Dizer a verdade: 5 segredos para evitar machucar os outros

Dizer a verdade: 5 segredos para evitar machucar os outros

dezembro 12, 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
Como dizer a verdade em situações delicadas

Dizer a verdade tornou-se sinônimo de pessoas ofendidas na maioria das ocasiões. A “verdade” é um valor positivo e seria perfeito se sempre tivéssemos acesso a ela. Por que, então, tornou-se um veículo para atacar os outros?

A resposta poderia estar em uma sociedade que vive sob o pacto implícito de mentir nas relações humanas para, aparentemente, torná-las mais gentis. Parece que se queremos manter a harmonia com alguém, devemos mentir para eles. E se decidimos acabar com esse jardim de rosas, só precisamos dizer a verdade, nos piores termos. 

Às vezes dizer a verdade é um ato acompanhado de raiva. Outras vezes, a pessoa objeto dessa “verdade” se sente mal quando lhe dizem isso, embora a intenção seja construtiva. 

Devemos poder dizer e ouvir as verdades que não gostamos, sem que isso nos leve a grandes conflitos. Em seguida, veremos algumas chaves para que dizer a verdade não se torne algo desagradável e prejudicial.

1. Expressar-se construtivamente ao dizer a verdade

Em primeiro lugar, é importante examinar quais são nossas intenções no momento de dizer a verdade. A primeira coisa é ser honesto com nós mesmos e definir se somos movidos por um desejo construtivo ou se, pelo contrário, estamos usando essa verdade incômoda como pretexto para fazer alguém se sentir mal.

Amigas conversando

A maneira de dizer a verdade dependerá dessa intenção. Quando a motivação é positiva, uma abordagem gentil é escolhida para se comunicar com a outra pessoa. Por exemplo, um defeito, falta ou inconsistência é apontado, de modo que se torne uma contribuição, e não uma afronta. Para isso, também podemos contar com o que é bom ou melhor. Desta forma, a mensagem não será tão agressiva.

2. Estar disposto a ouvir

Muitas vezes a verdade desconfortável envolve ambas as partes. Então, se pudermos dizer a verdade, também devemos ouvi-la. Conversas sinceras têm duas mãos. Ambas as partes têm algo a dizer.

Ouvir significa abrir a mente para o ponto de vista do outro. Uma escuta construtiva visa tirar conclusões úteis para todos os envolvidos. Portanto, não há relutância em entender as razões dos outros, nem em reconhecer as verdades dos outros.

3. Não pensar pelos outros

Não é apropriado tentar pensar pelos outros, em dois sentidos. O primeiro é imaginar qual pode ser a reação dessa pessoa a quem a verdade se destina. Desista de fazê-lo assumindo o possível dano ou desconforto que pode ser causado.

Pessoas falando sobre negócios

O segundo sentido é supor que é totalmente claro o que está dentro do outro. Que suas intenções e seus sentimentos mais secretos são conhecidos, que são a base para julgá-los. Em ambos os casos, pensar pelos outros só leva ao erro. Dizer a verdade não é o mesmo que acreditar que você possui a verdade.

4. Ser claro e direto

Uma verdade desconfortável parece terrível quando é dita com raiva, palavras fortes e desrespeito. No entanto, não é apropriado expressá-lo com eufemismos, sutilezas ou usando mecanismos para suavizar artificialmente. Em ambos os casos há uma distorção do propósito central, que é dizer a verdade.

A coisa certa a fazer é comunicar essas verdades calmamente e com clareza. Os rodeios só dão a sensação de que você quer enganar ou manipular a situação. É bom pensar sobre quais são as palavras mais apropriadas para apresentar uma mensagem precisa, concisa e compreensível.

5. Planejar um propósito

Dizer a verdade sempre deve ter um propósito. No entanto, muitas vezes não fazemos o esforço para defini-lo claramente antes de falar. É um grande erro, uma vez que a afirmação das verdades poderia obedecer a motivações não tão positivas ou não tão relevantes.

Casal se comunicando por telefone sem fio

A questão é: o que você quer alcançar com a verdade? Uma resposta saudável tem a ver com a intenção de superar os conflitos, buscar uma maior compreensão ou aumentar a qualidade do vínculo que nos une com o outro.

Seria bom banir a ideia de que dizer a verdade equivale a insultar. Ser grosseiro não significa que alguém seja sincero. As verdades são sempre melhor ouvidas e aceitas se forem acompanhadas de respeito e de uma intenção genuína de construir algo mais positivo para os envolvidos.

Recomendados para você