Não quero ser perfeito, quero cometer erros

Não quero ser perfeito, quero cometer erros

3, dezembro 2015 em Emoções 1542 Compartilhados

Exijo menos de mim… exijo menos de você. Quero cometer erros, sem medo, sem arrependimento; o feito, feito está, e se na hora eu decidi assim foi porque pensei com meu raciocínio e meu coração que era a melhor escolha para mim.

Quero ser imperfeito, não exigir tanto de mim mesmo e dos outros, e pensar que todos nos enganamos; hoje eu, amanhã você e tudo bem, sem mais rancores ou sentimentos de culpa no meu interior, que me fazem tão mal.

Quero ser o dono das minhas próprias decisões e não estar sempre dependendo da aprovação dos outros, porque a última palavra é minha. E certamente ouvirei as opiniões dos outros, escutarei seus conselhos, sempre que forem de boa fé…

O valor de cometer erros

Mas não quero enganar a mim mesmo, porque no fundo eu sei o que é bom para mim. Mesmo que você me diga que fazer bungee jumping é a melhor das experiências, que eu deveria experimentar e que não o faço porque sou um covarde, não o farei porque o bungee jumping não é para mim…

Não tenho a intenção de me comparar a ninguém, nem de fazer o que os outros fazem, nem de ter inveja das conquistas dos outros ou me vangloriar dos meus triunfos. Eu só quero seguir o meu caminho, me orgulhar dos meus acertos e dos meus erros. Já não quero ser perfeito nem para mim, nem para os outros, porque agora, quero cometer erros!

Portanto, tomarei as decisões que julgar corretas e, se eu me enganar, folha em branco e nova conta, porque esse é o jogo da vida, acertar e errar, acertar de novo e novamente errar…

Sempre procurarei fazer as coisas sem ferir ninguém, mas se eu errar, se eu ferir os sentimentos de alguém, pedirei perdão e também perdoarei.

O valor de cometer erros
Porque todos somos imperfeitos, todos erram porque é do ser humano errar, portanto vou descer a barra… porque já não quero me pressionar sendo a criança perfeita que todos elogiavam. Agora, quem gostar de mim que o faça com as minhas virtudes e meus vários defeitos.

Se falarem, que falem! Eu só quero estar tranquilo comigo mesmo e tirar esse peso que levo e que me incomoda tanto, me martirizando pelos meus erros e me jogando na cara os meus enganos continuamente.

De modo que já, finalmente, não tenho nenhum interesse em ser perfeito como antes. Quero aprender a ser um pouquinho indulgente comigo mesmo… sei que vai ser difícil porque sempre me exigi demais e também exigi dos outros, mas estou disposto e com vontade, com muita vontade de tentar e por isso, além disso, hoje sou feliz.”

O valor de cometer erros

Alguns conselhos para as pessoas perfeccionistas:

1. Aprenda a gostar de você. Você pode ser autocrítico consigo mesmo, mas sem se destruir. Aprendemos muito com os erros; eles são a base da nossa aprendizagem.

2. Se você cometer um erro, pense na ansiedade que isso lhe provoca. Cuide da sua mente e do seu corpo. Você pode fazer meditação, relaxamento ou qualquer outra atividade que ajude a se desligar. Você gosta de ver os seus entes queridos doentes? Pois o seu primeiro ente querido é você mesmo.

3. Aprenda que, se existe uma frase que diz “errar é para sábios”, deve ser por um bom motivo. Aprendemos com os erros, já disse; graças a isso podemos melhorar e crescer.

4. Olhe ao seu redor, os outros são perfeitos? Não. Então por que você precisa ser perfeito? Não tema que, por causa dos seus erros, os outros irão gostar menos de você. Quem gosta de você, gosta de você pelo “pacote” completo.

O valor de cometer erros

Recomendados para você