Não deixarei que você se sinta só

· março 10, 2019
Juntos somos uma voz mais forte. Unidos chegamos mais longe, conseguimos ir mais alto. Todos somos responsáveis pelo que acontece ao nosso redor.  O que podemos fazer?

Esta carta é para você. Para que você saiba que não permitirei que se sinta só, que não permitirei que ninguém passe por cima de você, que não deixarei que pisem em você, que você seja menosprezado ou inclusive afastado de si mesmo.

Não deixarei que você se sinta só por ser você mesmo, pois você merece o mesmo que os demais. Você merece tudo o que vale.

Talvez nada tenha começado como você pensava, talvez as coisas tenham dado errado quando você pensou que iam mudar, talvez você tenha se esforçado por algo que estava “quebrado”, talvez não tenha visto o que os outros – de fora – viram com mais facilidade; ou, talvez, você tenha pedido ajuda, mas ninguém te ouviu.

Não importa a forma como você começou, não importa o que aconteceu; agora é a hora e só depende de você… o que você quer? Para aonde você vai? Qual é o seu objetivo de hoje?

Não permitirei por mais nenhum dia que você não veja seu próprio rosto, por mais nenhum momento que você desvie o olhar de si mesmo, pois você é o mais importante, e mesmo que às vezes você se esqueça, eu estou aqui.

Estou aqui com o máximo que posso fazer, sendo muito ou pouco. Farei de tudo para que você não se sinta só. Pois, mesmo que não te conheça, sei que a minha voz pode chegar longe, sei que as minhas palavras podem curar.

Você sabe por que sei disso? Porque eu sou a voz de todos. Porque todos nós somos capazes, porque cada um de nós pode contribuir com um grão de areia e ajudar, do seu jeito, da sua forma, como puder.

Apoio emocional diante das dificuldades

Agora você e eu somos todos, para que você nunca mais se sinta só

Também escrevo esta carta para mim mesmo, pois já me senti só como você; ou inclusive para o futuro, quando pode ser que nos sentiremos abandonadas. Eu escrevo esta carta pois me nego a continuar sentindo medo.

Não deixarei que você seja ferido, que destruam seu orgulho, que destrocem seu amor próprio, que danifiquem seus sonhos, que te persigam e coloquem medo no seu caminho seguro. Não deixarei que isso aconteça comigo nem com você, também não deixarei que isso aconteça com ninguém ao meu redor.

Não deixarei que você se sinta só, não deixarei que viva com medo, estarei aqui para ajudar e encontrar sua voz interior, para te ajudar quando o fôlego faltar e, mesmo que só possa fazer isso com palavras, vou te incentivar a continuar, a se levantar e continuar.

“Não podemos ajudar todo mundo, mas todo mundo pode ajudar alguém”.
-Ronald Reagan-

Com a minha ajuda, posso fazer algo, porque você deve saber que não está só, que todos podemos ajudar, que todos, unindo as mãos, são mais fortes. Nós podemos enfrentar, podemos dizer que estamos aqui e que não vamos nos mexer, podemos mostrar a cara e olhar alto.

Flor alaranjada

Você conhece o efeito espectador?

Kitty Genovese foi assassinada em 1964 na porta de casa. Seu assassino cometeu o ato por uma hora e meia e alguns de seus vizinhos puderam, infelizmente, presenciar o crime. Algumas fontes informam que 38 de seus vizinhos estavam presentes, observando de dentro de suas casas, mas não avisaram a polícia ou demoraram muito para fazer isso. Por que isso acontece?

Este fenômeno psicológico é conhecido como Efeito Espectador e mostra que a ajuda que damos é inversamente proporcional ao número de pessoas que presenciam o ato. Ou seja, quanto mais pessoas compartilham da situação, maior a probabilidade de que demore mais para ser feito um pedido de ajuda.

Este efeito se repetiu em muitos outros estudos e continuamos obtendo os mesmos resultados: um pedido de ajuda demora mais para acontecer quando há muita gente presente, o que também se conhece como difusão da responsabilidade.

Por isso é bom saber que todos nós somos importantes, que a nossa ajuda conta, que não podemos nos permitir o luxo de esperar a atitude dos demais, que somos responsáveis pelo que acontece e que podemos agir. Mesmo que seja com pequenos gestos, toda ajuda sempre é importante.

Não posso mudar o passado, mas posso dizer que estou aqui agora e que você pode contar comigo. Não deixarei que você se sinta só, não deixarei que se renda e abandone a si mesmo; não deixarei que você seja mais um no noticiário de acontecimentos fatais, não deixarei que isso aconteça. Precisamos unir nossas vozes para que nenhum de nós volte a se sentir abandonado.