Joseph Campbell: biografia e jornada de um herói

outubro 19, 2019
Esse grande pensador, antropólogo e escritor deixou um imenso e valioso legado no campo da mitologia.

Conheça a biografia de Joseph Campbell, um pensador, escritor, antropólogo e professor norte-americano conhecido por seus estudos sobre o universo da mitologia.

O seu trabalho foi considerado de grande importância em sua área, mas também em outros campos, como a psiquiatria.

Ele foi contemporâneo de outros grandes pensadores e figuras influentes do século XX, como Jiddu Krishnamurti e James Joyce. Por isso, foi influenciado por várias correntes filosóficas e de pensamento.

Campbell dedicou a sua vida e o seu trabalho à mitologia comparada. O seu trabalho mais relevante é ‘O Herói das Mil Faces’, embora tenha escrito muitos livros que, ainda hoje, são considerados leitura obrigatória para antropólogos e terapeutas.

De fato, o seu trabalho inspirou muitos profissionais de diversas áreas, da psicologia ao mundo do cinema. A seguir, faremos um tour pela emocionante jornada desse grande herói que conseguiu transcender gerações. 

Biografia de Joseph Campbell

Ele nasceu em Nova York em 1904. O jovem Campbell foi com o pai ao Museu Americano de História Natural, onde começou a se interessar por tudo relacionado à cultura dos índios nativos americanos.

Alguns anos depois, tornou-se um especialista nessa área e, principalmente, na mitologia dessa cultura.

Joseph Campbell se formou em Literatura Inglesa na Universidade de Columbia em 1925, onde também concluiu o Mestrado em Literatura Medieval em 1927. Enquanto permaneceu nesta Universidade, fez duas importantes viagens ao México e à Guatemala.

Mais tarde, ele viajou para a Europa e conheceu o filósofo e escritor Jiddu Krishnamurti. Após esse encontro, viajou para a Índia e começou a se interessar por filosofias orientais, especialmente o budismo.

Na Europa, continuou a sua educação e se especializou no ciclo arturiano, um conjunto de textos literários que têm como origem alguns fatos históricos, juntamente com elementos do folclore celta.

Estudou filologia indo-europeia na Universidade de Munique e recebeu uma bolsa para estudar francês antigo, provençal e sânscrito. Além disso, durante os anos em que esteve fora dos Estados Unidos, aprendeu francês, alemão e japonês, idiomas em que se manteve fluente ao longo de toda a sua vida.

Livro antigo

Detalhes sobre sua obra

Seu primeiro livro, O Herói das Mil Faces, foi lançado em 1949. É um trabalho que detalha o que ele chamou de jornada do herói e em que o conceito de monomito ou jornada do herói apareceu pela primeira vez.

Explica que a vida de cada herói consiste em empreender uma jornada, o que o obriga a enfrentar uma série de testes psicológicos que devem ser superados, a fim de evoluir como ser humano.

Além disso, a sabedoria adquirida deve ser compartilhada com o restante do mundo enquanto volta para casa.

Um fato curioso que não deixa de surpreender é que Joseph Campbell provou que esse mito se repete em todas as culturas e mitologias do mundo, independentemente da sua religião ou influência geográfica.

De fato, ele mostrou que existe um caminho para realizar as transformações necessárias no ser humano, e que esse caminho também é universal.

Campbell trabalhou com Swami Nikhilananda na tradução de The Upanishads, um conjunto de livros sagrados hindus, e sua edição subsequente. Ele também se interessou pelo trabalho do psiquiatra suíço Carl Jung.

Entre as suas obras mais conhecidas estão ‘As Máscaras de Deus’, ‘A Imagem do Mito’ e ‘A Jornada do Herói’. O legado literário de Campbell em torno da mitologia, espiritualidade e religião é enorme.

Em 1985, começaram as filmagens de O Poder do Mito, com George Lucas. O diretor de cinema era um estudioso e seguidor do trabalho de Joseph Campbell, e foi através de suas leituras que surgiu o sucesso da popular saga Star Wars.

Livro de Joseph Campbell

As influências na biografia de Joseph Campbell

Campbell foi profundamente influenciado por obras como The Upanishads e autores como Otto Rank, James Frazer, Abraham Maslow e Stanislav Grof. Além disso, também foi influenciado pelo método junguiano de interpretação dos sonhos, intimamente relacionado à teoria do mito que ele desenvolveu.

Em suas obras, podemos observar referências frequentes a escritores como James Joyce e Thomas Mann, além de se sentir atraído pelo trabalho de Pablo Picasso, Nietzsche e Schopenhauer.

Joseph Campbell morreu em 30 de outubro de 1987 em Honolulu e deixou para trás um legado imenso e valioso no campo da mitologia comparada.

Ele soube combinar um enorme conhecimento sobre história, literatura, antropologia e religião que ainda hoje são de especial interesse no mundo acadêmico. Campbell foi um herói que vale a pena ser lembrado.