Ler antes de dormir: um costume que seu cérebro adora

· maio 7, 2018

Mais que um costume, é um prazer. Ler antes de dormir nos liberta de um dia de preocupações. É um momento particular em que mergulhamos em um mar de letras, em um mundo de possibilidades que nos leva pela mão e pela mente a cenários emocionantes. Este costume é um dos favoritos do nosso cérebro, porque adora ser nutrido, estimulado, seduzido todas as noites…

Há quem apague a luz da mesinha de cabeceira ou do quarto no final do último capítulo do livro. O faz com a inebriante placidez quando percebe o peso do sono preso às pálpebras e a calma em uma mente que talvez já corra no mundo dos sonhos. Outros apagam a luz tarde da noite depois de ter visto alguns capítulos de sua série favorita. Alguns se deixam cair no travesseiro depois de algumas horas nas redes sociais, e-mails ou grupos de WhatsApp.

“Existem apenas duas coisas com que se pode dormir: uma pessoa e um livro”.
-Ray Bradbury-

Cada um tem seus hábitos, seus costumes e estilo de vida. No entanto, quer queiramos ou não, essas rotinas antes do repouso noturno em muitos casos determinam nossa qualidade de vida. Se ler antes de ir para a cama sempre foi uma tradição antiga, nos últimos tempos é algo em perigo de extinção.

Isso é uma pena, uma maneira de negligenciar a nossa saúde e a de nosso cérebro. Vejamos em detalhes.

Os benefícios de ler antes de dormir

Ler antes de dormir e seus benefícios inesperados

Tomar um banho relaxante, colocar roupas confortáveis, preparar um bom chá e depois ir para a cama com um livro é algo simples, econômico e gratificante. Além disso, pode inclusive mudar nossas vidas de várias maneiras.

Para quem pensa que isto não passe de um exagero, basta saber o que a ciência nos diz a respeito. Ler antes de dormir é, afinal de contas, uma forma simples de felicidade à qual não devemos renunciar.

Uma forma de relaxamento muito eficaz

Um estudo realizado pela organização “The Sleep Council” do Reino Unido concluiu algo muito interessante. Ler entre meia hora ou uma hora antes de dormir reduz significativamente nossos níveis de estresse.

  • A mente se distrai e se afasta de nossas pressões diárias. A leitura nos oferece um cenário em que podemos nos libertar, nos sentir seguros e relativizar.
  • Da mesma forma, foi possível demonstrar que nossos músculos também relaxam. Além disso, nossa respiração desacelera e se torna mais rítmica.
  • A leitura é, para os especialistas, a melhor alternativa para a televisão ou para os dispositivos eletrônicos. Este último “engana” o cérebro a pensar que ainda é dia. Tudo isso se deve à luz azul, que reduz diretamente a produção de melatonina.

Criança lendo livro com seu cachorro

Melhora nossa resistência cognitiva

Embora no momento ainda não tenhamos nenhuma cura para doenças neurodegenerativas como o Alzheimer, há um aspecto que temos a nosso favor: a possibilidade de treinar nosso cérebro para torná-lo mais resistente, mais forte diante do declínio cognitivo.

Uma maneira de conseguir isso é lendo. Se também adquirirmos o hábito de ler justo antes de dormir, otimizaremos ainda mais nossos processos cerebrais. Cuidaremos melhor do estresse, dormiremos melhor, estimularemos a memória, a agilidade mental, a imaginação… 

Um impulso para a nossa criatividade

Um cérebro relaxado impulsiona a mente criativa. Uma pessoa que, noite após noite, se alimenta de histórias, aprendizados, relatos, possibilidades e descobertas fabulosas, impulsiona ainda mais sua inventividade, sua originalidade e possibilidade de criação. Assim, especialistas em psicologia da leitura, como Keith E. Stanovich, da Universidade de Toronto, nos apontam, por sua vez, que poucas rotinas podem ser tão benéficas para nossos filhos.

Não apenas melhoram a cultura, vocabulário e habilidades expressivas, mas também desenvolvem o pensamento abstrato.

Melhora sua empatia

Raymond Mar, psicólogo da Universidade de York, no Canadá, é uma das pessoas que contribuiu com mais trabalhos e estudos para defender a seguinte premissa: a leitura nos ajuda a ser mais empáticos. Os romances, as narrativas nos oferecem uma oportunidade única para desenvolver esta capacidade. Nos identificamos com os personagens, sofremos com eles, rimos e amamos ao lado deles…

Tudo isso deixa uma marca, tudo isso nos convida a melhorar muito mais nossa capacidade empática. Além disso, e por mais curioso que pareça, o ato de ler antes de dormir melhora ainda mais esse processo. Neste momento nos concentramos muito mais em nossas leituras, estamos mais focados para capturar essas emoções, para torná-las mais vivas em nosso cérebro.

Homem lendo em sua cama

Maior calma interior

Poucas coisas podem ser mais negativas do que ir para a cama de mau humor, irritado por um dia difícil de trabalho, incomodado por alguma desavença com o nosso parceiro, preocupado com as notícias, com o que nos aconteceu ontem, com o que devemos fazer amanhã.

Uma maneira de “romper” com o ciclo da preocupação é através de um livro. Ler antes de dormir é como pegar uma passagem direto para uma ilha de paz. É nos permitir ser alguém diferente, com outras rotinas, outras peles e outras missões. Apenas durante meia hora ou uma hora, podemos nos permitir conectar com esse universo paralelo para descansar da realidade.

Fazer isso, dar-nos momentos diários de paz, é treinar nosso cérebro na arte da calma e do relaxamento. Portanto, não hesite em praticar este exercício todas as noites. Peguemos um livro de papel (não eletrônico) e deixemos que ele nos leve para onde quiser.