Depressão mascarada: quando o corpo fala

Depressão mascarada: quando o corpo fala

Última atualização: 16 fevereiro, 2022

Nenhuma depressão é igual. Nem qualquer sofrimento é igual a outro. É por isso que em muitas ocasiões é tão difícil para os profissionais de saúde dar um diagnóstico adequado. Dores nas costas, taquicardia, tontura e até alergias escondem realidades mais profundas, talvez depressão mascarada, que passam despercebidas e para as quais é dado um tratamento inadequado.

Tomemos, por exemplo, as crianças. Em tenra idade é muito difícil para elas traduzir em palavras o que acontece com elas, o que pode estar traumatizando-as sem que os adultos saibam perceber. Enurese noturna, dores de cabeça e problemas escolares seriam indícios de depressão silenciosa ou mascarada em uma criança.

Os idosos também são propensos a esse tipo de problema. Devido à idade avançada, encontram-se em um quadro clínico onde dores, má digestão, infecções, tonturas são mais do que comuns…

Temos que levar isso em consideração. Para nossa saúde e nosso equilíbrio. Devemos sempre lembrar que nosso corpo é um verdadeiro reflexo de nosso mundo interior e de nossos sofrimentos silenciosos.

mulher triste com depressão mascarada

Depressão mascarada ou depressão somatoforme

Diz-se que quase 10% das pessoas que vão aos seus centros de saúde por problemas nas costas, dores de cabeça ou outras doenças aparentemente sem muita importância apresentam depressão mascarada. E desses 10% apenas 50% recebem um diagnóstico adequado.

O resto do povo começará uma custosa  jornada de visitas a especialistas onde dificilmente será encontrada a origem de sua doença. Eles receberão analgésicos, anti-inflamatórios ou qualquer outra droga que só piorará a situação.

Quem é mais afetado pela depressão mascarada?

Diz-se que a depressão mascarada é muito comum, por exemplo, em crianças. Elas podem ser diagnosticadas com, por exemplo , hiperatividade ou o clássico problema da enurese noturna, que surge repentinamente sem que saibamos por quê. Problemas de alimentação, mudanças de caráter… indícios indubitáveis de que existe um problema subjacente.

Mas não é apenas uma descrição do que acontece em crianças e idosos. Há muitos adultos que vão de um especialista a outro sem que ninguém encontre a origem de sua taquicardia. Para seus problemas digestivos, para sua fadiga crônica. Mas a realidade é que nem sempre a culpa deve recair sobre os profissionais de saúde, incapazes de dar o diagnostico de “depressão” a um paciente que realmente a sofre.

Menino com as mãos em um copo por causa da depressão mascarada

Não reconhecer o problema

Há outro aspecto que devemos levar em conta: há muitos pacientes que resistem a ser diagnosticados com depressão. São pessoas que não se conectam bem com suas emoções e sentimentos. Personalidades que não aceitam que algo está acontecendo com elas, que há algo errado em suas vidas. Em seu mundo interior.

Daí surge a clássica “somatização”. Mas há outro aspecto mais profundo: em nossa sociedade “aparentemente avançada”, os problemas físicos são mais bem vistos do que os psicológicos. Pode parecer surpreendente, mas é assim. Há pessoas que preferem declarar que sofrem de dor crônica nas costas do que que sofrem de depressão.

Às vezes é mais fácil dizer que estamos com dor de cabeça do que que tivemos um dia horrível no trabalho. Porque nos sentimos solitários e tristes. As emoções não são apenas difíceis de reconhecer, mas também de verbalizá-las, de falar sobre elas. O que seria, sem dúvida, o primeiro passo para a nossa própria cura.

Esconder, ficar calado, disfarçar emoções ou sentimentos sempre acaba se traduzindo em desconforto físico, e com o tempo é muito provável que esse problema original acabe se tornando crônico.

A importância do diagnóstico

Mulher triste com depressão secreta

É muito impressionante como as pessoas  que recebem o diagnóstico adequado e assumem a depressão, conseguem melhorar dia a dia. Com o tratamento indicado e com a força de nossa própria vontade, cada passo para lidar com esses problemas psicológicos reduz nossas doenças físicas. E isso é certamente esperançoso.

A depressão mascarada é um dos problemas mais comuns em nossa sociedade e um desafio enfrentado por muitos profissionais da atenção primária. “É um problema físico que meu paciente sofre ou talvez seja uma depressão oculta?” Devemos sempre lembrar que nossa saúde não precisa apenas de uma boa alimentação e algum exercício físico.

A saúde começa cada dia com o nosso próprio bem-estar emocional. Com aquela simples felicidade do dia-a-dia, com uma ilusão que impulsiona nossos sonhos e projetos. Às vezes não é fácil, sabemos, mas todo esforço para manter nosso equilíbrio emocional e nossa felicidade valerá a pena. Que tal tentar?

Pode interessar a você...
De acordo com a ciência, a depressão é diferente em homens e mulheres
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
De acordo com a ciência, a depressão é diferente em homens e mulheres

A depressão é diferente em homens e mulheres. De acordo com vários estudos, existem particularidades importantes que devemos considerar.

Cortesia da imagem: Jennyfer k. Sometimes