Malaxofobia: sintomas, causas e tratamento

· junho 27, 2018

O campo da sexualidade não está livre de fobias. Os jogos de sedução, como a troca de beijos, carícias e fricções, podem originar um grande sentimento de angústia e malestar para aqueles que sofrem de malaxofobia.

Essa fobia, também conhecida como sarmassofobia, é um grande impedimento para fortalecer a intimidade nos relacionamentos, e até para construir laços amorosos. Vejamos em que consiste essa fobia incomum e quais tratamentos existem para eliminar a angústia que ela ocasiona ou, pelo menos, diminuí-la.

“O amor tem um irmão poderoso, o ódio. Procure não ofender o primeiro, porque o outro pode matá-lo”.
-F. Heumer-

O que é a malaxofobia?

A malaxofobia é caracterizada por um medo irracional e persistente em relação aos jogos de sedução e amor. As pessoas com malaxofobia apresentam uma elevada ansiedade em situações que, a princípio, não teriam por que levar a isso. Além disso, gera um grande sentimento de frustração naqueles que sofrem por causa da ambiguidade que cria, já que sentem a necessidade e o desejo de estar com a outra pessoa, mas ao mesmo tempo um grande medo por tudo que o contexto de sedução implica.

Pode ser considerada uma fobia pouco comum na atualidade. No entanto, os profissionais têm conseguido investigá-la em detalhes e a mesma está bem documentada, ajudando a favorecer uma recuperação ideal se for tratada adequadamente. Seja como for, é interessante estudar esta condição e saber quais são os sintomas mais comuns, assim como as causas que a provocam e o tratamento necessário para uma recuperação total.

Mulher com malaxofobia evitando contato

Sintomas

A pessoa com malaxofobia não demonstra seu medo em seu ambiente habitual. No entanto, quando está imersa em atividades de sedução (como conhecer alguém que acha atraente), pode sentir muita ansiedade e sofrimento. Somente nesse contexto surgirão os seguintes sintomas:

Sintomas físicos

Os primeiros sintomas são mostrados de maneira física. O medo irracional da sedução e do jogo do amor não segue um padrão neste sentido, mas é comum que haja um aumento na atividade do sistema nervoso central.

Assim, entre os sintomas mais comuns, podemos destacar um aumento da frequência respiratória e cardíaca, hiperventilação, sensação de asfixia, palpitações, tensão muscular, dilatação das pupilas, dores, sudorese excessiva, tontura e até vômitos.

Sintomas psicológicos

Em relação à sintomatologia psicológica, observamos o surgimento de crenças irracionais muito fortes. Os pensamentos são caracterizados por um medo quase delirante do jogo do amor, incapacidade de agir coerentemente em situações que o envolvem, medo do ridículo, falta de confiança e de autoestima.

Esse pensamento negativo favorece que o indivíduo desenvolva uma aversão à sedução. Além disso, essas crenças, juntamente com os sintomas físicos, aumentam ainda mais o medo irracional e a insegurança.

Sintomas comportamentais

Ao sentir uma grande ansiedade em situações de sedução, a pessoa tenderá a evitá-las. Também tenderá a escapar delas quando envolvem contato com alguém sexualmente atraente.

O principal sintoma comportamental é, portanto, a evitação; o indivíduo fará todo o possível para evitar envolver-se em um jogo de amor ou de sedução. Se, por algum motivo, tem que participar de algo semelhante, sairá da situação o quanto antes.

Homem pensativo

Causas

Em relação às causas, como geralmente acontece com as fobias, não se pode estabelecer somente uma. Assim, após várias investigações, descobriu-se que o desenvolvimento do distúrbio geralmente obedece combinações de diferentes fatores.

  • Condicionamento direto. As más experiências em relação à sedução são uma das causas mais importantes. Desta forma, o indivíduo condiciona inconscientemente suas emoções para evitar essas situações.
  • Condicionamento vicário. Neste caso, a informação sobre a situação é obtida através da visualização de experiências traumáticas e negativas em relação a jogos de sedução vividos por pessoas próximas.
  • Condicionamento verbal. Adquirir a informação verbalmente também pode ser uma das causas da malaxofobia. A educação recebida durante a fase da infância pode desempenhar um papel importante se as consequências negativas do jogo do amor tiverem sido muito enfatizadas.
  • Fatores diversos. A nível genético, faz referência ao histórico familiar como um fator de risco, embora não haja dados muito claros. Por outro lado, a nível cognitivo, tem-se prestado atenção às crenças irreais e vieses cognitivos em relação às ameaças da atividade como razões para o surgimento desse medo irracional.

Tratamento

Como mencionado anteriormente, existe um tratamento para eliminar ou, pelo menos, reduzir a intensidade da angústia sofrida. Para isso, é necessária a ajuda de um psicoterapeuta especializado em tratamento cognitivo-comportamental. As técnicas mais utilizadas são as seguintes:

  • Dessensibilização sistemática ou exposição. Sempre de maneira controlada, para eliminar ou reduzir gradativamente a ansiedade sofrida e instruir a pessoa em técnicas de relaxamento.
  • Reestruturação cognitiva. Para tratar os pensamentos disfuncionais.

“Tudo que sabemos sobre o amor é que o amor é tudo o que existe.”
-Emily Dickinson-

Como podemos ver, a malaxofobia é uma fobia pouco comum que pode causar um grande desconforto. No entanto, é bom saber que existe um tratamento e que aqueles que têm medo da sedução podem superar seu problema.