Dramatizar seus problemas só os torna piores

Dramatizar seus problemas só os torna piores

julho 31, 2016 em Emoções 0 Compartilhados
Dramatizar seus problemas só os torna piores

Quantas vezes vemos alguém dramatizar um problema e falamos “Você está fazendo tempestade em copo d’água,” ou “Não é para tanto,” ou “Mude a forma de pensar e tudo vai se ajeitar…”

Não sabemos exatamente se estas frases ajudam ou não, mas às vezes alguma atuação dos demais nos desespera e não sabemos como fazê-los enxergar que uma atitude tão negativa apenas piora o problema em vez de solucioná-lo.

O melhor que podemos fazer quando o problema não é nosso é ouvir. Isso nos dará a informação para chegar a saber por que realmente este problema afeta tanto e, assim, iremos desenvolver a empatia com base no que conhecemos.

É uma boa atitude em relação aos demais, mas… o que acontece quando sou eu a dramatizar um problema e viver uma situação desagradável?

Quando algum de nós vive uma situação difícil e a enfrenta, deste primeiro enfrentamento do problema ou desse choque inicial vai depender que o processemos melhor ou não depois.

Uma vez mais, também serão importantes o apoio social com o qual contaremos e as estratégias psicológicas que cada um de nós pode colocar em prática para conseguir sofrer menos e se sentir bem o antes possível.

mulher-triste-por-dramatizar-seus-problemas

Problemas vitais e o enfrentamento

A vida, às vezes, bate forte demais. Se é algo inesperado, talvez todos os nossos recursos pessoais e espirituais não estejam preparados e não possamos enfrentar adequadamente a dor.

Nestas situações aparece o estresse. Ao não serem abordadas corretamente, as emoções exacerbadas podem fazer com que o estado de mal-estar se prolongue.

Por não sabermos encaixar desde o princípio e de forma adequada um problema em nossa vida, acreditamos que perdemos o controle sobre ele e o analisamos muito negativamente, como se as sequelas fossem ser irreversíveis e o dano não pudesse ser revertido ou reduzido.

Convertemos inconscientemente nossa situação em algo pior do que era no início. Mas não há problemas, vamos buscar estes recursos que nos faltaram após o impacto inicial para enfrentar a situação atual com mais força. Vamos “desdramatizar” a situação.

“Lembre-se sempre de que você é maior do que as suas circunstâncias. É mais do que qualquer coisa que possa acontecer com você.”
-Anthony Robbins-

Passos para não dramatizar um problema

Tente fazer o seguinte:

  • Leia informações verdadeiras que deixem de lado o catastrofismo.
  • Rodeie-se de pessoas que viveram algo parecido e que já não estão afetadas por pelo que ocorreu em suas vidas. Fale com elas e fique com o que foi útil para você.
  • Busque o carinho; não finja não precisar de apoio emocional, porque uma mentira não pode se manter por muito tempo e seu mal-estar pode sair à superfície quando você menos esperar.
  • É o momento da gratidão. Agradeça por tudo que você tem porque será o estímulo e a base onde se apoiar para levantar e seguir caminhando.
  • Repasse a sua história e situações familiares vividas anteriormente. Identifique o que o ajudou e o que o prejudicou no momento de superar os problemas do passado.
  • O tempo é seu aliado, mas não queira apressá-lo. Ele tem seu ritmo para fazer com que a ferida se cure, e não podemos impor o que desejamos, e sim deixar que atue por si só.
  • Deixe de “voltar a fita”, de situar-se continuamente no momento anterior a aquele em que o problema surgiu. Você não conseguirá nada com isso, não mudará nada. Conte somente com o tempo atual para fazer mudanças.
  • Pratique a humildade em sua vida. Você vai aprender muito com o que aconteceu somente se não adotar uma atitude arrogante ou vingativa. Lembre-se de que superando todos estes baques, chegará um momento em que você dirá “De tanto me dar mal, agora só aproveito a vida.”

mulher-que-deixou-de-dramatizar-seus-problemas

Aprendemos com os problemas, mas não com os dramas

Ninguém é sábio nem vidente no que diz respeito a saber viver bem, somente começamos a ver as coisas de forma mais clara depois que as tenhamos vivido. Agora é o momento de aprender lições que ajudem no próximo tropeço inevitável.

Lembre-se de que por mais que você corra, seu verdadeiro “eu” sempre o alcançará. Assim, não adote uma atitude fingida que rapidamente irá desmoronar.

Que esta história passada se adapte à sua personalidade, a seus valores, e a suas cognições na hora de integrá-la à sua mente. Desta forma, você poderá continuar com sua cicatriz sem que doa.

Por tudo isso, não caia no vitimismo reiterativo e na armadilha de dramatizar na hora de enfrentar seus problemas… ainda que às vezes você queira abraçá-los porque parecem o único alívio imediato. Você tornará as coisas mais difíceis no futuro, que é o que todos nós teremos que viver.

“Deixe de falar e de pensar. Não haverá nada que você não será capaz de conhecer.”
-Sosan-

Recomendados para você