Mihaly Csikszentmihalyi e a psicologia das experiências ótimas

Mihaly Csikszentmihalyi e a psicologia das experiências ótimas

Maio 26, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Mihaly Csikszentmihalyi e a psicologia das experiências ótimas

Mihaly Csikszentmihalyi é um dos psicólogos contemporâneos mais bem-sucedidos e seu nome goza de muita fama, apesar da pronúncia difícil. Sua teoria tem sido chamada de “psicologia das experiências ótimas” por causa da ênfase que esse autor coloca nos momentos de “fluxo” ou plena realização.

Este psicólogo nasceu em uma pequena cidade italiana que anteriormente era chamada de Fiume, mas atualmente pertence à Croácia e é chamada de Rijeka. Sua família era de origem húngara e teve que viver em condições muito duras durante a Segunda Guerra Mundial. Isso levou Mihaly Csikszentmihalyi a emigrar para os Estados Unidos em 1956, com apenas alguns centavos no bolso.

No país norte-americano, Mihaly Csikszentmihalyi ingressou na faculdade de psicologia da Universidade de Chicago. Em 1965 obteve seu doutorado naquela disciplina e pouco tempo depois publicou seu trabalho ‘Fluxo’, que se tornou uma verdadeira referência para a psicologia contemporânea. Atualmente ele é considerado uma das figuras mais relevantes da chamada “psicologia positiva”.

“O prazer aparece na fronteira entre o tédio e a ansiedade, quando os desafios são equilibrados com a capacidade da pessoa agir”.
Mihaly Csikszentmihalyi.

Flores ao vento

Mihaly Csikszentmihalyi e o conceito de fluir

O que Mihaly Csikszentmihalyi propõe é que as pessoas são muito mais felizes quando conseguem se situar em um estado de “fluxo”. Isso acontece quando realizamos uma atividade que captura completamente nossa atenção. Para muitos, é o que é conhecido como “estar na onda”, isto é, completamente absorvido em algo e feliz ao mesmo tempo.

Mihaly Csikszentmihalyi descreveu o estado do fluxo da seguinte maneira: [é] o fato de se sentir completamente comprometido com a atividade por si só. O ego desaparece. O tempo voa. Toda ação, movimento ou pensamento surge inevitavelmente da ação, do movimento e do pensamento prévio, é como se estivéssemos tocando jazz. Todo o seu ser está lá e você está aplicando suas faculdades ao máximo “.

É, então, um estado no qual toda a atenção está focalizada na tarefa ou atividade que está sendo desenvolvida. A essa atenção é adicionada uma motivação profunda. Isto é, querer estar lá e fazer o que está sendo feito. O resultado disso é harmonia, equilíbrio e, ao mesmo tempo, um sentimento de felicidade. O estado de fluxo também é chamado de “experiência ótima”.

Constelações cerebrais

Fatores que levam a uma experiência ótima

Csikszentmihalyi conduziu uma investigação por 12 anos em que milhares de pessoas ao redor do mundo foram consultadas. Ele descobriu que, independentemente da idade ou nacionalidade ou das condições em que cada um vivia, quase todos descreviam as melhores experiências de maneira muito semelhante. Todos os itens permitiram definir alguns fatores presentes nessas experiências de fluxo. Eles seriam os seguintes:

  • Existe um desafio que exige colocar as habilidades em jogo. Se o desafio impõe exigências, mas é proporcional às habilidades, a probabilidade de começarmos a fluir aumenta consideravelmente.
  • Foco e concentração. No estado de fluxo, a atenção é tão centrada que o mundo e o ego desaparecem. Tudo está focado em um ponto e, então, um alto grau de concentração aparece.
  • Objetivos definidos. Csikszentmihalyi descobriu que há maior prazer quando os objetivos são mais claros. Se eles são difusos, a atenção também é borrada.
  • Feedback direto e imediato. As pessoas precisam ter feedback de curto prazo que as reforce. Sentir que você está avançando aumenta a intensidade da experiência.
  • Exclusão de outras informações. No estado de fluxo, não há lugar para receber informações que não estejam associadas à atividade.
  • Sensação de controle. Quando flui, a pessoa sente que tem um alto grau de controle sobre o que acontece. É ela quem define o ritmo dos eventos.
  • O sentimento de autoconsciência é perdido. Nesses tipos de estados, tudo é percebido como se o eu tivesse desaparecido. Isso tem o efeito de uma espécie de “libertação”.
  • Mudança na percepção do tempo. Viver uma dessas experiências cria a sensação de que o tempo é comprimido. Três horas parecem 30 segundos.

Folha transparente

As teses de Mihaly Csikszentmihalyi foram aplicadas em inúmeros campos. Da educação, passando pela psicoterapia, para o mundo dos negócios. Certamente quase todos nós já experimentamos uma daquelas experiências ótimas em que “fluímos”. E talvez pudéssemos vivê-las com mais frequência trabalhando em detalhes o que esse autor propõe.

Recomendados para você