5 frases de Miguel de Unamuno

novembro 13, 2019
As obras de Miguel de Unamuno são caracterizadas por diferentes preocupações que ele expressou em muitos de seus trabalhos. Neste artigo, coletamos algumas das frases mais interessantes desse escritor clássico.

Conheça algumas frases de Miguel de Unamuno, um escritor e filósofo espanhol que pertencia à geração de 98. Em sua obra, podemos apreciar como abordou todos os gêneros literários existentes: romance, ensaio, poesia e teatro.

No entanto, o mais característico desse autor é que havia um tema predominante em cada uma de suas obras: o existencialismo. Por esse motivo, hoje compilamos algumas frases de Miguel de Unamuno que refletem muitas das preocupações filosóficas que ele teve.

No entanto, antes de abordá-las, é conveniente mencionar que o existencialismo presente em Unamuno é o resultado das experiências que a geração de 98 viveu.

A crise política, social, econômica e moral fez com que os escritores refletissem em suas obras a angústia que a situação da época lhes inspirava. Após este breve parênteses, agora sim, veremos algumas das frases mais interessantes de Miguel de Unamuno.

Frases de Miguel de Unamuno

1. O amor nos faz crer

“O amor nos faz crer em Deus, em quem esperamos e de quem esperamos a vida futura; o amor nos faz crer no que o devaneio da esperança nos cria”.

As referências a Deus são recorrentes na obra de Unamuno. Como bem expõe o artigo O anseio por Deus na obra de Miguel de Unamuno, ele “busca um Deus pessoal que lhe garanta a imortalidade, a perseverança […] dê sentido à sua existência”.

No entanto, com essa frase, Unamuno nos aproxima da dicotomia na qual ele se encontrava. Por um lado, essa esperança tão necessária e humana. Por outro, a angústia que isso lhe produzia e o que ele chama de “devaneio”.

A contradição também se reflete nos estudos realizados sobre esse escritor: os pesquisadores ainda não concordam se ele era ateu, agnóstico ou religioso.

2. A importância da leitura nas frases de Miguel de Unamuno

“Quanto menos se lê, mais danos causa o que se lê”.

Esta segunda das frases de Miguel de Unamuno refere-se a um dos hobbies menos praticados atualmente: a leitura.

Apesar de sua importância, como indica o artigo A importância e o impacto da leitura, da escrita e do pensamento crítico no ensino superior, Unamuno já em sua época sabia quão vulneráveis ​​se tornavam as pessoas que não liam. 

Se uma pessoa não lê com alguma assiduidade, é mais provável que deixe de ser crítica para evitar acreditar em tudo que chega às suas mãos. Muito do que se escreve pode tentar persuadir, convencer ou agir de acordo com outro tipo de interesse.

A leitura é uma maneira de evitar que nos manipulem através das palavras.

3. A ciência ensina a duvidar

“A verdadeira ciência ensina, acima de tudo, a duvidar e a ser ignorante”.

Essa terceira das frases de Miguel de Unamuno está intimamente relacionada à anterior. Assim como a falta de leitura pode fazer com que tudo o que caia em nossas mãos seja considerado como certo ou verdadeiro, a ciência ensina algo essencial: a dúvida.

A dúvida favorece a busca por respostas, o que nos leva a um maior conhecimento. Isso é muito importante para a ciência. Sentir-se ignorante é a melhor forma de continuar fazendo descobertas. De fato, talvez nos venha à mente a frase de um filósofo conhecido, Sócrates, “Só sei que nada sei”.

4. A única vantagem de ser feliz

“Uma das vantagens de não ser feliz é que se pode desejar a felicidade”.

Entre as várias reflexões que vagavam pela mente de Unamuno estava a ideia de ser feliz. Trata-se de busca com a qual todos nos sentimos identificados, como se fosse um objetivo inatingível, pois parece que nunca chega o momento de ser completamente feliz.

A quarta das frases de Miguel de Unamuno refere-se à única vantagem de não ser feliz, e é esse desejo, talvez esperança (como vimos na primeira de suas frases), que permanece tão só nisso. Um anseio que nunca parece se materializar.

Mulher com borboleta na mão

5. Uma das frases de Miguel de Unamuno sobre o amor

“É muito triste não se sentir amado, mas é muito mais triste não ser capaz de amar”.

Esta última das frases de Miguel de Unamuno nos permite refletir sobre o amor. Muitas pessoas buscam se sentir amadas quando não se amam.

Esse “sentir-se amado” é uma busca que se resolve quando cultivamos nossa autoestima. Uma escolha que pode nos levar a sentir a tão desejada felicidade.

Estas são algumas das frases de Miguel de Unamuno, mas existem muitas mais. Religião, amor, felicidade e dúvida são temas que este escritor aborda na maioria de suas obras.

São frases que nos convidam a refletir e que, longe de serem estranhas, nos transportam para aquela introspecção em que Unamuno costumava mergulhar com frequência.

Miguel de Unamuno é uma das figuras de referência. Encontramos um reflexo particular de seu tempo através de seu pensamento, delimitado por algumas das frases que apresentamos.

Além disso, como vimos, as frases transcendem a onipresença temporal de sua vida para serem projetada na história, chegando à furiosa atualidade.

  • García Peña, Ignacio. (2017). El carácter de Augusto Pérez a través de niebla. Alpha (Osorno), (44), 175-196. https://dx.doi.org/10.4067/S0718-22012017000100175
  • Maroco Santos, Emanuel José. (2018). Unamuno y la fe religiosa. Eidos, (28), 255-280. Retrieved September 10, 2019, from http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1692-88572018000100255&lng=en&tlng=es.
  • Posada Gómez, Edward Andrés. (2013). Una fe desesperada: La antropología religiosa de Miguel de Unamuno. Veritas, (29), 97-117. https://dx.doi.org/10.4067/S0718-92732013000200005