A ditadura do WhatsApp, um aplicativo amigo e inimigo ao mesmo tempo

A ditadura do WhatsApp, um aplicativo amigo e inimigo ao mesmo tempo

20, outubro 2016 em Emoções 1329 Compartilhados
A ditadura do WhatsApp

O WhatsApp se tornou um aplicativo com influência crescente em todo o mundo. Ele não só superou os outros serviços de mensagens, que estavam muito bem posicionados, mas abriu uma nova era nas relações sociais mediadas pela tecnologia. Em princípio, é uma contribuição importante para facilitar a comunicação, mas também tem mostrado sinais de que pode ser um instrumento que acarreta alguns riscos.

De acordo com um estudo realizado pela Global Web Index, que investigou a utilização do WhatsApp em 34 países, 40% dos internautas usam este aplicativo. Também se apurou que existe uma taxa crescente de utilização entre as pessoas com idades entre 16 a 64 anos. Os dez países onde ele é mais utilizado são: África do Sul, Malásia, México, Índia, Cingapura, Espanha, Argentina, Hong Kong, Emirados Árabes e Brasil.

Um dos fatores decisivos para o sucesso do WhatsApp é a simplicidade e funcionalidade. É muito simples criar e gerenciar grupos. Embora existam outros aplicativos semelhantes, o WhatsApp se transformou no mais utilizado pela maioria das pessoas. 

O WhatsApp causa problemas?

O WhatsApp pode causar problemas, mas como em tantas outras áreas da tecnologia, a dificuldade não reside no próprio aplicativo, e sim no uso que as pessoas fazem dele. Há um tendência preocupante entre as pessoas de midiatizar a comunicação cada vez mais.

Isto é, substituir o contato direto com o outro por um contato através de qualquer dispositivo. Começou com o telégrafo, em seguida o telefone, e finalmente a Internet, que quebrou todos os limites imagináveis.

ditadura-do-whatsapp

Se você mora em Lima e precisa se comunicar com alguém que está em Beirute, esse tipo de mídia é uma benção. Sem o WhatsApp, seria impossível a comunicação em tempo real e com baixo custo, como acontece atualmente.

O problema ocorre quando você utiliza este aplicativo para se comunicar com as pessoas próximas, com as quais poderia conversar pessoalmente. Esta situação se agrava quando não conseguimos tirar os olhos da tela do celular e não prestamos atenção ao que acontece ao nosso redor.

Com o WhatsApp e seus grupos, o usuário experimenta uma nova necessidade: estar conectado o tempo todo e verificar o que as pessoas estão dizendo. O curioso é que estas conversas são, na maioria das vezes, sobre fatos sem importância, mas mesmo assim a pessoa acredita que precisa fazer parte delas para não perder o controle.

A verdade é que o uso excessivo dessas tecnologias pode resultar em um aumento de problemas com os estudos, trabalho e relacionamentos. Algumas pessoas usam o WhatsApp para aliviar ou mascarar problemas emocionais como o tédio, a solidão, a raiva, ansiedade ou timidez.

Para uma utilização racional do WhatsApp

As tecnologias não foram criadas para complicar a nossa vida, mas para nos ajudar. São mudanças irreversíveis, que o homem deve colocar a seu serviço, em vez de transformá-las em um novo tipo de escravidão. Por isso, é preciso dar-lhes um uso racional e não transformá-las em um fetiche ou tabu.

ditadura-do-whatsapp

É preciso refletir e perceber se o uso do WhatsApp está lhe causando problemas. Analise os itens abaixo que dão a entender que algo está fora do controle.

  • Você mudou radicalmente os seus hábitos para se conectar o maior tempo possível.
  • Raramente faz atividades físicas.
  • Tem doenças relacionadas com o uso do celular ou computador (fadiga ocular, tendinite, dor na nuca, etc).
  • Dá mais atenção aos contatos do WhatsApp do que às pessoas ao seu redor.
  • É negligente com as suas obrigações, com os estudos ou com o trabalho por causa do tempo que utiliza o WhatsApp.
  • Sai de casa cada vez menos, perdeu amigos e se sente isolado.

amigas-sorrindo

Se você percebeu que está usando o seu aplicativo de forma exagerada ou se ele está lhe causando problemas, estas são as medidas que recomendamos para que você não caia em uma ditadura que pode causar danos maiores.

  • Não comece o seu dia se conectando ao WhatsApp.
  • Altere os seus hábitos de conexão. Mude os horários, local e tempo de utilização do aplicativo.
  • Programe um alarme para avisá-lo quando é a hora de deixar o celular de lado.
  • Pesquise e pratique um hobby. Faça algo que você realmente gosta.
  • Marque um encontro com os seus amigos para conversar pessoalmente e desligue o celular durante esse tempo.
Recomendados para você