06 maneiras de curar as emoções quando um relacionamento termina

6 maneiras de curar suas emoções quando um relacionamento termina

Março 21, 2016 em Emoções 812 Compartilhados
Curar as emoções após o fim de um relacionamento

É muito doloroso quando um relacionamento termina. Não importa quem quis terminar, porque terminou ou quem tomou a decisão. Mesmo que você saiba que foi a melhor solução, quando o amor acaba ele deixa um vazio. Por isso é muito importante curar as suas emoções quando um relacionamento acaba.

Quando lhe partem o coração, a dor é real. Um estudo descobriu que as mesmas áreas do cérebro que são ativadas quando sentimos uma dor física real também são ativadas durante um rompimento amoroso. E como qualquer dor, é preciso tempo para a ferida cicatrizar.

Como curar um coração partido

Dizem que o tempo cura tudo, mas podemos agir para que essa recuperação seja mais rápida, menos dolorosa e para que possamos seguir com a vida. Mesmo que pareça que tudo acabou, existe luz no fim do túnel. Dê-se a chance de recomeçar e tome algumas atitudes.

Coração partido pelo fim do relacionamento

1- Dê um tempo

Quando estamos apaixonados, nosso corpo fabrica oxitocina e dopamina. Esses hormônios trazem um grande bem-estar, mas causam dependência. Além disso, elevam os níveis de serotonina no cérebro, o que nos deixa cheios de energia e otimismo.

Por um lado, é normal sentir-se mal pelo término, porque o seu corpo não libera mais esses hormônios. Além disso, seu corpo precisa de um tempo para se libertar dessa dependência.

Não cometa o erro de acreditar que você nunca mais vai se sentir bem. Você precisa dar um tempo; vai aprender a viver sem essa pessoa e tudo voltará ao normal.

2-Pratique atividades que exigem atenção

O seu coração partido lhe faz parar, pensar no que poderia ter sido e não foi, perguntar o que deu errado e por quê. Reaja, você não pode viver um sonho.

Algumas pesquisas indicam que somos muito mais felizes quando participamos de atividades que exigem a nossa atenção. Estar concentrado, em vez de sonhar acordado, nos faz mais feliz. Portanto, tente fazer algo que exija a sua atenção e você se recuperará rapidamente.

Mulher meditando

3- Siga com as suas atividades e seus relacionamentos

Quando nos apaixonamos vivemos um mundo à parte. Muitas pessoas descuidam da própria vida para viver em função da pessoa amada. Quando o amor acaba, parece que o mundo acabou.

Mas não precisa ser assim. Volte para a sua vida, retome as suas atividades, saia com os amigos, com os familiares ou para conhecer novas pessoas. Faça algo novo e diferente. Pode ser que no início você não esteja disposto, mas com o tempo perceberá que isso o ajudará a se sentir melhor.

4- Não acredite que era a pessoa errada

Certamente você encontrará muitas pessoas que, com toda a boa intenção do mundo, dirão que essa não era a pessoa certa, mas não é isso o que importa. Se era a pessoa certa ou não, a dor é a mesma.

Esqueça isso. Acreditar que não era a pessoa certa o desestabiliza emocionalmente e afeta a sua autoestima. Ninguém pode dizer que você não soube escolher e nem tem o direito de julgar porque você gostou dessa pessoa.

O relacionamento não deu certo e acabou. Você terá outras oportunidades na vida e não deve desperdiçá-las pensando se vai dar certo ou não, se essa pessoa é para você ou não.

5- Lembre-se de que já superou momentos difíceis e aprendeu muito com eles

Mulher feliz após o fim do relacionamento

A vida é cheia de momentos difíceis, de experiências desagradáveis e lições aprendidas. Se você já superou outras dificuldades, pode superar esta também. Se conseguiu aprender com as experiências do passado, aprenderá com esta também.

Não pergunte o “porquê”. Pergunte a si mesmo o que pode aprender com essa experiência e o que precisa mudar. Analise os sinais que você não viu, o que fez e o que deixou de fazer. Concentre-se em ser uma pessoa melhor a cada dia e lembre-se de que também houve momentos bons. Aprendemos muito com os bons e os maus momentos.

6- Evite os rótulos e não feche o seu coração

Não acredite que existe uma regra geral: nem todos os relacionamentos são iguais, nem todas as pessoas se comportam da mesma maneira. Aprender com a experiência lhe ajudará a analisar melhor as pessoas, entender a natureza dos relacionamentos e gerar expectativas mais realistas.

Recomendados para você