Erin Brockovich: a anti-heroína que ninguém espera, mas da qual todos precisam

16 Setembro, 2020
Erin Brockovich é um daqueles filmes que você tem que ver pelo menos uma vez na vida. Baseado em fatos reais, conta a história de uma mulher que desafia a todos para parar a injustiça que está sendo cometida contra muitas famílias.
 

Erin Brockovich é um drama jurídico baseado na história real de uma mulher responsável pelo maior acordo já pago em um processo de ação direta nos Estados Unidos.

O filme Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento foi dirigido por Steven Soderbergh. Julia Roberts recebeu o salário mais alto pago a uma estrela de cinema até então. O filme teve cinco indicações ao Oscar em sua 73ª edição.

A história de Erin é a de uma mãe solteira de três filhos. Depois de perder um processo por danos pessoais, ela pergunta a seu advogado, Ed Masry (Albert Finney), se ele pode ajudá-la a encontrar um emprego. Uma vez empregada como arquivista, ela encontra algumas informações sobre um caso pouco conhecido movido contra a Pacific Gas and ElectricErin começa a investigar os detalhes do caso, convencida de que os fatos simplesmente não batem.

Com o tempo, ela descobre um encobrimento sistemático de uma prática muito perigosa: o envenenamento industrial do abastecimento de água de uma cidade que ameaça a saúde de toda a comunidade. O filme se adentra na luta pessoal de Erin para obter justiça para pessoas que nem mesmo pensavam que precisavam dela.

Erin Brockovich, a anti-heroína que ninguém espera

Erin Brockovich, divorciada duas vezes, criando seus três filhos sozinha e endividada, tem dificuldade para encontrar um emprego. Ela não tem diploma, fala uma língua que não é compatível com a esfera formal e usa saltos agulha mais longos que suas saias.

 

No entanto, ela se torna a heroína de um escândalo de envenenamento por uma grande e poderosa empresa de eletricidade. Julia Roberts assume o papel homônimo do filme e injeta na personagem toda a energia e impulso que ela precisa reunir. Sua atuação é impecável, o que torna essa produção um sucesso retumbante.

O filme conta a história difícil de acreditar, mas verdadeira, de Erin Brockovich, uma ex-miss um tanto mal-humorada. Empregada com uma baixa remuneração em um pequeno escritório de advocacia, ela conseguiu abrir um enorme processo judicial por águas contaminadas. O acordo de $333 milhões pago pela Pacific Gas & Electric Company foi o maior da história dos Estados Unidos.

No entanto, o roteiro de Susannah Grant foge dos tribunais e das salas dos juízes. O filme se concentra na jornada de autodescoberta de uma mulher, desencadeada por uma convicção apaixonada de que um erro grave deve ser corrigido. As pessoas afetadas são pessoas como ela. Trabalhadores com dificuldades cujo bem-estar é ameaçado pela indiferença e pelo desdém corporativos.

Um acidente de trânsito que muda sua vida

Erin sofre um acidente de trânsito devido à imprudência de outro motorista, ficando com algumas sequelas musculares. Ao perder seu processo contra o outro motorista, ela quase chantageia seu advogado Ed Masry (Albert Finney) para contratá-la para trabalhar em seu escritório de advocacia em Los Angeles. Ela não gosta muito dos outros funcionários, que se incomodam com suas roupas e linguagem. Apesar de tudo, Erin se joga no trabalho.

 

Ao abrir um arquivo, ela encontra registros médicos que a confundem. Descobre um envenenamento no abastecimento de água no deserto de Mojave, na Califórnia, acobertado pela corporação PG&E. Brockovich começa a notar alguns dados estranhos envolvendo as ofertas da Pacific Gas and Electric aos moradores de Hinkley.

Assim, ela começa a investigar arquivos de água municipais para descobrir se as águas subterrâneas da região podem ter sido contaminadas com cromo hexavalente. Isso provavelmente estaria relacionado a várias doenças apresentadas pelos residentes de Hinkley.

Erin Brockovich é uma mãe de família disposta a tudo

Deixando seus filhos aos cuidados de seu namorado, um motociclista chamado George (Aaron Eckhart), ela viaja centenas de quilômetros em seu carro para visitar potenciais vítimas. Erin se conecta emocionalmente com as pessoas afetadas por esta situação. São pessoas humildes, vulneráveis ​​e preocupadas com suas famílias. Desde o início, eles são gentis com Erin e confiam a ela suas histórias pessoais.

No centro da história está a relação entre Erin e seu chefe Finney. A relação de amor e ódio entre esses dois personagens de gerações diferentes confere ao drama grande parte do seu toque cômico.

Além disso, a profundidade da relação entre o chefe e Erin é evidente ao longo do filme. Ele é consciente do grande fardo familiar que Erin tem, aceitando suas maneiras. Ele vê nela verdade e risco: o que gostaria de ser, mas não se sente capaz de ser.

 
Erin Brockovich

Um filme fascinante e sóbrio ao mesmo tempo

O filme é um drama agressivo e linear baseado na realidade de uma mãe vivendo com uma renda muito baixa. Soderbergh criou um filme reconhecido por todos os setores: público, crítica e festivais de cinema. Seu principal concorrente ao Oscar de Melhor Diretor era ele mesmo. Ele perdeu com Erin Brockovich, mas triunfou com Traffic.

O filme mostra alguns dos assuntos recorrentes em trabalhos anteriores do diretor, como o interesse pela natureza sinistra das grandes corporações, a independência feminina e a capacidade individual e coletiva de autoconsciência e aprendizagem. No entanto, é claro que Soderbergh refreou sua inclinação experimental, adotando o enfoque de que menos é mais diante do naturalismo e do brilho de todas as performances.