por Thomas Gilovich, da Cornell University (Estados Unidos), apontou que viajar traz felicidade. É uma experiência que se desfruta desde o planejamento, passando pela realização e depois pela memória. Faz parte das experiências memoráveis que alimentam uma atitude mais positiva perante a vida.

Outros benefícios de viajar

Mudar de contexto não significa apenas uma ruptura saudável com as rotinas habituais, mas a experiência de viajar também testa e ajuda a desenvolver várias capacidades:

  • Ativa a capacidade de resolver problemas. Num contexto estrangeiro, depara-se com novas situações que exigem capacidade de resolução de dificuldades e de adaptação ao meio.
  • Aumenta as habilidades sociais e de comunicação. Fora do ambiente habitual, são necessárias maior empatia e habilidades de comunicação aprimoradas para entender e expressar ideias e emoções.
  • Ajuda a destruir preconceitos. Uma pessoa que viaja tem a oportunidade de ver por si mesma se o que dizem sobre outros lugares e culturas é verdade ou não. Dessa forma, muitos preconceitos desmoronam.
  • O conhecimento de si mesmo. Estar num contexto diferente permite-nos descobrir aspectos da nossa personalidade que se mantinham escondidos no âmbito da nossa zona de conforto.
Curiosidades sobre viajar
Viajar nos ajuda a crescer como pessoas.

Grandes viajantes

As obras épicas clássicas mais famosas são A Ilíada e A Odisseia. Ambas são sobre viagens, já que seu criador, Homero, era um viajante incansável. Os romanos também o eram, e por isso era comum que fizessem viagens, não de férias, mas durante vários anos. Era um costume generalizado.

Outra das curiosidades sobre viagens é fornecida por um monge chinês chamado Zuangzang. Ele empreendeu uma viagem colossal de 16 anos, com o objetivo de coletar todos os textos budistas que estavam no caminho da China para a Índia. Ele seguiu a Rota da Seda e documentou geograficamente todos os locais que visitou.

Isabella Lucy Bird também merece um lugar entre as curiosidades sobre viagens. Esta mulher viveu na era vitoriana e apesar de todas as restrições que existiam para o seu género nessa época, não hesitou em fazer as malas e viajar para a Ásia. Foi assim que ela se tornou a primeira mulher a ingressar na Royal Geographic Society e deixou livros maravilhosos sobre suas viagens. Como todos os viajantes, ela era uma alma errante em busca de mistério.


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.


  • Gilovich, T., Kumar, A., & Jampol, L. (2015). A wonderful life: Experiential consumption and the pursuit of happiness. Journal of Consumer Psychology, 25(1), 152-165.
  • Haines, G. (2017, 3 agosto). The ‘wanderlust gene’ – is it real and do you have it? The Telegraph. https://www.telegraph.co.uk/travel/travel-truths/the-wanderlust-gene-is-it-real-and-do-you-have-it/.
  • Katja Pynnönen, Timo Törmäkangas, Riitta-Liisa Heikkinen, Taina Rantanen, Tiina-Mari Lyyra, Does Social Activity Decrease Risk for Institutionalization and Mortality in Older People?, The Journals of Gerontology: Series B, Volume 67, Issue 6, November 2012, Pages 765–774, https://doi.org/10.1093/geronb/gbs076.

Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.